Projetos de restauração ecológica na Amazônia

146
Floresta amazônica (foto CC)
Floresta amazônica (foto CC)

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a companhia de energia Eneva lançam, nesta quarta-feira, edital para seleção de projetos de restauração ecológica na Amazônia e transição para uma economia de baixo carbono, no âmbito da iniciativa Floresta Viva.

A parceria do BNDES e da Eneva foi fechada em abril do ano passado, quando a companhia de energia colaborou com aporte no valor de R$ 5 milhões, tendo como meta a conservação do bioma Amazônico, o fortalecimento da estrutura técnica e a restauração ecológica próxima aos territórios de atuação da empresa.

Por se tratar de um cofinanciamento através de matchfunding, o Banco investiu a mesma quantia, totalizando R$ 10 milhões em recursos para preservação ambiental. Foi a décima parceria do Floresta Viva.

Os detalhes do edital serão divulgados em evento no Museu da Amazônia (MUSA), em Manaus, às 9h (horário local) / 10h (horário de Brasília), com a participação da diretora Socioambiental do BNDES, Tereza Campello; da diretora de ESG da Eneva, Anita Baggio; do superintendente de Programas do Funbio, Manoel Serrão; da secretária Nacional de Biodiversidade, Florestas e Direitos Animais do MMA, Rita Mesquita; e do secretário de Estado do Meio Ambiente do Amazonas, Eduardo Taveira.

Espaço Publicitáriocnseg

O Floresta Viva é uma iniciativa conjunta destinada a implementar projetos de restauração ecológica com espécies nativas e sistemas agroflorestais nos biomas brasileiros. O objetivo é ampliar o investimento socioambiental das empresas brasileiras em soluções climáticas com foco em restauração florestal. Além disso, o crédito de carbono gerado pelos projetos pode voltar para a empresa, para ser negociado.

Além da Eneva, o projeto tem como parceiros a Petrobras, Coopercitrus, Energisa, Grupo Heineken, Itaipu, Governo do Rio de Janeiro, Governo de Mato Grosso do Sul, Philip Morris Brasil e Vale (Fundo Vale). Juntas, estas empresas devem investir até R$ 250 milhões no Floresta Viva pelos próximos sete anos, cabendo outros R$ 250 milhões ao BNDES.

Operadora de gás natural

A Eneva é maior operadora privada de gás natural do Brasil e uma empresa integrada de energia, que atua da exploração e produção (E&P) do gás natural até o fornecimento de soluções de energia. A companhia possui ativos de E&P nos estados do Amazonas e Maranhão. Atualmente, opera 11 campos de gás natural nas Bacias do Parnaíba (MA) e Amazonas (AM). Adicionalmente, possui nestas regiões uma área total sob concessão superior a 60 mil km². Com um parque de geração termelétrica com 2,8 GW de capacidade instalada.

A Eneva desenvolveu um modelo de negócio inédito no Brasil: o Reservoir-to-Wire (R2W), que consiste na geração térmica integrada aos campos produtores de gás natural. Com isso, a companhia desempenha um papel importante na transição da matriz energética brasileira, oferecendo energia a partir de um combustível flexível, econômico e eficiente. Listada no Novo Mercado da B3 (bolsa de valores brasileira) desde 2007, a empresa integra o Ibovespa, entre outros índices da bolsa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui