25.1 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, janeiro 21, 2021

Quarta-feira de Cinzas

O Réveillon acabou, mas o show de fogos de artifício continua. O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho, confirmou o pedido de tropas federais para ajudar no policiamento no estado. A Força Nacional de Segurança estará pronta para ir ao Rio… até o Carnaval, daqui a mais ou menos 45 dias.

Improviso
A inclusão da referência à violência ao Rio de Janeiro, que qualificou de “terrorismo”, no discurso de posse do presidente Lula, tem uma única explicação: improviso. Somente a necessidade de reproduzir retórica em consonância com os instintos mais primitivos do eleitorado, em lugar de ações planejadas e sistemáticas contra o crime, pode fazer um presidente da República a caminho do quinto ano de mandato confundir a deterioração do Estado que conduz à barbárie com “terrorismo”. A sensação de improviso foi reforçada, aliás, pela ausência de qualquer menção a menção a São Paulo, que, durante quase dois meses, foi alvo de ataques do PCC.

País sério
Na virada do ano na França, foram incendiados 250 veículos. Nem passou pela cabeça de Jacques Chirac dizer que foram atos terroristas.

Provocação
Alô, governador Sérgio Cabral! Nos primeiros meses do mandato de Vossa Excelência, prepare-se para enfrentar uma rebelião de estudantes nas ruas do Rio. Essa é a consequência mais óbvia da decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), que, nos estertores do ano, considerou ilegal o transporte gratuito de idosos, deficientes físicos e estudantes nos ônibus do Rio de Janeiro. Por enquanto, só os velhinhos têm se manifestado através de cartas aos jornais amaldiçoando a decisão do TJ. Mas, quando as aulas começarem, o protesto da garotada deve ser, digamos, bem mais vigoroso, como já mostraram manifestações recentes na Bahia e em Santa Catarina contra aumentos de tarifas de ônibus.

Sem “centrismo”
Um governo de esquerda, com a opção preferencial pelos pobres, voltado aos interesses do povo paranaense. Essas continuarão sendo as diretrizes do Governo do Paraná nos próximos quatro anos, de acordo com o pronunciamento do governador reeleito Roberto Requião. “Vamos ainda mais a fundo na tarefa de governar para o povo. E não é um governo de centro-esquerda, não. Não venham com esses “centrismos”, com esse equilibrismo. Somos sim um governo de esquerda”, declarou o governador. Críticas à globalização e ao neoliberalismo também estiveram presentes no discurso de Requião. O governador relacionou os dois processos ao aumento das desigualdades sociais e econômicas no mundo.

Urnas
Synésio Batista da Costa e Aurelino Levy Dias de Campos foram reeleitos, com nove votos, para mandato de mais um ano como presidente e vice, respectivamente, no Conselho Federal de Economia. Este foi o último ano em que apenas 15 conselheiros decidiram por todos os economistas. As próximas eleições serão por voto direto.

Velho oeste
O festival de banditismo que marcou o assassinato do presidente deposto do Iraque Saddam Hussein diz mais sobre o caráter e o ânimo dos responsáveis do que do papel a ser reservado pela História à vítima. O embarque do corpo por tropas dos invasores e o caráter de improvisação e pressa suspeita que marcaram a execução, longe de serem demonstrações de força e onipotência, revelaram insegurança e institucionalização da barbárie como prática de governo pela administração imposta pelos Estados Unidos

Artigo anteriorDesconectada
Próximo artigoFoi o preço
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.

UE planeja iniciar gastos de grande fundo de recuperação em meses

Incerteza econômica na Alemanha continua em 2021; economista mantém previsão de crescimento do PIB do país em +3,5%.

Exterior abre positivo e Copom no radar interno

Na Ásia, Bolsas fecharam sem sinal único; Hong Kong registrou avanço de 1,08%.

Índice Ibovespa futuro opera entre perdas e ganhos

No momento, o futuro do índice Ibovespa está em alta de 0,03% e o futuro do dólar está em queda de -0,34%.

Comportamento indefinido

Ontem, logo cedo, Europa seguia a trilha de alta dos mercados da Ásia, o mesmo acontecendo com o mercado americano.