Pífio

A privatização das telecomunicações não foi o milagre que aparece na propaganda oficial. De 1996 a 1999 o número de domicílios que tinham telefones – fixos e móveis – passou de 25% para 37,6% (aumento de 50%); de 1999 a 2001 (as teles foram vendidas em 1998) o percentual de domicílios com telefone foi a 58,9%, aumento de 56%. Considerando que nos anos que antecederam a privatização as empresas foram sucateadas e que a chegada para valer dos celulares no brasil é recente, o desempenho privado foi pífio. E caro: as tarifas subiram a ponto de haver 11 milhões de aparelhos desligados.

É fria
A proposta de Anthony Garotinho de transformar o sistema previdenciário do país de repartição para capitalização demonstra que, diferentemente do que o candidato do PSB propaga, ele ainda é muito…garotinho. Se fosse mais grandinho, Garotinho já saberia que, em todo o mundo, esse sistema é aplicado em apenas oito países, todos eles na América do Sul. Em praticamente todos, está à beira da falência, inclusive no Chile, principal laboratório de experiências neoliberais na região.

Antecedentes
A proposta de adotar o sistema de capitalização não é a única pisada de bola de Garotinho na área previdenciária. Ao criar o Previ Rio, com o objetivo de desvincular os aposentados e pensionistas da folha de pagamento, Garotinho foi alertado por esta coluna – que não tem experiência administrativa, mas não acredita em Papai Noel – que esse era um saco sem fundo. Capitalizado com dinheiro carimbado para financiar aposentadorias no Banerj e com receitas futuras baseadas em promessas vagas, como vendas de imóveis que integram o patrimônio do estado, o Previ Rio já é hoje, menos de cinco anos depois de criado, o maior “mico” a ser transferido ao governador eleito este ano.

Choque de realidade
Menos de 24 horas de subordinar suas manchetes aos interesses da mídia do império, a imprensa tupiniquim foi obrigada a cair na real. A rebelião e a chacina em Bangu I trazem de forma dramática, porém didática, que, na periferia do capitalismo, terrorismo tem tradução bem mais concreta e diferenciada das tentativas de aproximações grosseiras produzidas por escribas colonizados.

Adiantado
Os usuários da Ponte Rio-Niterói devem amanhecer o sábado pingando mais R$ 0,20 na conta da concessionária que administra a via. O aumento é de 10% e incide também sobre um reajuste extra autorizado pelo governo no ano passado, por conta de obras que não estavam previstas em contrato. Apesar de estar há quase um ano pagando por estas mudanças, os motoristas só receberam até agora um modesto recuo para automóveis avariados e que também serve de base para os carros de emergência da ponte. As demais obras – complexas, por ficarem suspensas sobre o mar – nem começaram. Além de caro, o usuário paga adiantado. Como as obras estão orçadas em R$ 18 milhões, em menos de três anos elas já estarão pagas. Resta saber se depois desse período o pedágio vai voltar ao nível anterior.

Posse
O procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Nedens Ulisses Freire Vieira, toma posse na próxima segunda-feira no cargo de presidente do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Justiça (CNPGJ), para o biênio 2002/2004. Criado em 1984, o CNPGJ defende os interesses institucionais do Ministério Público e define estratégias conjuntas para atuação no combate ao crime organizado e à improbidade administrativa, defesa do meio ambiente e dos direitos dos consumidores, entre outras.

Cenários
A FGV – através de parceria entre a Escola de Administração de Empresas de São Paulo (Eaesp) e o Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) – desenvolveu o GV Prevê, uma publicação trimestral que identifica os rumos na política, no governo e mercado financeiro. Define os cenários mais prováveis para a construção de estratégias empresariais e riscos no Brasil, com previsões que vão de um a três anos. Para economistas (não só os da fundação, mas todos, em todo mundo) que costumam errar até a data de aniversário da esposa, é uma tarefa arriscada. Quem quiser pagar para ver, pode ir a www.fgv.br/gvpreve

Artigo anteriorAmnésia
Próximo artigoGuerra no ar
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

Mudar preços implica parar venda de refinarias

Mercado financeiro cobrará deságio, e Petrobras precisa de ativos para poder operar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Preços dos carros mais vendidos subiram 9,4% em média em um ano

Com 18,23% de variação, Renault Kwid foi o que mais subiu de preço entre os 13 mais vendidos.

PEC Emergencial pode sair da pauta do Senado desta quinta

Parlamentares resistem a cortes na saúde e educação e propõem votar apenas questão do auxílio emergencial.

Desdobramentos da intervenção na Petrobras

Percepção é de que o 'superministro' de Bolsonaro pode estar ficando cada vez mais isolado.

IPCA-15 de fevereiro ficou abaixo da expectativa

Índice mostra variação mais fraca que o esperado em alimentação, educação; já saúde e transportes vieram mais fortes que a expectativa.

Tentativa de superação

Ontem foi dia de recuperação da Bovespa, liderada pelas ações da Petrobras, Eletrobrás e setor bancário.