Relatório lista marcas chinesas como globalmente mais fortes

Várias empresas chinesas figuram entre as marcas mais fortes e de crescimento mais rápido do mundo listadas pelo relatório “Global 500 2022”, da consultoria britânica Brand Finance e publicado na nesta quarta-feira (26). O relatório nomeia o aplicativo de mensagens e chamadas, WeChat, como a marca mais forte do mundo e o serviço de rede social, Douyin, ou sua versão internacional, TikTok, a que mais cresce.

O WeChat, um aplicativo multiuso desenvolvido pela empresa chinesa de internet e tecnologia Tencent, mantém o título pelo segundo ano consecutivo, pois “desempenha um papel integral no dia a dia na China, com seu pacote abrangente de serviços permitindo que os clientes enviem mensagens, façam chamadas de vídeo, peçam comida e comprem online”, explica o relatório da Brand Finance.

Listada em 18º lugar entre as 500 marcas mais valiosas do mundo está a plataforma de vídeo TikTok, ou seu aplicativo correspondente chinês, Douyin. A ascensão deste novo estreante é uma “prova de como o consumo de mídia está mudando”, observa o relatório. “Com sua oferta de conteúdo de fácil assimilação e entretenimento, a popularidade do aplicativo se espalhou por todo o mundo”, acrescenta, e que “também atuou como uma ferramenta criativa e forneceu uma forma de as pessoas se conectarem durante o confinamento”.

As marcas de automóveis chinesas também “deram grandes passos e contrariaram a tendência global de crescimento negativo no setor”, diz o relatório, acrescentando que a BYD, fabricante líder de veículos de nova energia da China, é a marca que mais cresce no setor com um aumento de 100% no valor da marca.

Segundo a Agência Xinhua, o setor de tecnologia é novamente o mais valioso, de acordo com o relatório. A Huawei, o principal fornecedor global de infraestrutura de tecnologia da informação e comunicação e dispositivos inteligentes, recuperou sua posição entre as dez marcas mais valiosas do mundo, pois vem “intensificando fortemente os investimentos tanto em empresas nacionais de tecnologia quanto em P&D (pesquisa e desenvolvimento), além de voltar seu foco para os serviços em nuvem”.

Leia também:

Mercado financeiro aumenta previsão de inflação para este ano

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Healthtechs e edtechs rivalizam com fintechs por investidores

Startups de saúde e de educação se aproximam das empresas de tecnologia financeira na disputa pelos aportes

Conab aponta para safra de café em 53,4 milhões de sacas

Nos quatro primeiros meses, país já exportou 14,1 milhões de sacas de 60 kg; volume é 10,8% menor que o exportado em igual período de 2021.

FIIs do Hospital da Unimed Campina Grande está sendo negociado na B3

Ativo soma-se ao portifólio de produtos que possibilitam ao investidor qualificado a diversificação de sua carteira

Últimas Notícias

Quatro em 10 brasileiros pretendem pedir crédito nos próximos 90 dias

Intenção atingiu maior patamar desde junho de 2021; dívidas são o principal motivo.

Healthtechs e edtechs rivalizam com fintechs por investidores

Startups de saúde e de educação se aproximam das empresas de tecnologia financeira na disputa pelos aportes

Mercados dão continuidade a movimento negativo visto desde ontem

Bolsas e commodities cedem, enquanto as curvas de juros dão um alívio; moedas são a exceção e avançam contra o dólar.

Conab aponta para safra de café em 53,4 milhões de sacas

Nos quatro primeiros meses, país já exportou 14,1 milhões de sacas de 60 kg; volume é 10,8% menor que o exportado em igual período de 2021.

Em caso de novo ataque hacker, 80% das empresas pagariam resgate

Senhas: sequências numéricas simples ainda são motivo de ataques cibernéticos.