Radicais da Economia fomentam greve dos caminhoneiros

Manter sistema de paridade entre preço do combustível aqui e no exterior é coisa de xiitas do mercado.

Os xiitas que habitam o Ministério da Economia arriscam jogar o Brasil em nova greve dos caminhoneiros para manter o dogma de que os preços internos dos combustíveis devem acompanhar os valores internacionais. No ano passado, essa política gerou prejuízos que derrubaram ainda mais o combalido PIB brasileiro.

O que mais espanta – se é que algum leitor ainda se surpreende com algo – é a insistência em manter um sistema apenas porque assim manda a teoria que os neoliberais abraçam. Resta saber se Bolsonaro vai caminhar para a crise ou desautorizar seu posto Ipiranga (quase literal, desta vez), que ficaria se explicando sozinho para o mercado.

 

Remédio mais caro

Os editais das compras centralizadas de medicamentos pelo Ministério da Saúde reduziram a competitividade das licitações, avalia o Tribunal de Contas da União (TCU), apesar de ressaltar que não foram encontrados sobrepreços.

O TCU analisou o período compreendido entre 2014 e 2017. A soma dos contratos analisados chega a R$ 6,8 bilhões. Os auditores anotaram que o uso de pregão presencial em detrimento do eletrônico, além da ausência de cotação parcial ou do total licitado nos editais, impossibilita a participação de empresas de pequeno porte na concorrência, reduzindo as chances de obtenção de propostas mais vantajosas para a administração pública.

 

Ampliação em Santos

A operadora portuária Santos Brasil fechou contrato com a construtora Axxo para a realização das obras de ampliação do cais do Tecon Santos – o maior terminal de contêineres da América do Sul, localizado na margem esquerda do Porto de Santos.

A obra é mais uma etapa do projeto de modernização e ampliação do terminal. Terá investimentos de aproximadamente R$ 150 milhões e ampliará em 220 metros o cais acostável. Com isso, a Santos Brasil passará a ter capacidade de receber simultaneamente até três navios New Panamax (366 metros) no Tecon Santos, e mais um navio no TEV (Terminal de Veículos). A previsão da companhia é investir aproximadamente R$ 300 milhões no terminal entre 2018 e 2019.

 

Aperto do leão do Norte

O IRS (a Receita Federal norte-americana) divulgou uma nova regra que pode atrapalhar os planos de brasileiros que pretendem abrir empresa no Grande Irmão do Norte. A norma, que entra em vigor dia 13 de maio, determina que apenas indivíduos com o número de segurança social (SSN) ou o número de identificação individual do contribuinte (ITIN) podem dar andamento à abertura de empresa em território norte-americano e solicitar o número de identificação dos empregadores (EIN) para finalizar declarações fiscais e relatórios contábeis obrigatórios daquele país.

Michel de Amorim, contador público e sócio-fundador da Drummond Advisors, aponta duas saídas: “Contratar um prestador de serviço para que atue como representante legal da empresa ou adicionar um sócio que possua o SSN e o ITIN.”

 

Imediatismo míope

A reforma da Previdência não beneficiará empresas, pois as alíquotas seriam as mesmas. Assim, o apoio de empresários se dá por ignorância ou esperança no sistema de capitalização, que promete reduzir a parte patronal mas criará um rombo futuro. Vende-se almoço para pagar a janta.

 

Rápidas

O professor de Direito Financeiro da Universidade de Coimbra (Portugal) José Casalta Nabais fará palestra no seminário sobre “Políticas públicas e tributação – uma visão cosmopolita”, que o Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) realizará nesta quinta-feira, das 10h às 12h, no Centro do Rio. Inscrições: iabnacional.org.br/eventos *** Para ajudar aqueles que deixaram a declaração de IR para última hora, o Centro Universitário Internacional Uninter realiza um mutirão de dúvidas nesta quinta-feira, das 18h30 às 20h via facebook.com/Ci%C3%AAncias-Cont%C3%A1beis-Uninter-2012565065691571/ *** E a Anhanguera de Niterói oferecerá, também na quinta, plantão de atendimento gratuito, na Av. Visconde do Rio Branco, 123, Centro *** Jorge Luiz Ribeiro de Oliveira, vice-presidente de Operações da ArcelorMittal Aços Planos América do Sul, tomará posse como presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM) para o biênio 2019/2020 nesta quarta-feira *** Na quinta, a Câmara Espanhola apresentará as oportunidades de negócios no país e incentivos do governo espanhol. Será na Fecomércio RJ (Rua Marquês de Abrantes, 99, Flamengo).

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Alta dos preços leva a aumento de protestos

Agitação em países onde manifestações eram raras preocupa FMI.

Montadoras não vieram; demissões, sim

Promessas de Doria e Bolsonaro para fábrica da Ford não passaram de conversa para gado dormir.

Ganhos de motoristas de app desabam

Renda média é de pouco mais de 1,5 salário mínimo.

Últimas Notícias

Câmara deve colocar em votação PL que desonera tarifas de energia

Em 2021, o Brasil passou pela pior crise hídrica em mais de 90 anos

Metodologia para participação de investidor estrangeiro

Serão considerados os dados de liquidação das operações realizadas no mercado primário nos sistemas da B3

Fitch eleva rating do Banco Sicoob para AA (bra)

Houve melhora do perfil de negócios e de risco da instituição

Petrobras Conexões para Inovação cria robô de combate a incêndio

Estatal: Primeiro no mundo adaptado para a indústria de óleo e gás