Projeto do ministro para enterrar a Educação

Facilidade para criar cursos de baixa qualidade e formação deficiente do professor se juntam à falta de verbas.

Professores, estudantes e servidores fizeram, nestas quarta e quinta, nova jornada de manifestações em defesa da Educação. A asfixia por falta de verbas é um dos instrumentos utilizados pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub. A atuação do MEC é mais ampla e representa um projeto de desvalorização do ensino.

Uma notícia dá conta que o Ministério chegou a elaborar um decreto abrandando as regras para criação de faculdades privadas. Entre as facilidades, exigir apenas uma análise documental, sem avaliação da qualidade dos cursos, para processos de credenciamento de novas instituições. A proposta está na geladeira, pois mexeria com muitas regulamentações. Mas é um exemplo, e não foi descartada.

A desvalorização atinge também o professor. Há proliferação de cursos de Pedagogia no Ensino à Distância (EaD), com formação precária do futuro docente. Além disso, 20% dos alunos que vão para os cursos de Pedagogia têm nota entre 450 e 500 no Enem.

À coluna, um professor – que não é da área de Exatas – simplifica o projeto em uma equação: aparelhar as universidades + expansão do EaD = Fim da Educação. Como sequência da equação, aumento do poder dos pastores das igrejas ligadas ao governo. E poder, como o tempo, é dinheiro.

 

O imbecil atrasado

O imbecil perfeito é criado quando o cidadão espoliado passa a apoiar a venda subfaturada desses recursos [privatização] a agentes privados imaginando que assim evita a corrupção estatal. Como se a maior corrupção não fosse precisamente permitir que uma meia dúzia de super-ricos ponha no bolso a riqueza de todos, deixando o resto na miséria”. De Jessé Souza, em A Elite do Atraso.

 

Férias remuneradas

Além da suspeita de achaque e da corrupção nas suas entranhas, a Receita Federal deveria explicar como um auditor, no exercício do cargo, conseguiu viajar 20 vezes ao exterior em 40 meses, média de uma viagem a cada dois meses.

 

Artesanato cresce na crise

O artesanato cresceu 176,7% no Rio de Janeiro nos últimos três anos, o aumento mais expressivo entre os estados. Em 2016, eram 4.957 cadastrados, e hoje são 13.719 artesãos, de acordo com dados obtidos pelo Sistema de Informação Cadastrais do Artesanato Brasileiro (Sicab).

Em novembro, o Rio será palco da Patchwork Design + Arte Natal, feira que acontece há 20 anos. Em 2018, a organização do evento teve um faturamento de R$ 4 milhões, 7% a mais do que no ano anterior. Para este ano a expectativa é de crescimento de 10%.

A feira acontece de 6 a 9 de novembro, no Clube Monte Líbano, na Lagoa, das 13h às 19h, e vai oferecer oficinas a preços populares para quem quiser aprender o ofício ou elaborar seus próprios presentes de Natal.

 

Revanche

Após Paris conceder o título de Cidadão Honorário a Lula, bolsonaristas foram desesperados ao Paraguai para tentar obter título semelhante para Bolsonaro em Ciudad del Este, ou Puerto Stroessner, para os fãs do ditador.

 

Rápidas

O ministro do STF Alexandre de Moraes fará, nesta sexta, às 11h30, a conferência de encerramento do XXIII Congresso Ibero-Americano de Direito e Informática, na Associação dos Advogados de São Paulo (Aasp) *** O psiquiatra e diretor do Instituto de Estudos da Sexualidade (IES) de Ribeirão Preto (SP) Arnaldo Barbieri Filho participa do XXXVII Congresso Brasileiro de Psiquiatria. O encontro acontecerá de 9 a 12 de outubro, no Riocentro (RJ) *** Eu Amo Baile Charme – O Retorno” será realizado sábado, das 17h às 23h, no Estacionamento do Shopping Jardim Guadalupe *** O advogado tributarista Fernando Brandariz fará três palestras em outubro, com os temas “Holding familiar e seus aspectos tributários”, “Proteção de bens – Holdings internacionais, trust e fundação como proteção de bens e planejamento tributário e sucessório” e “Aspectos legais da compra e venda de sociedades limitadas”. As conferências acontecem, respectivamente, em 9, 10 e 14 de outubro, em São Paulo (hotéis Tulip Inn Paulista e Regent Park) *** De 27 a 29 de outubro, o Brasil vai sediar o Alta Airline Leaders Forum, evento de aviação comercial da América Latina e Caribe. A 16ª edição tem como tema “Competitividade da Indústria no Cenário Atual”. O fórum acontece em Brasília, com os ministros Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura, e Marcelo Álvaro Antônio, do Turismo. Mais informações em altaairlineleaders.com

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Guedes esperava muito da educação

Setor educacional prometeu, mas ainda não cumpriu.

Petrobras também foi ao mercado em Londres

Estatal criou subsidiária na década de 80 para atuar nas Bolsas.

Petroleiras ganham dinheiro no mercado, não com produção

Desde a década de 1980, companhias viraram empresas financeiras.

Últimas Notícias

CFM lança programa inédito de identificação com tecnologia Valid

CFM passa a oferecer Certificado Digital gratuitamente a todos os médicos brasileiros.

Câmara rejeita ‘PL antiterrorismo’

A Câmara dos Deputados rejeitou nesta quarta-feira a urgência para votar o Projeto de Lei (1595/19) que cria uma polícia política que permite ao...

Programa AceleraD’Or de Mentoria entra em fase decisiva

Em fase decisiva para a escolha das 10 empresas participantes do projeto, o Programa AceleraD’Or de Mentoria, patrocinado pela D’Or Consultoria, teve repercussão positiva...

Aconseg-RJ mostra um 2022 promissor para as assessorias

Em reportagem especial da edição, os executivos confirmam a rápida resposta do setor e sua adequação aos tempos de desafios que foram superados com...

Inovação em Seguros concederá NFTs a vencedores

Uma das novidades do Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros, promovido pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), será a concessão...