23.8 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 25, 2021

Remendo

O Governo Federal está pagando algo como R$ 10 milhões pela reforma de uma ponte na Região Norte Fluminense. A construção de uma nova sairia por uns R$ 6 milhões, avaliam especialistas no assunto.

Ideologia
Ao acusar o Itamaraty de utilizar critérios ideológicos na promoção da política externa do país, o embaixador Roberto Abdnur recorre a argumentos que diz criticar. Sua crítica, por exemplo, à aproximação do Mercosul da Venezuela revela quão limitantes são os antolhos ideológicos. Após quatro num país no qual um presidente é eleito duas vezes em eleições envoltas por fortíssimas suspeitas de fraudes e cujos resultados foram avalizados pela politização do Judiciário e pela atuação decisiva do irmão do mandatário, Abdnur parece ter naturalizado essas práticas. E não consegue enxergar nelas qualquer perigo à democracia e à paz mundial.
Somente a fragilidade ideológica – como diria o embaixador Samuel Guimarães – pode justificar que, vivendo num país que a cada dia suprime mais as liberdades individuais, espiona seus próprios cidadãos e promove perseguições políticas, Abdnur restrinja suas preocupações com a democracia à Venezuela.
Pelo visto suas divergências com a orientação do Itamaraty não são metodológicas, mas, sim, ideológicas, como reforça a escolha do veículo que escolheu para divulgá-las.

Interior
Os municípios de São Paulo irão receber mais R$ 3,77 milhões para obras de saneamento básico. O dinheiro do convênio será aplicado em 20 cidades. “Com esses recursos, o estado contribui para a melhoria da qualidade de vida das pessoas que moram nesses municípios”, afirma a secretária estadual de Saneamento e Energia, Dilma Seli. As verbas integram o Programa Sanebase, voltado para municípios do interior. O governo paulista investirá R$ 3,04 milhões e os municípios darão contrapartida de R$ 720 mil. O programa garante investimentos em municípios não atendidos pela Sabesp. A estatal fornecerá assistência técnica às prefeituras para implantação das obras.

Fila
O ano legislativo começou na Assembléia do Rio com 29 pedidos de instauração de CPIs. Funcionários do deputado Luiz Paulo (PSDB) guardavam o primeiro lugar na fila há dias. “Se eu não estivesse na frente teria dificuldades de emplacar a CPI que considero a mais importante, que investigará as perdas na arrecadação de ICMS”, afirmou o parlamentar. Alguns pedidos são para continuar CPIs do ano passado, como a das Terras e a da Varig, iniciadas pelo deputado Paulo Ramos (PDT).

Invasão
Não chega a ser um Watergate nacional, mas é, no mínimo, estranho. Na madrugada de terça-feira, a sede nacional do PSOL foi arrombada. Pelo levantamento inicial do partido nada foi levado, embora a sala na qual estão os computadores com documentação do partido tenha sofrido uma tentativa de arrombamento. A direção nacional do PSOL foi à delegacia prestar notícia crime contra o fato.

“No parking”
A nota de ontem estranhando a afirmação do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, que apontara a inexistência de estacionamentos adequados no Maracanã e no Morumbi como impeditiva da realização de jogos da Copa do Mundo de 2014 no Rio e em São Paulo, ganhou mais um reforço. Um leitor lembra que o Emirates Stadium, no qual jogaram, nesta teçra, Brasil e Portugal, tem um estacionamento com apenas algumas poucas vagas, basicamente restritas às equipes e à administração. Para os torcedores, nothing.
Ou seja, pela tese de Teixeira, se a Inglaterra tiver direito de organizar a Copa do Mundo, o novo estádio do Arsenal não poderia ser uma das sedes.

Qualidade
Quem defende PPPs e sistemas semelhantes deveria dar uma olhada nos túneis da Ecovias, rodovia com o pedágio mais alto do Brasil, que liga São Paulo a Santos.

O BC é deles
A pesquisa do Serasa sobre o ânimo do empresariado para 2007 tem sua melhor síntese na revelação de que o setor mais otimista da economia (73%) é o… financeiro.

Artigo anteriorCassino
Próximo artigoEspetáculo do crescimento
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Incerteza da população ou dos mercados?

EUA e Reino Unido espalham suas expectativas para os demais países.

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Copom está alinhado com maioria da expectativa do mercado

Considerando foco na inflação de 2022, estamos considerando agora que BC começará a aumentar Selic em maio e não em agosto.

Primeira prévia dos PMI’s e avanço da Covid-19

Bolsa brasileira sucumbe ao terceiro dia de queda, mediante aos temores fiscais.

Exterior em baixa

Queda acontece em meio às preocupações com problemas para obtenções de vacinas.

Más notícias persistem

Petróleo negociado em NY mostrava queda de 2,60% (afetando a Petrobras), com o barril cotado a US$ 51,75.

Mercado reagirá ao Copom e problemas internos

Na Europa, Londres teve alta de 0,41%. Frankfurt teve elevação de 0,77%. Paris teve ganhos de 0,53%.