República Velha

O entusiasmo com que o ministro da Agricultura, Pratini de Moraes, anuncia que o Brasil será a “a maior nação agrícola do mundo” dentro de 10 anos não pode ser acompanhado por quem estuda a trajetória do país na última década. Antes de significar um avanço para um país que tem enorme potencial na área agrícola, é um alerta sobre o retorno da economia brasileira à primeira metade do século, dominada pela agricultura e exportação de produtos primários. A notícia poderia ser comemorada se viesse acompanhada pelo progresso da indústria e tecnologia nacionais, processo quase abortado pelo neoliberalismo.

Pé no freio
Má notícia para o caixa de estados e prefeituras. Ontem, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu, por unanimidade, a lei criada pela Assembléia Legislativa de São Paulo que permitia a cobrança de multas por excesso de velocidade flagradas por radares e lombadas eletrônicas. Os ministros do Supremo entenderam que a lei é inconstitucional por legislar em assunto de competência exclusiva da União, a  quem cabe definir e editar normas sobre trânsito. Curiosamente o pedido de suspensão, que abre espaço para um efeito dominó em outros estados e municípios, foi feito pelo governador Mário Covas.

Metrô
O prefeito eleito César Maia incluiu entre suas propostas a extensão da Linha 1 do metrô carioca até a Gávea, a partir do “rabicho” da Tijuca. Praticamente não haveria desapropriações, pois 90% do trecho a ser construído – seis quilômetros, segundo Maia – seriam furados na pedra. A idéia, porém, pode ficar apenas no campo virtual, já que o prefeito eleito do Rio não pensa em investir recursos da Prefeitura, dizendo que vai buscar parceria com o setor privado.

Santo de fora
Uma kombi de fiscalização com logomarca da Prefeitura do Rio de Janeiro circula pela cidade com placa de Luziânia (Goiás).

Processo
O deputado estadual Chico Alencar dever ser o candidato do PT ao governo do Estado do Rio de Janeiro. Excluída a repetição da aliança com o governador Anthony Garotinho, as duas principais correntes que se digladiam no PT do Rio, Articulação e Refazendo, chegaram ao nome de Alencar por exclusão. Com o veto da Articulação aos nomes do ex-deputado federal Vladimir Palmeira e do deputado federal Milton Temer e da Refazendo ao deputado federal Jorge Bittar e à vice-governadora Benedita da Silva, restou Alencar.

Mídia jornal
A Associação Nacional de Jornais vai lançar, na próxima terça-feira, o Prêmio ANJ de Criação Publicitária, destacando e premiando os anúncios mais criativos meio jornal e que melhor explorem a linguagem específica da mídia impressa. Segundo Geraldo Leite, coordenador executivo do Núcleo de Mercado da ANJ, “o prêmio vai destacar o alto grau de envolvimento do leitor com o conteúdo diário dos jornais e mostrar que a propaganda conta com um ambiente extremamente favorável à sua mensagem”. O lançamento será às 9h, no salão Bonadei do Hotel Intercontinental, em São Paulo, capital (Alameda Santos, 1123).

Folia
Mais recente bloco de carnaval de rua, o Saideira realiza seu próximo encontro no próximo domingo, às 17h , na Rua Glauben Barbosa 17, no Méier. Embora o samba ainda não esteja decidido, os integrantes do bloco já  decidiram que vão o Chave de Ouro, que fechava o carnaval carioca na quarta-feira de Cinzas, numa época em que desfilar depois de terça resultava não apenas em cana, como em bordoada da polícia. O slogan do Saideira é: “Ocupar, Resistir, Sambar até cair!”

Alfonsin Cardoso
O pré-candidato do PMDB a presidente da República, Pedro Simon (PMDB-RS), advertiu o presidente FH para não se preocupar exclusivamente em fazer seu sucessor. Salientando os baixos índices de popularidade de FH, Simon lembrou que o então o presidente da Argentina Raul Alfonsin viu-se obrigado a reduzir seu mandato em quase um ano para evitar acirramento do desgaste do seu governo. “Tenho preocupação de que o seu final de mandato não seja tranquilo e sereno como todos nós gostaríamos”, observou, referindo-se a FH.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDinossauro
Próximo artigoÉ aquilo aqui

Artigos Relacionados

Os EUA lavam mais branco

Lavagem de dinheiro através de imóveis tem poucos obstáculos na pátria de Tio Sam.

Apagão já foi tragédia, volta como farsa

Modelo de mercantilização da energia é o culpado.

Volume de reservatórios pode cair a 6% em novembro

Quadro crítico poderá ser alcançado em 2 meses, mesmo com tarifaço.

Últimas Notícias

Reforma do IR trará impacto negativo para o caixa das empresas

O projeto de reforma tributária do Imposto de Renda aprovado na Câmara no início de setembro merece atenção especial do setor produtivo. O alerta...

A paz é o caminho

Por Paulo Alonso.

Setor farmacêutico ganha aliado para agilizar contratações

Farmácias e drogarias passaram a integrar o aplicativo Closeer, responsável por conectar empresas e trabalhadores autônomos. Oportunidades de trabalho no segmento devem crescer até...

Taxa de desemprego entre os mais pobres é de 36%

Queda em renda indica aumento na desigualdade durante a pandemia; jovens já são 42% dos empregos temporários no primeiro semestre.