Que passa?

O Santander está mesmo em alta no Planalto. Depois de emplacar Miguel Jorge, egresso dos seus quadros, como ministro do Desenvolvimento, o banco espanhol vê o economista Mario Gomes Torós, seu ex-vice-presidente, ir para a Diretoria de Política Monetária do Banco Central e faz o economista Gustavo Adolfo Funcia Murgel o substituto de Demian Fiocca na presidência do BNDES. Para comemorar, o presidente Lula poderá produzir mais um discurso da série “nunca antes neste país um banqueiro foi nomeado para presidir o BNDES”.

Jovens
O cearense Pedro Cunha Fiúza e o tocantinense Marcelo Azevedo dos Santos assumem o comando da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), sucedendo a Doreni Caramori Junior, de Santa Catarina. A entidade congrega mais de 15 mil jovens empresários.

Multa pesada
Empresas de SP estão sendo autuadas por usar precatórios na compensação de débitos do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A Fazenda do Estado de São Paulo iniciou processo de fiscalização no início do ano. A multa é de cerca de 100% do valor do imposto compensado. O advogado de Direito Público, Adriano Tadeu Troli, do escritório Innocenti Advogados Associados, afirma que o principal problema é que as empresas realizaram tal compensação em sua própria escrituração fiscal, sem a existência de autorização judicial, o que é incorreto. Troli lembra que as empresas adquirem precatórios com um elevado deságio, como investimento.

Inovações
“Recursos para inovação na empresa” é o seminário que a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) e o Instituto de Pesquisa e desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Máquinas e Equipamentos (IPD-MAQ) promovem no dia 18, às 14h, em Piracicaba, SP (R. Alferes José Caetano, 498). Serão abordados temas como redução de Imposto de Renda, subvenção inovações e financiamento a juros de 6% ao ano, sem exigência de garantia real. Mais informações em www.protec.org.br.

Pirotecnia
O pedido do governo do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), ao presidente Lula para enviar as Forças Armadas para patrulhar as ruas do estado revela que, no Rio, não existem apenas balas perdidas, mas também governante idem. Já a resposta de Lula, insinuando que poderia atender o pedido, mostra que, em matéria de empurrar os problemas com a barriga, ambos estão empatados.

Batalhão virtual
A propósito, o governador Sérgio Cabral que pede às Forças Armadas para fazerem papel de polícia é o mesmo que, quatro meses depois de empossado, ainda não cumpriu a promessa de trazer de volta às ruas todos policiais militares e civis cedidos para gabinetes de parlamentares, tribunais e outros órgãos fora da área de segurança. Esse contingente, segundo especialistas, soma cerca de 10% do efetivo policial do estado.

Doações
Os contribuintes que efetuaram doações diretamente aos fundos controlados pelos conselhos municipais, estaduais e Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente podem deduzir o valor do imposto devido apurado na Declaração de Ajuste, a ser entregue até 30 de abril. Segundo a advogada tributarista da Verbanet Renata Soares Leal Ferrarezi, especializada em Imposto de Renda, as doações feitas em 2006 podem ser deduzidas até o limite de 6% do imposto devido. Não é permitida a dedução de doações efetuadas diretamente a entidades assistenciais, sem a interferência dos conselhos.

Em saúde
Integrantes das cooperativas de saúde da Zona Oeste do Rio de Janeiro reclamam que o novo governador Sérgio Cabral (PMDB) tem atrasado sistematicamente o pagamento dos salários dos daqueles profissionais. Filhas do então prefeito Marcello Alencar como forma de driblar a necessidade de concursos públicos, as cooperativas são uma excrescência administrativa. No entanto, enquanto o governador não realiza concurso para suprir as vagas dos cooperativos, manda a lei que mantenha o pagamento de salários em dia.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLeasing paga ISS
Próximo artigoTrevo de quatro folhas

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Rio Indústria apoia lei que desburocratiza e facilita novos negócios

Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (14), na Câmara Municipal do Rio, sobre o Projeto de Lei Complementar nº 43/2021 que regulamenta a Declaração...

Ciência: entidades pedem liberação de recursos

Organizações questionam redirecionamento para outras áreas de R$ 515 milhões, que eram do CNPq.

Rating da EDP BR não muda com aquisição da Celg-T

Para a Fitch Ratings, a qualidade de crédito da EDP Energias do Brasil S.A. (EDP BR, Rating Nacional de Longo Prazo ‘AAA (bra)’, Perspectiva...

Tesouro: Queda do investimento líquido em ativos não financeiros

O Tesouro Nacional informou nesta sexta-feira que no 2º trimestre de 2021, a necessidade líquida de financiamento do Governo Geral alcançou 7,1% do PIB,...

Leilão de Excedentes da Cessão Onerosa terá sucesso?

Após a realização da 17ª Rodada de Licitações de Blocos para exploração e produção de petróleo e gás natural no último dia 7, considerado...