Promoção

Na ausência de Armínio Fraga, que entre esta terça-feira e o próximo dia 11 estará na árdua rotina da vida entre Nova York e Suíça, a presidência do Banco Central será ocupada pela diretora de Fiscalização do BC, Tereza Grossi. Dona Tereza saiu do anonimato da nomenclatura para a fama das páginas policiais quando, num piscar de olhos, liberou R$ 1,5 bilhão para o Banco Marka, cuja situação deveria fiscalizar. O blá-blá-blá de crise sistêmica não convenceu o Ministério Público, que a denunciou por corrupção à Justiça.
Dupla remuneração
Talvez a passagem na presidência ajude dona Tereza a refletir melhor sobre sua contribuição à pressão sobre o déficit da Previdência Social. Prestes a se aposentar, ela caminha para se tornar assessora econômica do BC, acumulando assim duas rendas do Tesouro. Ou seja, tudo ao contrário da pregação pela austeridade que caracteriza o receituário do BC….para os outros.

Lento
A Internet ainda é algo distante para algumas empresas. E não só as pequenas. Quem tenta acessar a página do gigante Carrefour, maior rede de supermercados em operação no Brasil, recebe uma lacônica mensagem: “Página em construção”.

Alerta
Os pesquisadores do IBGE para o Censo 2000 estão perguntado, entre outras coisas, os nomes completos dos moradores de cada residência visitada. Pedem, ainda, que alguém da casa assine a pesquisa após o seu preenchimento. São dois erros em um só procedimento: censo, por definição, deve ser incógnito. Além disso, ninguém pode ser “obrigado” a se identificar para uma pesquisa. Até parece que pretendem identificar nome e endereço de todo a população. Fica a pergunta? Qual o valor comercial desse cadastro?

Sangue ruim
Em atitude pouco comum na ortodoxia tucana, o governo federal determinou abertura de novas investigações sobre dumping contra as exportações de tubos de coleta de sangue a vácuo originárias da Becton Dickinson (BD), dos Estados Unidos e do Reino Unido, e da Greiner Labortechnick, da Áustria. A medida foi publicada no Diário Oficial da União da última sexta-feira, sob a Circular nº 34. A investigação foi provocada pela Labnew Indústria e Comércio Ltda., com sede em Campinas (SP) e única produtora na América Latina.
Sangue ruim II
Os números que levaram o Departamento de Defesa Comércio (Decom), do Ministério do Desenvolvimento, a abrir as investigações contra a BD e a Greiner são significativos.
Entre 1995 e 1999, as importações de tubos de coleta de sangue originários dos EUA cresceram 95,5%. Já as vendas do Reino Unido saltaram de 16,7 milhões, em 1995, para 40,7 milhões, em 1999. Neste período, a participação no total de importações cresceu de 44,9% para 56%. Da Áustria, as importações iniciadas em 1997 chegaram a 1,6 milhões, saltando para 7,7 milhões, em 1999. Já a participação da Labnew no mercado nacional, que, em 1995, era de 28,5%, encolheu para 14,5%, em 1999, apesar do crescimento do consumo interno.

Gente nossa
Apesar da urticária que a união da América do Sul provoca em círculos dos Estados Unidos, o pragmatismo que, entre uma invasão militar e outra, permeia as relações diplomáticas norte-americanas com o resto do mundo, pode optar pelo mal menor. Traduzindo, uma integração sul-americana tendo no comando a docilidade de FH em lugar do bolivarismo do presidente da Venezuela, Hugo Chávez.
Desse modo, por obra e graça de Bill Clinton, FH, que já sonhou ser Pedro II, está candidato a Pedro I, aquele que, antes que algum aventureiro o fizesse, proclamou a independência do Brasil.

Artigo anteriorOutro lado
Próximo artigoLentidão
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

Mirem-se nos exemplos da Shell e da Exxon

Petrobras é fundamental para o desenvolvimento brasileiro.

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Preço do diesel avança pelo quarto mês consecutivo

Combustível ultrapassou R$ 4 em fevereiro e os dois tipos, comum e S-10, registraram valores acima de todos os meses de 2020.

Antítese da véspera

Ontem o dia foi completamente diferente da terça-feira, em que começamos o dia raivosos, suavizando mais tarde.

Rio fecha bares à noite e adota toque de recolher

Bares e restaurantes agora só podem funcionar das 6 às 17h; em SP, diretor do Butantan defende que estado seja colocado em fase mais restritiva.

PEC emergencial e pedidos por seguro-desemprego

Mercados europeus fecharam mistos na quarta-feira; indicadores da Zona do Euro tiveram desempenho acima do esperado.

Setor de eventos terá parcelamento e isenção de impostos

Projeto foi aprovado pela Câmara e segue para o Senado.