Quanto vale o show?

Para o sociólogo Chico de Oliveira, o Banco Central é a instituição mais importante da economia, “mais até que o Ministério da Fazenda”. Em palestra na PUC-SP, ele acusa a instituição de agir “completamente à revelia dos cidadãos”: “É, em qualquer parte do mundo, a instituição mais antidemocrática e anti-republicana. Não presta contas a ninguém. O Senado não pode convocar o presidente do BC, apenas convidá-lo. A Câmara, sequer isso”, observa o professor, que se mostra cético em relação às sabatinas a que são submetidos os diretores do BC. “Esse ritual perde em complexidade para o Show do Milhão”, ironiza.

PPPs não!
Um grupo de cidadãos e entidades enviou a integrantes da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, que realiza, hoje, a primeira audiência pública sobre o projeto sobre as Parcerias Público-Privadas (PPPs), mensagem de protesto. Entre outros pontos, eles criticam a não-preservação de atividades exclusivas do Estado; o desvio de recursos públicos para garantir lucros aos investidores, livrando-os dos riscos inerentes ao negócio; e “a concentração de poderes republicanos e de competências decisórias de relevância nacional, sem anuência do Congresso Nacional,” em um órgão gestor cujos integrantes seriam nomeados pelos Ministérios da Fazenda, do Planejamento e da Casa Civil.

Ajuda
Até 3 de novembro, doações para o Pró Criança Cardíaca poderão ser feitas pelos telefones 0500 2527005 (R$ 5), 0500 2527015 (R$ 15) e 0500 2527030 (R$ 30). A verba arrecadada será destinada à instituição que já atendeu mais de 6 mil crianças e realizou quase 600 cirurgias cardíacas.

Conta salvadora
A expectativa, com o início da conta investimento, é que haja redução no custo de captação de recursos pelo governo e pelas empresas graças à diminuição da incidência líquida da CPMF, com a redução da própria taxa Selic. A avaliação otimista é do tributarista Sidney Stahl, sócio da Azevedo Sette Advogados, para quem o próximo passo do governo deverá ser tributar a renda do portfólio de aplicações (conta investimento como um todo), deixando de controlar aplicações isoladas, o que simplificará o sistema e a fiscalização tributária. A nova modalidade, observa o tributarista, fomentará a concorrência bancária, uma vez que o investidor poderá migrar de uma aplicação para outra sem o impacto da CPMF, gerando maior eficiência do sistema financeiro.

Quem dá mais?
Uma sala na Torre Rio Sul certamente interessa a profissionais liberais – advogados, dentistas, médicos, psicólogos, contadores – e quem pagar mais ficará com ela, com direito a duas vagas de garagem. Teresa Brame apregoará o imóvel hoje, às 14h, no átrio do Fórum do Rio (que fica na Av. Erasmo Braga, 116), a partir da avaliação de R$ 535 mil. Também hoje vai a leilão um galpão de 200m², com estrutura desmontável, com lance inicial de R$ 20 mil, no escritório do leiloeiro Amando da Fonseca (Av. João Carlos Machado, 380, loja B). Ainda hoje começa a venda de veículos recuperados de financiamento e leasing. Serão apregoados por João Emilio a partir das 13h, na Estrada dos Bandeirantes, 10.639). O leilão, com carros, motos e caminhões, continua amanhã.

Videntes
Momento sempre aguardado pelos poucos leitores desta coluna, a comparação das pesquisas eleitorais com os resultados das urnas, este ano, ficará restrita lembrar o caso de São Paulo, onde os institutos de pesquisa apontaram empate entre Marta Suplicy e José Serra – este último acabou vencendo a atual prefeita por quase oito pontos percentuais, acima até das convenientes margens de erro. E isso na pesquisa de boca de urna. Não é necessário falar mais nada.

Também no futebol
O Ibope apontou que o Grêmio tem torcida maior que a de Botafogo e Fluminense.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGringo
Próximo artigoHerança

Artigos Relacionados

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Inflação engorda lucros de bilionários de energia e alimentos

Fortunas dos ricaços desses 2 setores aumentaram US$ 1 bilhão a cada 2 dias desde 2020.

Últimas Notícias

Triste realidade

Em cada 4 bairros do Rio, 1 tem milicianos ou traficantes

Pré-candidatura de Ceciliano ao Senado ganha apoio na Região Serrana

Prefeito do PSB vira as costas para candidato do partido.

Informalidade atinge 40,1% da população ocupada

Segundo IBGE, desemprego caiu para 9,8%; rendimento fica estável.

Empresas buscam alternativas para captar recursos

Por Luciano Camargo Neves.

Bacen chinês enfatiza importância de apoio financeiro à economia real

O banco central da China disse nesta quarta-feira que irá construir um mecanismo eficaz para fornecer apoio financeiro à economia real.