Quem cumpre a Constituição não teme a verdade

A frase do comandante do Exército, Eduardo Villas Boas (“Os militares precisam ter a garantia para agir sem o risco de surgir uma nova...

A frase do comandante do Exército, Eduardo Villas Boas (“Os militares precisam ter a garantia para agir sem o risco de surgir uma nova Comissão da Verdade”) seria infeliz se viesse de um general de um posto qualquer. Fica grave vinda do comandante do Exército. Mas, devido ao momento, resvala em uma crise. A intervenção na Segurança no Rio de Janeiro veio recheada de teorias e contradições. Muitos temem que seja mais um passo no golpe desencadeado com o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Com os Três Poderes comprometidos, ninguém duvide que há nos quartéis aqueles que pensam que é chegada a hora de uma intervenção mais radical. Portanto, o general Villas Boas perdeu uma boa oportunidade de ficar calado – mais, de colocar um ponto final nesse tipo de especulação.

A frase do comandante levou o advogado Antonio Carlos Almeida Castro, o Kakay, que defende políticos investigados na Operação Lava Jato, a protestar. Segundo relato a um colunista, Kakay afirmou: “General não tenha medo da Comissão da Verdade. Basta não torturar, não fazer mandados de condução coletivos nas favelas, não passar por cima dos direitos e garantias constitucionais. Ninguém que cumpre a Constituição tem medo de nenhuma Comissão da Verdade.”

 

Omissão esperta

O prefeito Marcelo Crivella voltou a negar e a contrariar a realidade ao repetir que a cidade do Rio de Janeiro teria reagido bem ao temporal da semana passada. Um dos argumentos usados pelo bispo para tentar convencer a população foi de que sistemas de alarme soaram em dezenas de comunidades permitindo que saíssem de suas moradias para buscar abrigo em local seguro. O alcaide, espertamente, omitiu que o citado esquema passou a ser instalado em inúmeros municípios do país depois da ocorrência de outra grande tempestade por orientação da então presidente Dilma Rousseff, que Crivella ajudou a derrubar.

 

Para fora

Após a crise internacional de 2008, o Brasil voltou a registrar recorrentes déficits em Transações Correntes – entre 2008 e 2016 o déficit acumulado chegou a mais de US$ 500 bilhões. Boa parte desta perda veio da remessa de lucros e dividendos – cerca de US$ 205 bilhões.

O envio de capital para fora é uma das consequências da transferência do controle de empresas nacionais para estrangeiras, prática que pouco contribui para o aumento da taxa de investimento nacional, mas que pressiona as contas externas permanentemente.

 

Minas

Flávio Roscoe encabeça a chapa única para a eleição da Federação das Indústrias de Minas (Fiemg), marcada para 12 de abril. Roscoe está à frente do Grupo Colortextil, é dirigente da Federação há 16 anos e preside o Sindicato das Indústrias Têxteis de Malhas de Minas (Sindimalhas). A posse para o quadriênio 2018 a 2021 está marcada para 24 de maio, Dia da Indústria.

 

Rápidas

Nesta quarta-feira, haverá um Ato Nacional em Defesa da Petros. A concentração no Rio será às 12h30, no Edisen (Av. Henrique Valadares, Centro) *** A Marfrig Global Foods contratou Tiago Asprino para diretor de Recursos Humanos *** O grupo Show de Bola volta ao público do Caxias Shopping nesta sexta-feira *** O IAG – Escola de Negócios da PUC-Rio está com inscrições abertas para os cursos de MBA e Formação em RH. Detalhes em www.iag.puc-rio.br *** A FMP/Fase está com inscrições abertas para pós-graduação em Nutrição Esportiva e Estética *** O Carioca Shopping terá nesta sexta-feira um posto de vacinação contra a febre amarela, das 10h às 16h *** A FGV recebe na sexta-feira o encontro “O futebol nas fronteiras: linguagem, artes, cultura e lazer”. Inscrições: http://cpdoc.fgv.br/noticias/eventos/23022018 *** Em São Paulo, a FGV realiza, de 26 de fevereiro a 2 de março, a quinta edição da Semana de Educação Executiva, com dez palestras gratuitas. Detalhes em http://mgm-saopaulo.fgv.br/eventos/5-semana-de-educacao-executiva-2602-0203 *** A ClickSoftware anuncia a nomeação de Mark Cattini como novo CEO *** A Fecomércio MG realiza nova edição do Seminário de Direito Tributário, em 27 de fevereiro *** O “prata da casa” Danilo Rolim Rocha é o novo vice-presidente de Recursos Humanos da Scania Latin America *** A Associação Nacional das Corretoras (Ancord) divulgou a programação dos próximos cursos previstos para os mercados financeiro e de capitais: www.ancord.org.br/educacionalcertificacoes/educacional/

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Ameaça de demissões expõe crise na Saúde

Piso de menos de 4 SM para enfermagem revela desvalorização.

Qual a parcela de culpa da Ericsson no terrorismo?

Multi sueca é processada por pagar propina no Iraque que teria chegado ao Estado Islâmico.

BC eleva juros, mas inflação segue disseminada

Remédio errado a partir de diagnóstico equivocado.

Últimas Notícias

Dívida do Rio cairá para menos da metade se corrigida pelo IPCA

Alerj vai ao STF para recompor perdas com ICMS dos combustíveis e energia.

Cinco gigantes estatais chinesas abandonam Bolsa de Nova York

Anúncio ocorre em meio a tensão entre China e EUA; ações seguirão negociadas em Hong Kong e Xangai.

Desemprego cai em 22 das 27 unidades da federação

Tocantins teve maior recuo no segundo trimestre do ano.

TCU encontra brechas na segurança de informação federal

Equipamentos pessoais constituem risco de entrada para ataques.

Brasilux entra no mundo do metaverso

Empresa cria evento com a apresentadora Renata Fan em auditório virtual.