26.4 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 18, 2021

Punição

Quem consome até 30 Kwh de energia elétrica, ou seja, o consumidor de baixíssima renda, sofreu um aumento real (além da inflação) da ordem de 321,45% desde a privatização das distribuidoras, denuncia o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec). O resultado da elevação das tarifas é que, segundo a Comissão de Serviços Públicos de Energia do Estado de São Paulo, o índice de inadimplência até 60 dias varia de 8% a 12% nas unidades de consumo residenciais.
Esse consumidor pode ser novamente punido com o plano de racionamento de energia anunciado pelo governo. A idéia é isentar da sobretaxa - aplicada sobre quem gastar acima da média mensal dos últimos 12 meses – apenas os que consomem menos de 50 kwh/mês, que é um consumo extremamente baixo. O Idec, em outubro de 1998, realizou teste de consumo de geladeiras e verificou que a geladeira mais econômica do mercado (300 litros) consumia 24 Kwh/mês.
Chuva
A queda nos investimentos em energia elétrica vem se acelerando a cada ano, segundo o Idec, que não aceita a versão de que São Pedro é responsável pelo racionamento. Segundo o instituto do consumidor, na década de 80 a média anual dos investimentos foi superior aos US$ 10 bilhões (em 1987, foram investidos 16 bilhões); na década de 90, a média foi de aproximadamente US$ 6 bilhões; no ano de 2000, os investimentos foram de apenas R$ 3 bilhões.
Curto circuito
Caso seja efetivada a decisão do governo de descarregar no bolso do contribuinte pessoa física a conta pelo racionamento de energia, duas conseqüências imediatas devem ser sentidas pelas operadoras: o aumento geométrico da inadimplência e o crescimento do número de “gatos”.

Diploma
As secretárias brasileiras acabam de ganhar o concurso Secretária do Ano. As brasileiras são as mais bem treinadas do mundo, diz o jornal inglês The Guardian. A explicação é que “a legislação brasileira exige que as secretárias sejam registradas em uma agência governamental e, desde 1985, o título de “secretária” só pode ser obtido após um curso universitário de quatro anos de duração”. Nos “jornalões” brasileiros, que defendem o fim da exigência de diploma para jornalistas e outras categorias, tal análise feita pela imprensa britânica deve soar como “manifestação de dinossauros”.

Lixeira
Diariamente cerca de 120 mil toneladas de resíduos são geradas no país. Desse total, 76% ficam expostos a céu aberto, sem tratamento algum. Os dados são da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), que criou o Prêmio Abrelpe de Reportagem, com o objetivo de estimular a busca de soluções para o problema.

Feriadão
FH bem que deve ter tentado, mas não conseguiu “enforcar” a segunda-feira espremida entre o domingo e o Dia do Trabalho. A agenda do presidente só teve início às 16h, com a Solenidade de outorga da Ordem do Mérito do Trabalho. Mas já às 17h começavam os “despachos internos”.

Figuração
Afinal o que faz a corregedora do presidente FH, Anadyr de Mendonça, enquanto o circo pega fogo e o mar de lama transborda?

Bagaço
Maurílio Biagi Filho, vice-presidente Associação Brasileira de Infra-estrutura e Indústrias de Base (ABDIB) e diretor-presidente da Companhia Energética Santa Elisa, a terceira maior produtora de açúcar e álcool do país, diz que o setor sucroalcooleiro pode contribuir para redução do problema de falta de energia elétrica em curto prazo. Se a construção de uma usina hidrelétrica, a toque de caixa, leva no mínimo cinco anos e consome altos investimentos, a co-geração através da queima do bagaço de cana pode reduzir o problema. “Temos condições de disponibilizar um pacote de 2 mil MW já a partir do ano que vem e mais 2 mil MW nos próximos anos”, afirmou Biagi. “Existem ótimos projetos, existem investidores e dinheiro. O que faltam são regras claras para colocarmos isso em prática”, completa o empresário.

Artigo anteriorPenitência
Próximo artigoGlobalização
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.