Renda&consignado

A queda no crédito consignado revelada esta semana expõe de forma mais explícita a diferença entre distribuição de renda e crédito. Na ausência de uma desconcentração de renda que vá além da redistribuição dentro do setor assalariado, com a redução da distância entre a classe média empobrecendo e os miseráveis alçados à condição de pobres, o governo Lula optou por ampliar a oferta de crédito. Além de agradar ao andar de baixo, com o acesso a financiamento, ainda que com juros extremamente altos, mas bem abaixo do padrão Brasil, deixa contentes os bancos, que vêem crescer a demanda por empréstimos. Além disso, elevam seus ganhos sem terem de contribuir para a distribuição de renda, graças ao tratamento tributário amigável dispensado ao sistema financeiro.

Derrapada
A crise teve o efeito de um cavalo de pau nos preços do setor de carros usados, nos últimos dois meses. Com a perda do valor, muita gente deixou de trocar o usado pelo novo, desaquecendo ainda mais o movimento do setor. Segundo pesquisa Autoinforme/Molicar, baseadas em 11 mil anos-modelos de carros usados fabricados de 1999 a 2008, a queda dos preços ficou em 2,14%, a maior desde que o início da série em 2000.
Em alguns casos, porém, os preços chegaram a 20% em apenas um mês. Foi o caso do Mercedes Benz SLK 230 Kompressor, ano 2003, cotado por R$ 150 mil, em outubro, cujo preço recuou para R$ 120 mil. O Fiat Marea Turbo 2.0 ano 1999 ficou 19,6% mais barato, de R$ 20,4 mil para R$ 16,4 mil.

Até os populares
No caso do Hyundai Tucson 2.7 GLS 4×4, ano 2007, o preço ficou 16,9% mais barato, de R$ 81.880 para R$ 68 mil. O Toyota Corolla XLI 1.8, ano 2001, passou de R$ 23.880, no fim de outubro, para R$ 20 mil, em novembro, 16,2% a menos. A pesquisa detectou ainda queda de cerca de 10% nos preços de cerca de 200 modelos. Mesmo carros muito procurados, como Gol, Palio e Corsa, ficaram mais baratos.

2003 sofre mais
A queda foi generalizada, mas usados de 2003 foram os que tiveram maiores quedas de preços em novembro. A variação por ano de fabricação oscilou entre 1,79% (2008) a 2,46% (2003). Desde 2006 que o preço dos usados vem caindo, mas antes a queda era puxada pelo aumento expressivo na venda de carros novos, o que elevou a oferta no setor de usados. A pesquisa apurou alta de apenas 0,36% no preço do usado em 2005. Em 2006 a queda, porém, chegou a 7,2% e, ano passado, a 5,3%.
Este ano a queda era bem mais branda, devido ao aumento da demanda no setor puxada e pelas facilidades de financiamento. Mesmo considerando a queda de 2,14% em novembro, o preço do carro usado perdeu apenas 2,3% nos 11 meses do ano.

Exposição
A exposição “Land Rover 60 anos”, no quarto piso do Shopping Leblon, foi prorrogada até o próximo dia 15. Ela exibe a trajetória de seis décadas da história da marca, completados em 2008. No acervo, cinco veículos históricos e 14 painéis com fotos que retratam a presença da marca britânica em momentos importantes da história e na vida de celebridades. A exposição destaca ainda o histórico da marca no Brasil e da primeira concessionária fundada no país, em 1992, na cidade do Rio de Janeiro. O Shopping Leblon fica na Avenida Afrânio de Mello Franco 290. A entrada é franca.

Quase spam
O envio de cartões de Natal por e-mail se transformou numa verdadeira praga. No início, por ser ecologicamente correto e sem as despesas com Correios, a novidade foi bem recebida e procurava-se enviar algo personalizado e de qualidade. Agora, manda-se cartão para listas, sem – perdão o jeito ultrapassado – o menor espírito natalino. Melhor desejar, simplesmente, um sincero e pessoal Feliz Natal.

Natal de oportunidades
Com marolinha ou tsunami, esta coluna deseja a todos seus leitores um Feliz Natal, com muita saúde, paz e felicidade. E que a data sirva de reflexão para as vantagens comparativas de os brasileiros pensarem com a própria cabeça.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO Obelix do BC
Próximo artigoMedo do passado

Artigos Relacionados

Montadoras não vieram; demissões, sim

Promessas de Doria e Bolsonaro para fábrica da Ford não passaram de conversa para gado dormir.

Ganhos de motoristas de app desabam

Renda média é de pouco mais de 1,5 salário mínimo.

Lei determina que estatais respeitem interesse público

Acionistas da Petrobras sabem que ela tem obrigações e bônus por ser de economia mista.

Últimas Notícias

Cana: safra começa com qualidade e produtividade inferiores à anterior

Indicadores de qualidade e produtividade em abril são negativos, mas clima pode contribuir para a recuperação.

Ford anuncia venda da fábrica de Taubaté

No ano passado, montadora anunciou o fim de suas atividades no país.

Títulos chineses detidos por instituições estrangeiras diminuem

Instituições estrangeiras diminuíram suas participações em títulos interbancários chineses, segundo um relatório divulgado pela sede do Banco Popular da China em Shanghai.

Operações financeiras de Shanghai estão estáveis apesar da epidemia

O centro financeiro da China, Shanghai, conseguiu manter suas operações financeiras estáveis apesar do recente ressurgimento da COVID-19.

Carga de energia aumentou 2,2% em abril ante 2021

ONS: Subsistema Sudeste/Centro-Oeste registra variação positiva de 4,8%.