26 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, janeiro 20, 2021

Renda básica e sobrevivência da banca

A banca tem procurado, nestes últimos 30 anos, reduzir a ameaça demográfica com guerras e pestes, principalmente no continente mais populoso, a Ásia, e no mais desprotegido, a África. A afirmação forte é do administrador aposentado Pedro Augusto Pinho, arguto observador da geopolítica e feroz crítico do sistema financeiro internacional, a que chama simplesmente de “banca”.

O projeto neoliberal é um plano da banca, para transformar todos os ganhos em rendimentos financeiros, sejam: salários, alugueis, lucros da produção, impostos etc. E também promover a concentração de renda pelo uso especulativo deste dinheiro”, afirma. “Deste plano surgem duas nefastas consequências sociais: a redução dos empregos, porque o dinheiro não é investido na produção, mas em cassinos financeiros, e o continuado empobrecimento das pessoas, pela concentração das rendas.”

A população mundial chega a 7,798 bilhões de pessoas. Aplicando a mesma percentagem do Brasil, 80% destas serão maiores de 14 anos, ou seja, 6 bilhões e 238 milhões de pessoas devem procurar trabalho ou alguma fonte de renda. E, ainda com dados brasileiros, mais da metade, digamos 55% estarão sem qualquer receita para viver. É um exército de 3 bilhões ameaçando todo tipo de propriedade”, exclama Pinho.

As propostas de criação de renda mínima, como já ocorre na Europa e no Brasil (Bolsa Família), vão na direção de não mudar a diretriz rentista. “A banca deve ter concluído que é menos onerosa e mais útil esta despesa do que aumentar guerras e pesquisas em vírus.”

Portanto”, conclui o colaborador habitual do Monitor Mercantil, “a adesão do Governo Bolsonaro ao Renda Brasil não se trata de mudança de orientação, mas a continuidade da condução do país pelas finanças. O FMI nada mais é do que o coordenador e controlador das diretrizes do sistema financeiro pelo mundo”.

 

As uvas estão verdes

A Cemig SIM, braço de energia solar da distribuidora e geradora Cemig, está oferecendo minigeração e microgeração para o cliente ter sua própria central geradora a partir de fontes renováveis em suas dependências. “Esse sistema é ligado à rede da distribuidora responsável para que seja feita a compensação, possibilitando uma redução de até 95% no custo.”

O discurso comercial vai na contramão da pressão que as distribuidoras fazem sobre a Agência de Energia Elétrica (Aneel), que quer limitar a compensação da produção a mais feita pelo consumidor. Como a coluna falou anteriormente, as grandes do setor estão entrando no mercado.

 

Só cresce

Os EUA têm, atualmente, 2,8 milhões de animais domésticos com seguro-saúde, crescimento médio de prêmios de 22% ao ano nos últimos cinco anos.

 

Continência

Prefeitura de Araruama cogitou tornar a chamar Darcy Ribeiro a escola municipal cujo nome alterara para Sgt. PM Antônio Carlos Oliveira de Moura. Mas grandes pressões fizeram o espaço da escola ser dividido: uma municipal, homenageando o grande educador, e outra estadual militar.

 

Rápidas

A Escola de Prerrogativas da OAB RJ realiza o webinar “Prerrogativas da Advocacia Criminal”, 6 e 7 de agosto, das 10h às 16h, com a presença de mais de 20 especialistas. Entre os temas Lei Anticrime e Abuso de autoridade. O advogado Paulo Klein falará no último painel sobre a atuação da advocacia criminal e o cenário fake news, às 16h. Inscrições aqui  *** Aasp promove nesta sexta-feira, às 16h, o webinar “Nexo causal da responsabilidade civil na pandemia”. Inscrições aqui *** A ex-presidente do STF Ellen Gracie participará, nesta sexta-feira, às 16h, do webinar Papo com o IAB sobre “Atualidades em mediação”, pelo perfil @iabnacional *** Dois eventos científicos que ocorrerão por meios virtuais em setembro têm inscrições nesta sexta-feira (31): o “Seminário da Associação Nacional de História-Seção Rio de Janeiro (ANPUH-RJ)”; e o “III Seminário Estado, Trabalho, Educação e Desenvolvimento: Para onde vai a Educação?”. Detalhes aqui.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportações de suco de laranja recuam 23% entre julho e dezembro

Safra menor e estoques mais elevados estão entre as principais razões para a baixa.

Os desafios para Joe Biden nos EUA

Avanço da Covid-19 pode fazer com que democrata e equipe tenham que apagar alguns incêndios no começo do mandato.

Mercados sobem em véspera do Copom

Campos Neto, presidente do BC, participa da primeira sessão da reunião do Copom.

Mercados locais sobem seguindo Bolsas mundiais

Dia amanhece com tendência de alta para o mercado interno, seguindo NY na volta do feriado.

Contra tudo temos vacina

Dia promete ser de mais recuperação da Bovespa, dólar fraco e juros em queda.