Remunerado

O diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), David Zylbersztajn, não abre mão de  receber sua remuneração durante o período de quarentena, quando deixar a agência. Segundo ele, sua única renda é um aluguel de um apartamento em São Paulo. Zylbersztajn, ex-genro do presidente Fernando Henrique Cardoso, ficará até outubro no cargo. A quarentena tem prazo de quatro meses. Nesse período, fica proibido de exercer atividades ou prestar qualquer serviço na área em que atuou no governo O diretor-geral da ANP ainda não sabe o que fará durante quarentena. “Vou curtir o tempo livre. Vou dormir muito. Vou descansar e cozinhar”, disse.
MP
A remuneração de ex-ministros e altos servidores federais durante o período de quarentena foi garantido por medida provisória editada pelo presidente FH. O período de quarentena foi criado pelo Código de Conduta da Alta Administração Federal, de agosto de 2000, mas não havia remuneração. O código atinge 716 servidores que ocupam cargos de confiança, entre eles presidentes e diretores de agências, autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista. Segundo o Palácio do Planalto, a criação da quarentena remunerada nada tem a ver com a saída de Zylbersztajn.

Proer energético
O presidente de Furnas, Luís Carlos Santos, disse ainda que o Anexo 5 do contrato geral de fornecimento de energia inviabiliza as geradoras do país no momento em que se precisa delas para a expansão da oferta de energia. Como boa parte da geração é de responsabilidade das estatais, Santos afirmou que “não podemos repetir Chico Lopes, que com a desculpa de salvar o mercado alocou recursos públicos”. Ele lembrou que não existe capitalismo sem riscos e que as distribuidoras também devem ser responsáveis. Se aplicado o que diz o anexo, as geradoras ficariam com uma dívida de R$ 12 bilhões com as distribuidoras, que seriam as únicas empresas do país – fora os fabricantes de geradores e afins – que não teriam prejuízo com o racionamento. Ao contrário, embolsariam belo lucro.

Tempo
Desde ontem os internautas têm acesso à reportagem de capa e a outras notícias da revista Time traduzidas para o português. A Time impressa tem tiragem superior a 4 milhões de exemplares semanais, em edições que circulam em praticamente todos os países do mundo.

Sorvedouro
Além de mirar no lado errado, o pacote de déficit zero, apresentado pelo ministro Domingo Cavallo, não ataca, também pelo lado fiscal, uma das principais causas de pressão sobre o déficit argentino. Com a privatização compulsória da previdência social, o Estado destina entre US$ 4,5 bilhões e US$ 7 bilhões por ano às Administradoras de Fundos de Aposentadoria e Pensão (AFJP), em sua grande maioria controladas por grandes grupos multinacionais, como a Repsol-YPF. O professor de Economia Política da Universidade Nacional de Rosário Julio Gambina destaca que, ao lado dos gastos com juros, os subsídios às AFJPs são a principal causa do déficit fiscal do país.

No ar
Vencedora, em primeira instância, do processo em que a GE pedia a falência da empresa pelo suposto descumprimento de contrato de leasing de aviões, a Transbrasil diz não entender as intenções da multinacional norte-americana ao decidir pelo processo. Segundo a Transbrasil, a causa era perdida desde o início, porque a legislação brasileira proíbe a falência de concessionária de serviços aéreos.

Em 2002
As instituições financeiras já articulam novo pedido de adiamento do início do Sistema Brasileiro de Pagamentos. Previsto para 1 de junho e adiado para 1 de novembro, bancos e similares agora querem jogar o SBP para 1 de janeiro.

Artigo anteriorO império em cheque
Próximo artigoPódio
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.