Quênia inicia embarque de abacates frescos para o mercado chinês

O primeiro lote de abacates frescos cultivados no Quênia e destinados ao mercado chinês foi anunciado nesta terça-feira em uma cerimônia com a presença de altos funcionários do governo, diplomatas e executivos do setor.

Funcionários trabalham na fábrica da Sunripe na cidade de Limuru, condado de Kiambu, Quênia, em 2 de agosto de 2022. (Xinhua/Dong Jianghui)

Xinhua - Silk Road

 

Nairobi, 2 ago (Xinhua) — O primeiro lote de abacates frescos cultivados no Quênia e destinados ao mercado chinês foi anunciado nesta terça-feira em uma cerimônia com a presença de altos funcionários do governo, diplomatas e executivos do setor.

O Quênia se tornou o primeiro país africano a exportar abacates frescos para a China, em um movimento para aumentar ainda mais os laços econômicos entre os dois países.

David Osiany, secretário-chefe administrativo do Ministério da Industrialização, Comércio e Desenvolvimento Empresarial, disse que, ao exportar abacates frescos para a China, os ganhos em divisas do Quênia devem aumentar e desencadear a vitalidade econômica no país.

“A exportação de abacates frescos para a China é um feito monumental que impulsionará nossa economia e beneficiará os principais participantes da cadeia de valor do abacate, incluindo os agricultores”, disse Osiany.

Outras autoridades que participaram da cerimônia de embarque incluem Zhang Yijun, Ministro Conselheiro da Embaixada da China no Quênia.

“Acreditamos que a exportação de abacates frescos do Quênia para a China possui um enorme potencial”, disse Zhang.

Oficiais de agências reguladoras, líderes do setor e representantes de agricultores prestigiaram a cerimônia, a qual representa o início das grandes exportações futuras de abacates frescos para a China.

A empresa chinesa Greechain assinou um acordo com sua contraparte queniana, Sunripe, para facilitar o envio de abacates frescos. Isso ocorreu depois que os dois países assinaram em janeiro dois protocolos para promover o comércio bilateral de abacates e produtos aquáticos.

Com os dois protocolos, o Quênia recebeu luz verde para iniciar a exportação de abacates que atendem aos padrões fitossanitários estabelecidos pelos reguladores chineses.

A Administração Geral das Alfândegas da China, em parceria com o Serviço de Inspeção Sanitária Vegetal do Quênia, esteve envolvida na certificação dos padrões de segurança e qualidade dos abacates cultivados por agricultores quenianos antes de sua exportação para o país asiático.

Garry Du, diretor administrativo da Greechain, disse que a inspeção completa combinada com o investimento em tecnologia avançada de cadeia de frio abriu caminho para a exportação de abacates frescos do Quênia para a China.

O Quênia está entre os maiores produtores de abacate do mundo, chegando ao primeiro lugar no ano passado na África, em termos de exportação desta fruta, valorizada por suas propriedades nutricionais e medicinais.

Benjamin Tito, diretor da Horticultural Crops Directorate, disse que em julho, o país exportou 11,2 milhões de quilos de abacate, rendendo 1,5 bilhão de xelins (12,6 milhões de dólares americanos) ao erário público.  Fim

Membros da equipe fazem os preparativos finais para a saída do primeiro lote de abacates frescos cultivados no Quênia e destinados ao mercado chinês na fábrica Sunripe em Limuru Town, condado de Kiambu, Quênia, em 2 de agosto de 2022. (Xinhua/Dong Jianghui)

Uma pessoa da equipe organiza caixas de abacates frescos na fábrica da Sunripe na cidade de Limuru, condado de Kiambu, Quênia, em 2 de agosto de 2022. (Xinhua/Dong Jianghui)

Um funcionário carimba o rótulo em uma caixa com abacates frescos na fábrica Sunripe na cidade de Limuru, condado de Kiambu, Quênia, em 2 de agosto de 2022. (Xinhua/Dong Jianghui)

Um caminhão, com o primeiro lote de abacates frescos cultivados no Quênia e destinados ao mercado chinês, sai da fábrica Sunripe na cidade de Limuru, condado de Kiambu, Quênia, em 2 de agosto de 2022. (Xinhua/Dong Jianghui)

Membros da equipe colocaram abacates frescos em caixas na fábrica da Sunripe na cidade de Limuru, condado de Kiambu, Quênia, em 2 de agosto de 2022. (Xinhua/Dong Jianghui)

Leia também:

Shanghai recebe primeiro lote de abacates frescos importados do Quênia

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China intensifica reforma de classificação de risco no mercado

A China intensificou a reforma no setor de classificação de créditos, à medida que novas regras para melhorar os padrões e regulamentações do setor entraram em vigor em 6 de agosto, em meio ao esforço mais amplo do país para reduzir os riscos financeiros e liberar ainda mais o potencial de seu enorme mercado de títulos.

China aprimora serviços de transporte para atender viagens de verão

A China vem aprimorando os serviços de transporte ferroviário e aéreo na corrida de viagens de verão, a fim de garantir viagens seguras para os passageiros.

Exportações de NEV da China aumentam 37,6% no ano em julho

As exportações de veículos de nova energia (NEV, sigla em inglês) da China registraram um crescimento anual de 37,6%, chegando a 54.000 unidades em julho, segundo os dados da Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis (CAAM).

Últimas Notícias

Fiagros têm captação líquida satisfatória até junho

Esses fundos entraram em operação em agosto de 2021

Vendas financiadas de veículos leves e pesados crescem pouco

Em relação a julho de 2021, no entanto, queda é de 18,8%

Índices influenciaram o mercado nesta semana

Ibovespa encerrou nesta sexta-feira com alta de 2,33%

Petrobras informa sobre venda de direitos minerários de potássio

A Petrobras informa que iniciou a etapa de divulgação da oportunidade (teaser), referente à venda de seus direitos minerários para pesquisa e lavra de...

China aposta no controle da inflação este ano

BPC: condições favoráveis para manter os preços geralmente estáveis