Qual o papel dos EUA nos incidentes em Hong Kong?

Ministério das Relações Exteriores da China disse que há claros sinais de manipulação e influência estrangeira.

O lado norte-americano poderia responder à pergunta de forma honesta e clara sobre que papel os EUA desempenharam nos recentes incidentes em Hong Kong e qual é seu objetivo por trás disso?”, questionou a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Hua Chunying, numa conferência de imprensa na terça-feira.

Hua disse que há sinais claros de manipulação, conspiração e até mesmo influência estrangeira nos incidentes violentos em Hong Kong, julgando pelo que foi relatado pela mídia. Ela deixou claro que o governo chinês não permitirá que nenhuma força estrangeira interfira nos assuntos da região.

O Ministério das Relações Exteriores da China refutou recentes observações feitas por algumas autoridades do Reino Unido e dos Estados Unidos sobre os protestos em Hong Kong.

Na segunda-feira, esta coluna publicou a nota “Xadrez chinês” em que falava sobre a possível influência dos atos em Hong Kong nas eleições em Taipei, em janeiro de 2020 e sobre o dedo dos Estados Unidos nas manifestações. Sem conseguir atuar diretamente na China, os norte-americanos teriam na antiga colônia inglesa uma ponta de lança na região.

 

Benjamin

A nota de US$ 100 recentemente ultrapassou a onipresente nota de US$ 1 em volume de circulação, pela primeira vez na história. Quem chama a atenção é o fundo Monetário Internacional (FMI). Desde a crise financeira global, quase dobrou o número de notas de US$ 100 em circulação.

Pergunta o Blog do FMI: “Nesta época de tudo digital, os norte-americanos de repente estão ficando nostálgicos por verdugos em altas denominações?” A resposta é não. A maioria das notas de US$ 100 são mantidas no exterior. De acordo com o Federal Reserve Bank de Chicago, quase 80% das notas com a imagem de Benjamin Franklin – e mais de 60% de todas notas de dólar – estão no exterior, contra cerca de 30% em 1980.

Kenneth Rogoff, da Universidade de Harvard, diz que grandes notas e atividades ilícitas estão intimamente ligadas. “Apartamentos e casas nas principais cidades do mundo inteiro são pagos com malas de dinheiro todos os dias, e não é porque os compradores têm medo de fracassos bancários”, ironiza. Mas o professor também não despreza o papel do dólar como moeda de reserva internacional dominante.

 

Na pressão

Levantamento da Med-Rio com executivos que realizaram check-up aponta que 11% deles apresentam sinais de depressão. Houve um crescimento de 3 pontos percentuais em comparação com o ano anterior. A taxa é mais do que o dobro da média mundial registrada pela OMS, que é de 4,4%.

 

Uber

Um sobrinho de Bolsonaro, Osvaldo Campos, publicou vídeo em rede social mostrando que a família do presidente usou um helicóptero da FAB para ir ao casamento de Eduardo Bolsonaro, no Rio de Janeiro, denuncia o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS). E nem precisou de hacker para Pimenta descobrir o vídeo do passeio da família real: estava tudo na rede social.

 

Mais do mesmo

A mídia tradicional dá ao hacker de Taubaté destaque inverso ao que fazia na Lava Jato: evidencia a forma como ocorreu o vazamento, enquanto despreza as denúncias. Não é que os jornalões mudaram. Muito pelo contrário.

 

Fugaz

Notícias sobre Paulo Preto inexistiam na mídia grande e não duraram 2 dias após sua prisão. Veiculadas sem o partido do tesoureiro (PSDB) e os beneficiários, além de ser chamado por Paulo Vieira de Souza – quem?! Não vem ao caso! Mas e o PT? Ninguém mandou usar Leite de Rosas…

 

Rápidas

Nesta quinta-feira, a Telesur iniciou a apresentação de um telejornal em português, nas redes sociais e sites da rede de TV da Venezuela e em meios de comunicação parceiros. Será transmitido uma vez por semana, sempre às quintas, 16h do Brasil *** A rede Megamatte abriu quatro unidades no Rio de Janeiro no primeiro semestre. A rede conta com 136 lojas em funcionamento e espera crescer 18% até abril de 2020, somando 160 lojas *** Entre 1º e 4 de agosto, acontece a segunda edição do Sabores da Roça no Shopping Downtown, na Barra da Tijuca *** O Caxias Shopping receberá em 3 de agosto o Grupo de Capoeira Besouro para celebrar o Dia do Capoeirista, a partir das 13h *** A advogada Barbara Leitão, do escritório Di Blasi Parente & Associados, fará palestra sobre “Trade Dress e Moda: a proteção jurídica de elementos não registráveis”. Será em 1º de agosto, às 17h, na OAB-RJ (Avenida Marechal Câmara 150, plenário do 4º andar).

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Indústria naval apresenta propostas para eleições 2022

Setor quer deixar para trás maré ruim dos últimos 7 anos

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Últimas Notícias

Estados reduzem ICMS, mas dólar pode elevar combustíveis

Ao menos 11 governos anunciaram queda do imposto.

Fertilizantes e óleo reduzem superávit da balança comercial em junho

Governo reduz projeção para o ano: US$ 81,5 bilhões.

Sanções contra Rússia levam inflação na Europa para perto de 2 dígitos

Preços da energia subiram 42% em 1 ano.

Emprego cresce na Espanha após mudanças na reforma trabalhista

Números ainda são influenciados pela recuperação pós-pandemia.

Preço do cobre cai 25% desde o pico em 2022

Riscos de recessão aceleraram desvalorização do metal.