30.1 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, janeiro 15, 2021

Quanto vale o show?

Para o sociólogo Chico de Oliveira, o Banco Central é a instituição mais importante da economia, “mais até que o Ministério da Fazenda”. Em palestra na PUC-SP, ele acusa a instituição de agir “completamente à revelia dos cidadãos”: “É, em qualquer parte do mundo, a instituição mais antidemocrática e anti-republicana. Não presta contas a ninguém. O Senado não pode convocar o presidente do BC, apenas convidá-lo. A Câmara, sequer isso”, observa o professor, que se mostra cético em relação às sabatinas a que são submetidos os diretores do BC. “Esse ritual perde em complexidade para o Show do Milhão”, ironiza.

PPPs não!
Um grupo de cidadãos e entidades enviou a integrantes da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, que realiza, hoje, a primeira audiência pública sobre o projeto sobre as Parcerias Público-Privadas (PPPs), mensagem de protesto. Entre outros pontos, eles criticam a não-preservação de atividades exclusivas do Estado; o desvio de recursos públicos para garantir lucros aos investidores, livrando-os dos riscos inerentes ao negócio; e “a concentração de poderes republicanos e de competências decisórias de relevância nacional, sem anuência do Congresso Nacional,” em um órgão gestor cujos integrantes seriam nomeados pelos Ministérios da Fazenda, do Planejamento e da Casa Civil.

Ajuda
Até 3 de novembro, doações para o Pró Criança Cardíaca poderão ser feitas pelos telefones 0500 2527005 (R$ 5), 0500 2527015 (R$ 15) e 0500 2527030 (R$ 30). A verba arrecadada será destinada à instituição que já atendeu mais de 6 mil crianças e realizou quase 600 cirurgias cardíacas.

Conta salvadora
A expectativa, com o início da conta investimento, é que haja redução no custo de captação de recursos pelo governo e pelas empresas graças à diminuição da incidência líquida da CPMF, com a redução da própria taxa Selic. A avaliação otimista é do tributarista Sidney Stahl, sócio da Azevedo Sette Advogados, para quem o próximo passo do governo deverá ser tributar a renda do portfólio de aplicações (conta investimento como um todo), deixando de controlar aplicações isoladas, o que simplificará o sistema e a fiscalização tributária. A nova modalidade, observa o tributarista, fomentará a concorrência bancária, uma vez que o investidor poderá migrar de uma aplicação para outra sem o impacto da CPMF, gerando maior eficiência do sistema financeiro.

Quem dá mais?
Uma sala na Torre Rio Sul certamente interessa a profissionais liberais – advogados, dentistas, médicos, psicólogos, contadores – e quem pagar mais ficará com ela, com direito a duas vagas de garagem. Teresa Brame apregoará o imóvel hoje, às 14h, no átrio do Fórum do Rio (que fica na Av. Erasmo Braga, 116), a partir da avaliação de R$ 535 mil. Também hoje vai a leilão um galpão de 200m², com estrutura desmontável, com lance inicial de R$ 20 mil, no escritório do leiloeiro Amando da Fonseca (Av. João Carlos Machado, 380, loja B). Ainda hoje começa a venda de veículos recuperados de financiamento e leasing. Serão apregoados por João Emilio a partir das 13h, na Estrada dos Bandeirantes, 10.639). O leilão, com carros, motos e caminhões, continua amanhã.

Videntes
Momento sempre aguardado pelos poucos leitores desta coluna, a comparação das pesquisas eleitorais com os resultados das urnas, este ano, ficará restrita lembrar o caso de São Paulo, onde os institutos de pesquisa apontaram empate entre Marta Suplicy e José Serra – este último acabou vencendo a atual prefeita por quase oito pontos percentuais, acima até das convenientes margens de erro. E isso na pesquisa de boca de urna. Não é necessário falar mais nada.

Também no futebol
O Ibope apontou que o Grêmio tem torcida maior que a de Botafogo e Fluminense.

Artigo anteriorGringo
Próximo artigoHerança
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.

Vendas no varejo surpreenderam negativamente

Surpresa foi tanto no quesito restrito (-0,1%) e no quesito ampliado (+0,6%).

Freio de arrumação

Sabe quando o ônibus está lotado e o motorista pisa fundo no freio? Logo abre espaço para mais gente entrar.

Lewandowski assume tarefa do ministro da Saúde

Supremo quer saber dos estados estoque real de agulhas e seringas.