'Qual o problema de furar o teto de gastos?'

Depois de 24 horas de ter convocado imprensa para defender limite, Bolsonaro questiona qual o problema em furar o mesmo teto de gastos.

Opinião do Analista / 11:00 - 14 de ago de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Espantosa e surpreendentemente, depois de 24 horas de ter convocado a imprensa a fim de defender o teto de gastos, o presidente da República, Jair Bolsonaro, questionou, em uma live feita no dia de ontem, qual o problema em furar o mesmo teto de gastos. A existência da ideia de descumprir o comprometimento fiscal coloca o mercado doméstico em cautela nesta sexta-feira. Como se não bastasse, o Senado Federal também já rompeu o “pacto”, culminando em mais um fator que adentra a equação de precaução fiscal. Em paralelo, tem-se a prisão do ex-assessor Fabrício Queiroz e de sua mulher Márcia Aguiar, realizada no dia de ontem, abrindo espaço para a possibilidade de uma eventual delação premiada que possa ir de encontro à família Bolsonaro. Em última análise, investidores e agentes econômicos devem repercutir também as indicações de Diogo Mac Cord para a secretaria-especial de Desestatização, Caio Andrade para Desburocratização e a nova pesquisa divulgada pelo Datafolha, mostrando que a popularidade de Bolsonaro, principalmente entre as classes menos favorecidas financeiramente, revela-se na melhor avaliação desde o início do mandato.

.

Pedro Molizani

Trader Mesa de Câmbio

Travelex Bank

www.travelexbank.com.br

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor