30.1 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, janeiro 15, 2021

Ranking pode dificultar investimentos de curto prazo

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) planeja lançar um ranking para avaliar o perfil dos participantes de ofertas inicias de ações e identificar os investidores que têm como principal objetivo lucrar no curto prazo, os chamados de flipers.
De acordo com o superintendente de operações da Bovespa, Ricardo Pinto Nogueira, a análise será feita antes da estréia de ações de determinada empresa e levará em conta as três ou quatro últimas operações realizadas pelo investidor de varejo em ofertas públicas anteriores recentes. O executivo destacou que somente empresas que incluírem o interesse em seus prospectos poderão utilizar o ranking.
“Muitos deles (flipers) vendem ações antes mesmo da abertura do pregão e ocupam um espaço que o investidor de longo prazo gostaria de ocupar, mas acaba comprando menos ações do que gostaria”, afirmou o superintendente, que destaca a importância de garantir aos investidores de longo prazo mais oportunidades. Para Nogueira, o investidor de curto prazo atrapalha quem quer ficar mais tempo com o papel.
Segundo o superintendente, a demanda pelo assunto veio das empresas. “Elas sabem que as pessoas físicas têm interesse, mas não aumentam a oferta para o varejo por conta do fato que grande parte dessas pessoas pretende vender os papéis nos primeiros dias”, analisa. Nogueira garante, no entanto, que o investidor de curto prazo não será impedido de comprar ou vender ações. “Mas, nesses casos, a prioridade será do investidor de longo prazo”, completa o executivo que esteve presente no 9º Encontro Nacional de Relações com Investidores e Mercado de Capitais, realizado nessa segunda-feira em São Paulo.
Investidores pessoa física, atuando em suas próprias residências, têm movimentado diariamente cerca de R$ 500 milhões na Bovespa, registrando até 60 mil negócios diários.

Artigo anteriorÉ o sol, estúpido
Próximo artigoNo chão
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.

Vendas no varejo surpreenderam negativamente

Surpresa foi tanto no quesito restrito (-0,1%) e no quesito ampliado (+0,6%).

Freio de arrumação

Sabe quando o ônibus está lotado e o motorista pisa fundo no freio? Logo abre espaço para mais gente entrar.

Lewandowski assume tarefa do ministro da Saúde

Supremo quer saber dos estados estoque real de agulhas e seringas.