Rating corporativo da Smartfit é estável

201
Agência de classificação de risco Fitch Ratings
Fitch Ratings. Foto: divulgação

A Fitch Ratings elevou, nesta quarta-feira, para ‘AA+(bra)’, de ‘AA (bra)’, o Rating Nacional de Longo Prazo da Smartfit Escola de Ginástica e Dança S.A. (Smartfit) e de suas oitava e nona emissões de debêntures quirografárias. A perspectiva do rating corporativo é estável.

A Smartfit é a maior empresa do setor na América Latina e a quarta no mundo, em base de alunos, com vantagens competitivas difíceis de serem replicadas por seus pares. De acordo com a agência, estes fatores atenuam os riscos de operar em um segmento discricionário e de baixo custo de migração de seus clientes para outras academias.

O relatório da Fitch destaca a elevação do rating reflete o fortalecimento no perfil de negócios e na rentabilidade da Smartfit, resultantes do aumento da base de clientes, da maturação das novas unidades e da capacidade de repassar preços e gerenciar custos. A ação contempla, ainda, a expectativa de alavancagem líquida ajustada abaixo de 3,0 vezes no horizonte do rating, a despeito dos fluxos de caixa livres (FCFs) negativos oriundos do agressivo plano de expansão.

O rating da Smartfit incorpora a sua elevada escala na indústria de fitness de baixo custo, a ampla diversificação geográfica em países latino-americanos e sua marca consolidada no setor, que lhe proporcionam vantagens competitivas difíceis de serem replicadas pelos pares. A empresa conta com robusta posição de liquidez e deve preservar alongado perfil de vencimento da dívida.

Espaço Publicitáriocnseg

Na análise da agência de classificação de risco de crédito, a Smartfit tem fortalecido seu posicionamento no segmento fitness nos últimos anos, à medida que aumenta sua base de clientes e de academias nos 15 países onde atua na América Latina. “O ambiente competitivo mais ameno desde a pandemia tem permitido uma aceleração na abertura de unidades, menores custos de ocupação e maior número de clientes por unidade”, destaca o relatório.

Cerca de 60% das receitas e da geração de caixa da empresa são gerados fora do Brasil, em países como México, Colômbia, Chile e Peru, contribuindo para diversificação geográfica.

Geração de Caixa Crescente: O cenário-base do rating considera que a Smartfit continuará ampliando sua base de academias e de clientes nos próximos anos, com expectativa de aproximadamente 550 novas unidades próprias entre 2024 e 2026 e adição anual de 580 mil clientes, em média. Os ganhos de escala sobre as despesas fixas, aliados à gestão orientada por resultados, devem se traduzir em Ebitdar de R$ 2,7 bilhões em 2024 e de R$ 3,1 bilhões em 2025, com margens em torno de 49%, ligeiramente acima dos 47,7% reportados em 2023. A companhia deve gerar fluxos de caixa das operações (CFFO) anuais entre R$ 1,2 bilhão e R$ 1,6 bilhão, beneficiados por baixas necessidades de capital de giro, mas que devem ser integralmente utilizados para financiar os investimentos de R$ 2,9 bilhões no biênio. A Fitch considerou FCF negativo em R$ 400 milhões em 2024 e em R$ 220 milhões em 2025, que se comparam à média anual de R$ 890 milhões negativos entre 2020 e 2023.

Em março de 2024, a dívida total ajustada da Smartfit era de R$ 9,1 bilhões e incluía R$ 2,3 bilhões em debêntures e R$ 1,8 bilhão em empréstimos para capital de giro. A Fitch ajusta a dívida adicionando R$ 5,0 bilhões em obrigações de aluguel, de acordo com metodologia própria.

A Fitch considera a indústria fitness ainda é pouco penetrada na América Latina, com taxas variando de 2,0% a 5,0% da população nos principais países, frente a 10% a 20% em mercados maduros, como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e Espanha. “A crescente preocupação dos indivíduos com a saúde física, combinada à maior disponibilidade de academias a custos acessíveis, tendem a estimular a demanda por estes serviços nos próximos anos”, acredita a agência.

A atualmente elevada fragmentação na indústria também tende a se reduzir à medida que empresas menores e menos capitalizadas não são capazes de acompanhar o crescimento e o nível de serviços vis-à-vis os preços prestados pelas grandes redes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui