Refluxo

A oposição venezuelana sofreu mais um baque no seu suporte internacional, que tem no governo Bush um dos seus principais sustentáculos. Reunida, esta semana, em Genebra, Suíça, a Assembléia Anual da Organização Internacional do Trabalho (OIT) excluiu da sua representação a Confederação de Trabalhadores de Venezuela (CVC), que apoiou o golpe contra o presidente Chávez e a privatização da PDVSA. Para seu lugar, foi eleita a União Nacional de Trabalhadores (UNT), criada depois do saneamento da PDVSA.

Causa
O esgoto que jorra em Brasília não deve turvar a essência dos fatos. A comprovar-se a existência do mensalão – questão central da investigação pela CPI – esse instrumento tinha como objetivo primordial garantir, por meios poucos ortodoxos, a aprovação da agenda da política econômica, carente de sustentação social e política. Resta saber se, como disse o deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), a “fonte secou”, como o governo pretende obter o apoio do Congresso a sua opção de aprofundar a política recessiva.

Esquizofrênico
Integrantes do mercado financeiro classificaram de “assustadora” a reação do setor ao depoimento do deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ). Considerando fortíssimas as acusações feitas por Jefferson, esses integrantes diziam-se perplexos diante da alta da Bovespa, de 3,38%, depois de iniciar o pregão em queda que chegou a 2,3%. O fato de ser  véspera de vencimento de índices também ajudou a amplificar os negócios, que movimentaram R$ 2,1 bilhões, contra cerca de R$ 900 milhões na véspera.

Gaúcho
A visão do Rio Grande Sul sobre a situação política e social do país será abordada pelo governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, no Fórum de Debates Políticos e Empresarial ADVB2005. Rigotto terá como tema “Perspectivas do Desenvolvimento Brasileiro”. O evento será realizado no Clube Atlético Monte Líbano (Av. República do Líbano, 2267, Ibirapuera, São Paulo), no próximo dia 20, das 12h às 14h30. Informações pelo telefone (11) 3372-3800 ou [email protected]

Cabeça
Saúde ou doença são estados de equilíbrio e grandes alegrias ou tristezas podem desestabilizar o homem. Essa é a tese de Maria Beatriz Breves Ramos, física e psicanalista da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ), no livro A Fronteira do Adoecer – o sentir e a psicossomática (editora Mauad). O lançamento acontecerá nesta quarta-feira, na Livraria da Travessa (R. Visconde de Pirajá,572, em Ipanema), a partir das 20h.

Podres poderes
As denúncias destiladas pelo deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) também respingaram na imprensa. “Chapa branca”, jornalismo virtual, “imprensa tucana”, “acerto por cima” foram apenas alguns qualificativos sacados por Jefferson sem ser contestado por nenhum parlamentar.

Anatomia do poder
Desencravar a unha ou cravar a faca?

Artigo anteriorHaraquiri
Próximo artigoVentilador
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Na pandemia, BNDES vendeu ações que agora valem o dobro

Em nove meses, banco perdeu R$ 8 bi só em 1 operação.

Desigualdade, Big Tech e EUA são maiores ameaças à democracia

7 em 10 chineses avaliam que seu país vai bem na questão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Inflação oficial fica em 0,31% em abril

Grupo com alta relevante no mês foi alimentação e bebidas (0,40%), devido ao comportamento de alguns itens.

Manhã de hoje é negativa em quase todo o mundo

Em Nova Iorque, Dow Jones e S&P futuros cediam 0,10% e 1,04%, respectivamente.

Projeção da Selic é de 5% no final deste ano

Para o ano que vem, analista projeta 6,5%, dado o alerta do Copom sobre o ritmo de normalização após reunião de junho.

Dia começando ruim nos mercados globais

Ontem, os mercados abertos na parte da tarde desaceleraram, com o Dow Jones fechando em queda de 0,10%.

Shoppings: menos sacolas e mais entretenimento e serviços

Shopping não será mais um destino de aquisição de produtos e sim uma nova forma de usufruir dos serviços.