Reforma no benefício dos outros é refresco

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou a pauta das alterações na Previdência Social. Duas, porém, praticamente já eliminam a necessidade das demais: “Separar Previdência Social de Assistência Social” e “Retirar a aposentadoria rural”. Feio isto, o sistema passa a ser superavitário, como já demonstrou inúmeras vezes a Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal. Se a Assistência Social for financiada com os recursos criados para este fim pela Constituição de 1988, o déficit desaparece “misteriosamente”. Ele só existe porque valor recolhido com as contribuições é desviado para o pagamento de juros da dívida.

O presidente da CNT, Clésio Andrade, defende que a área passe por uma profunda reforma, a ser discutida com toda a sociedade, caso contrário, há o risco de falência da Previdência nos próximos anos. Mas reforma no olho dos outros é refresco. Para o próprio setor, Andrade defende firmemente a desoneração da folha de pagamento (um dos motivos de fortes críticas a Dilma Rousseff e seu ministro da Fazenda, Guido Mantega) e acena com um vago “temos que definir modelos inteligentes de custeios, prever alguns mecanismos compensatórios para contribuintes PJ intensivos de capital”

Para a plebe, a CNT quer estabelecer critérios para a idade mínima para aposentadoria, começando com 70 anos para homens e 65 para mulheres; rever os planos de pensão, mantendo pensões para cônjuges e companheiros; não permitir acúmulo de pensões; estabelecer teto para pagamento desse benefício; acabar com pensões especiais e vitalícias; e desvincular pensões do reajuste do salário mínimo.

Justiça

Clésio Andrade, ex-senador, tem várias denúncias sendo investigadas na justiça. Mês passado, o ministro Gilmar Mendes, do STF, autorizou a abertura de inquérito para investigar manobra na CPI dos Correios, envolvendo também o senador Aécio Neves e o prefeito do Rio, Eduardo Paes. Clésio Andrade ainda é réu no mensalão mineiro.

Fiel

A Anefac e o Fipecafi, junto com a Serasa Experian, anunciam os vencedores do Troféu Transparência deste ano. A premiação busca reconhecer o valor da transparência e a importância de ser fiel ao que de fato acontece na empresa. “Isso traz benefícios, como redução do custo de capital, melhoria do crédito, entre outros”, afirmam os organizadores.

Mas sempre é um risco. Ano passado, por exemplo, um dos vencedores foi a Gerdau, que este ano está sendo acusada de atuar irregularmente no Carf para se livrar de multas bilionárias. O presidente do grupo, André Gerdau, foi indiciado pela PF na Operação Zelotes, e este mês o Carf determinou o pagamento de R$ 4 bilhões.

P&D dos Brics

As agências de financiamento dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) estão com inscrições abertas para consórcios de entidades de pesquisa e desenvolvimento de tecnologia que representem ao menos três países do grupo. O Projeto Piloto na Área de Pesquisa e Desenvolvimento Multilateral no Âmbito dos Brics visa incentivar P&D conjunto, fornecendo apoio.

Com o objetivo de encontrar parceiros de outros países, potenciais participantes podem utilizar o Brics-TTN, uma plataforma online desenvolvida pela Unido (Centro de Cooperação Industrial Internacional da Rússia) e pela Rede de Transferência de Tecnologia da Rússia com o objetivo de apoiar a transferência de tecnologia entre os países do grupo.

A informação completa sobre o projeto pode ser encontrada em http://brics.rfbr.ru/rffi/eng/brics. O prazo de inscrição é até 25 de agosto.

De Gaulle

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, está acostumado – com a complacência da mídia amiga – a desdenhar e fazer piada dos problemas de sua gestão, que não são poucos. Mas a brincadeira que fez com relação à equipe australiana afetou a imagem do Rio na imprensa mundial. Não faltou quem lembrasse a frase não dita de que “o Brasil não é um país sério”.

Rápidas

O Samsung Ocean USP, parceria entre a Escola Politécnica da USP e a empresa coreana, abre inscrições para uma nova edição do programa de pré-aceleração de startups, chamado “Incentivo ao Empreendedorismo em Ambiente de Tecnologias Digitais Móveis”, ou “Intensivo #5”. Serão dez vagas. Dúvidas podem ser esclarecidas através do e-mail [email protected] *** O Passeio Shopping (RJ) recebe nesta quarta-feira a “Caravana da Ousadia Literária”. O evento, idealizado pela escritora Elaine Marcelina, vai unir literatura, música, teatro e muito mais. A partir das 16h, no 2º piso *** O Shopping Jardim Guadalupe (RJ), junto com o Sebrae, realizará uma série de palestras gratuitas voltadas para microempreendedores individuais. A primeira será nesta quinta, às 16h, e terá como tema “O Microempreendedor Individual para começar bem”. Em agosto, serão feitas oficinas sobre o tema, sempre às quintas, no mesmo horário. Os interessados deverão se cadastrar através do 0800 570 0800 *** Denis Dutra de Oliveira será, a partir de setembro, o novo diretor de Operações da AGCO, fabricante e distribuidora de equipamentos agrícolas, dona da marca Massey Ferguson.

Artigo anteriorSoltar as amarras
Próximo artigoA culpa é da Dilma!
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Empresa pode dar justa causa a quem não se vacinar?

Advogado afirma que companhias são responsáveis pela saúde no ambiente de trabalho.

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

A cabeça do dragão

Por Gustavo Miotti.

Portugueses pedem extensão das moratórias bancárias

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) está pleiteando a prorrogação das moratórias bancárias até 31 de março de 2022”. O...

China libera reservas de metais não ferrosos para reduzir custos

A China disse que continuará a liberar suas reservas estatais de cobre, alumínio e zinco para garantir preços estáveis para as commodities e aliviar...