23.8 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 25, 2021

Rainha da Inglaterra

A cientista política Ceci Juruá, diretora do Sindicato dos Economistas do Rio de Janeiro, criticou a nomeação de Henrique Meireles para a presidência do Banco Central, citando o economista Paulo Nogueira Batista Jr., da Fundação Getúlio Vargas, para quem, “confirmado o mandato fixo por quatro anos para o BC, será a primeira vez em que o governo renuncia antes de assumir”.

Locaute parcial
O movimento na Venezuela que alguns jornais insistem chamar de greve geral completou ontem um mês. Se fosse realmente geral, o país já teria entrado em colapso. No entanto, desde o terceiro dia do movimento a chamada grande imprensa (des)informa que “começa a faltar gasolina”. A mesma notícia é repetida um mês depois, sem maiores explicações. Na verdade, a paralisação se limita à estatal (mas ainda controlada, em boa parte, pelo antigo regime venezuelano, em benefício dos EUA) PDVSA, ao comércio de bairros de classe média da capital Caracas e de mais duas cidades e aos bancos – neste último caso, fechados por ordem dos proprietários. Dando o nome aos bois, a greve geral é um locaute parcial. Sendo que, no caso do setor bancário, as agências abrem duas horas por dia, já que, ideologia à parte, banqueiro não rasga dinheiro; acaba funcionando como aquele cara que fazia greve de fome, mas com direito a um grande sanduíche com chocolate quente no final da noite.

Dinheiro extra
A Caixa Econômica Federal inicia no dia 13 mais uma fase de pagamento das diferenças do FGTS provenientes dos planos Verão e Collor I. É a vez dos trabalhadores que firmaram sua adesão e têm direito a receber entre R$ 2 mil e R$ 5 mil. O crédito será feito em cinco parcelas semestrais e a primeira parcela corresponde a um quinto do valor a que o trabalhador tem direito. A CEF estima que devam ser pagas nesta fase mais de 1,6 milhão de contas. Também no próximo dia 13 acontece o pagamento da segunda e última parcela para quem tinha a receber entre R$ 1 mil e R$ 2 mil.

Fila furada
Há alguns dias o Magazine Luiza – forte em São Paulo, mas que tem parte de suas 127 lojas em Minas Gerais, Paraná e Mato Grosso do Sul - vem divulgando a “maior  liquidação varejista do país”. Será neste sábado. Mas, segundo a divulgação da empresa, muitas lojas já registram, há alguns dias, enormes filas de consumidores. Seria socialmente mais correto evitar, e não estimular, tais atos. Não só pelo desconforto, mas também pela questão da segurança. O Magazine Luiza poderia inventar uma fórmula que não expusesse tanto seus clientes.

Prêmio indevido
Ano Novo, apagão velho. Quem passou a virada de 2002 para 2003 em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio, pôde constar que o aumento de 28,5% concedido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) à Cerj não impediu que a empresa brindasse os consumidores daquele municípios com seguidos cortes de energia no último dia do ano passado. Em alguns lugares do município, a interrupção chegou a durar dez horas. Os moradores, entusiasmados, atribuíam à Cerj nomes impublicáveis por uma coluna educada.

Popularidade virtual
Um primo distante da Velhinha de Taubaté que acreditou na popularidade que a imprensa “chapa branca” atribuiu ao ex-presidente FH ficou desapontado com a saída à francesa do tucano. O primo da Velhinha se preparara pacientemente para assistir a FH descer a rampa pela frente e ser ovacionado pela multidão. Mais cético, o tucano optou por sair pelos fundos.

Cosmopolita
O embarque de FH para Paris, mostra que, diferentemente de críticas mais renitentes, o tucano manteve sua coerência até o fim. Afinal, para quem governou com os olhos para o exterior, nada mais lógico do que morar no circuito Helena Rubistein.

Lobby
O anúncio oficial do ministério de Lula mostrou que a turma do mercado financeiro não erra apenas os prognósticos para a área econômica. A esmagadora maioria dos ministros “nomeados” por esses oráculos restringiu sua posse às páginas de jornais e revistas.

Artigo anteriorTucano virtual
Próximo artigoPrimeiro Mundo
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Incerteza da população ou dos mercados?

EUA e Reino Unido espalham suas expectativas para os demais países.

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Copom está alinhado com maioria da expectativa do mercado

Considerando foco na inflação de 2022, estamos considerando agora que BC começará a aumentar Selic em maio e não em agosto.

Primeira prévia dos PMI’s e avanço da Covid-19

Bolsa brasileira sucumbe ao terceiro dia de queda, mediante aos temores fiscais.

Exterior em baixa

Queda acontece em meio às preocupações com problemas para obtenções de vacinas.

Más notícias persistem

Petróleo negociado em NY mostrava queda de 2,60% (afetando a Petrobras), com o barril cotado a US$ 51,75.

Mercado reagirá ao Copom e problemas internos

Na Europa, Londres teve alta de 0,41%. Frankfurt teve elevação de 0,77%. Paris teve ganhos de 0,53%.