Real acelera

O real turbinado está provocando substancial aumento de custos operacionais no transporte rodoviário internacional de cargas. Segundo a Associação Nacional do Transporte de Cargas & Logística (NTC&Logística), esse aumento bateu em 10% em apenas três meses. A moeda americana é utilizada em todas as transações dos transportadores que operam no mercado internacional – ou seja, tanto fretes quanto custos são negociados em dólar. O preço do óleo diesel subiu de US$ 0,59 por litro para US$ 0,65 e o do pneu, de US$ 495,30 para 579,22. O custo por quilômetro de uma viagem entre São Paulo e Buenos Aires (2.500km) estava em US$ 1,1047 há três meses; hoje, pulou para US$ 1,238.

Inviável
Para o presidente da Associação Brasileira dos Transportadores Internacionais (ABTI) e coordenador da Câmara Técnica de Transporte Internacional da NTC&Logística, José Dorneles Michelon, se o dólar continuar em queda livre a elevação dos custos em operações de transporte internacional ficará insuportável. Isso porque o custo de uma viagem entre São Paulo e Buenos Aires fica em torno de US$ 3 mil, enquanto o mercado está pagando fretes em torno de US$ 2 mil.

Buraco
Aficionados por golfe poderão estender a paixão para fora do campo, com o ProTee Golf Simulator 2005, sistema de simulação em que tacos e bolas reais podem ser usados e os resultados computados projetados em uma tela grande. Não é preciso ser milionário: o pacote básico sai por uns 1,5 mil euros e pode ser colocado na sala com apenas um tapete com sensor de grama sintética e o taco à escolha do freguês; as bolas são opcionais. O sistema é modular e completo pode ir a 19 mil euros. Um software será lançado no final deste ano e permitirá a múltiplos usuários jogarem pela Internet. Detalhes em www.protee-united.com

Quase
O filme brasileiro Quase dois irmãos, de Lucia Murat, será exibido hoje no ciclo Psicanálise & Cinema, promovido pela Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio (SBPRJ). A cineasta e o psicanalista Luis Fernando Gallego discutirão as relações que se estabelecem no roteiro do filme, onde um personagem acaba senador da república e o outro chefe do tráfico em um morro do Rio. O início é às 21h, na R. David Campista, 80 -Humaitá.

Avanço russo
O Centro de Análise Macroeconômica e Previsão a Curto Prazo (CAMPCP) da Rússia prevê que esse país receba, nos próximos quatro anos, US$ 83 bilhões em investimentos estrangeiros diretos (IEDs). Esse número, que é duas vezes maior do que as inversões dos 11 anos anteriores, representa média anual de US$ 20,75 bilhões. Caso essa previsão se confirme, nos próximos quatro anos o IED representará de 2,4% a 2,6% do produto interno bruto (PIB). Segundo Oleg Solntsev, analista do CAMPCP, isso colocaria a Rússia no mesmo nível de Brasil, México e Polônia, entre outros países em desenvolvimento. Há apenas sete anos, o país decretou moratória de suas dívidas externa e interna, o que, pelo olhar dogmático do mercado financeiro, deveria torná-lo um pária internacional.

Além do petróleo
A grande maioria dos IEDs na Rússia se concentra na exploração de petróleo. Serguei Reznik,  analista do banco MDM,  salienta, porém, que, em 2004, os investidores diversificaram seu portfólio: “As empresas estrangeiras querem investir no comércio varejista, na construção civil, na indústria alimentar, ou seja, nos ramos estimulados pela elevada procura por parte dos consumidores”, destaca Reznik.

Lacuna
Se a disputa entre PT e PSDB se concentrar em quem corta mais verbas para investimentos e para o custeio dos serviços públicos, está aberta uma ampla avenida para um candidato que não confunda os interesses da clientela da especulação internacional com os dos brasileiros que vão as urnas em 2006.

Artigo anteriorACESITA
Próximo artigoParaíso na Terra
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Indústria do Brasil cai menos que mundial na pandemia

‘Soluço’ não detém trajetória de queda iniciada no final dos anos 1980.

Batendo palma para maluco dançar

CPI precisa ser ágil para não deixar governistas propagarem mentiras impunemente.

Cristiano Ronaldo, Coca-Cola e Nelson Rodrigues

Atitude do craque português realmente derrubou ações da companhia de bebidas?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Indústria do Brasil cai menos que mundial na pandemia

‘Soluço’ não detém trajetória de queda iniciada no final dos anos 1980.

STF confirma decisão que considera Moro parcial no caso do triplex

Marco Aurélio e Luiz Fux votaram contra parcialidade do ex-juiz.

Salles pede para sair

Alvo de investigações, ministro do Meio Ambiente teve exoneração publicada em edição extra do D.O.U.

Resultado do Dia dos Namorados confirma recuperação dos shoppings

Levantamento revela alta de 134,4% nas vendas da data comemorativa.

Imóveis de um quarto são os mais rentáveis para investidor

Bairros com maior rentabilidade para investidores não estão localizados no centro das cidades.