Quem não te conhece que te compre

Brasileiros com pouca informação sobre Portugal acreditaram na lorota contada pelo presidente Michel Temer de que os patrícios saíram da crise apoiados em severo controle de gastos, tal qual o governo brasileiro pretende implementar. Em primeiro lugar, a crise em Portugal segue forte. As projeções para a economia portuguesa apontam para uma desaceleração do PIB, de 1,6%, em 2015, para 1,1%, percentual inferior ao projetado pelo Banco Central Europeu (BCE) para a área do euro (1,7%), e “revela a persistência de constrangimentos estruturais idiossincráticos ao crescimento econômico”, nas palavras do Banco de Portugal (BC).

O consumo privado deve cair de 2,6% para 1,8%; a formação bruta de capital fixo (investimentos) sairá de crescimento de 4,5%, ano passado, para queda de 1,8%. Os bancos privados, um a um, estão indo para o vinagre. Entre agosto de 2015 e agosto deste ano, a dívida do setor público cresceu 5,7% (o endividamento privado caiu 0,5%), resultando em um débito equivalente a 395% do PIB. Será este o porto aonde Temer pretende chegar?

Em segundo lugar, a situação só não é pior devido à política do BCE, que tem injetado dinheiro na economia europeia através da compra de títulos, jogando os juros para patamares mínimos. Mas isto é o oposto do que a sábia equipe econômica de Henrique Meirelles defende.

Risco elevado

Sete em cada dez (mais precisamente, 76%) grandes empresários considera que investir em infraestrutura no Brasil tem risco elevado e acima da média mundial. De forma geral, os empresários seguem com percepção negativa, com 69% avaliando o ambiente para negócios em infraestrutura de forma “ruim ou péssima”; outros 28% enxergam como “regular”; e 3%, como “bom”.

A conclusão é de pesquisa “Soluções para Expansão da Infraestrutura” realizada pela Câmara Americana de Comércio (Amcham) e Abdib, com 250 empresários e executivos, no último dia 21, em São Paulo.

Os executivos (42%) ainda não percebem melhorias na coordenação dos assuntos relacionados ao segmento no Governo Federal, enquanto 24% notam avanços “em partes”. Menos de um terço (32%) já enxergam melhorias no setor com a presidência de Michel Temer. E 92% apontam o atual patamar da taxa de juros como entrave para atração de recursos e investidores.

Carrinho cheio

O aniversário do supermercado Guanabara já é um acontecimento no Rio de Janeiro. Alguns números dos produtos campeões de venda nos primeiros dez dias revelam as tendências do carioca: foram 8 milhões de latas de cerveja, mais que as caixas de leite longa vida (6,4 milhões). O consumo de açúcar chegou a 3 milhões de quilos, o que faz temer pela saúde dos clientes. Pelo menos as cáries parecem afastadas: foram vendidos 2,8 milhões de tubos de creme dental.

As ofertas, que outros mercados acabam sendo obrigados a acompanhar, influenciam até o índice de inflação do mês.

À deriva

O deputado estadual Paulo Ramos (PSOL-RJ) entrou com ação no Ministério Público contra a alteração nos horários das barcas que trafegam na Baía de Guanabara. A redução do número de viagens, benesse do governo estadual à concessionária com a promessa de limitar o aumento da tarifa, prejudica os usuários.

Concentração

A compra da Time Warner pela AT&T deve implicar aumento de preços. “A razão para executivos não falarem em redução de preços quando há fusões e aquisições é porque ela não ocorre”, disse Matt Wood, diretor do grupo de advocacia Free Press, ao Center for Public Integrity. Cinco meses após finalizar a aquisição da DirecTV por US$ 49 bilhões, a AT&T anunciou que vai aumentar os preços de serviço de banda larga, bem como a companhia de televisão por satélite avisou que vai elevar os valores cobrados dos clientes.

Rápidas

Sócio-diretor da Meta Consultoria e Comunicação, o jornalista e advogado Nilson Mello fala sobre o “Pensamento Político-Filosófico de Norberto Bobbio” nesta sexta-feira, às 10h, dentro do Ciclo de Conferências de Filosofia do Direito do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), no Rio de Janeiro. O endereço é Av. Marechal Câmara, 210. 2º andar *** Tiradentes (MG) recebe o Fórum do Amanhã, que reunirá empreendedores sociais, empresários, jornalistas, artistas e jovens lideranças entre 24 e 27 de novembro *** Será lançado nesta quinta-feira, em Porto Alegre, o aplicativo 4all, plataforma que promete facilitar situações cotidianas como fazer compras, estacionar o veículo, pedir comida e agendar serviços, tudo num app só. A jovem empresa gaúcha comemora a marca de 8 milhões de usuários, mesmo antes da apresentação oficial ao mercado *** A CVM adiou, após pedido de vistas de um diretor, a conclusão do julgamento que apura responsabilidades de Henrique Pizzolato e mais dois administradores do Banco do Brasil acerca de possíveis irregularidades relacionadas às ações de marketing e propaganda desenvolvidas pelo Fundo de Incentivo Visanet. O relator defendeu multa de R$ 500 mil para o ex-diretor, que está preso da Papuda por conta do mensalão.

Artigo anteriorMenos, Temer, menos
Próximo artigoMas…
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Vacinas vendidas por até 24x o custo de produção

Aliança denuncia altos lucros dos laboratórios.

Energia rara e cara

Modelo equivocado colocou Brasil entre os campeões de tarifas elevadas.

União perde bilhões de dólares no petróleo

Lei isentou campo mais produtivo de pagamento de participações especiais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado odontológico cresce com procedimentos estéticos

Instituto teve faturamento de R$ 3,3 milhões em 2020, em plena pandemia.

Porter Airlines lançará EUA jatos E-Jets da Embraer

Após divulgar seus planos para uma grande expansão na América do Norte com um pedido firme para 30 jatos E195-E2, e direitos de compra...

Fitch publica relatório sobre locadoras no Brasil

A Fitch Ratings publicou relatório especial sobre as expectativas e os desafios das locadoras de veículos no Brasil. O documento analisa as tendências que...

Banco do Brasil já lucrou R$ 10 bi este ano

Influenciado pelo crescimento do crédito e pela queda nas provisões (reservas financeiras para cobrir eventuais calotes), o Banco do Brasil (BB) lucrou R$ 5,032...

B3 está negociando o primeiro ETF em Ethereum da América Latina

A B3 lançou nesta quarta-feira (4) o primeiro ETF que replica o preço do ethereum seguindo o índice CME CF Ether Reference Rate, um...