Réquiem para uma CPI

A CPI criada para investigar possíveis fraudes na Lei Rouanet atirou no PT, mas pode acabar atingindo o que não viu. Entre os beneficiários dos patrocínios com isenção fiscal estão grandes grupos de comunicação e entidades ligadas a eles – a mais conhecida, a Fundação Roberto Marinho. Também comparece todo ano aos balcões do Ministério da Cultura a Fundação FHC. Em 2014, por exemplo, levantou mais de R$ 14 milhões. A entidade do ex-presidente Fernando Henrique, aliás, recebeu contribuições de pelo menos uma empreiteira apanhada na Lava Jato: a Odebrecht pagou R$ 975 mil, entre 2011 e 2012, ao então Instituto FHC – segundo relatório da Polícia Federal, sem nenhuma contrapartida. A fundação do ex-presidente alega que o dinheiro se destinou ao caixa da entidade para tocar suas atividades – basicamente, preservar a memória de FHC e sua ex-mulher Ruth Cardoso.

Por estas e por outras, a CPI deve morrer sem direito a velório.

Pedaladas

Nesta quarta, às 7h, Dilma Rousseff pedalava pela praia do Leblon, Rio de Janeiro, voltando para casa da mãe. Apenas um segurança a acompanhava, também de bicicleta.

Povo unido

Na contabilidade dos protestos em Nova York, em frente ao hotel no qual o presidente Michel Temer falava a investidores, os manifestantes com cartazes de “Fora, Temer” ganharam dos que defendiam a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por dez a sete. Maior número – cerca de 30 – era de funcionários do Itamaraty, que paralisaram as atividades desde agosto em protesto contra corte do 13º, atraso no auxílio-moradia e o descaso com as representações brasileiras no exterior.

Gerar empregos

Todas as centrais sindicais realizarão uma manifestação contra a retirada de direitos e, principalmente, para reivindicar medidas que estimulem o crescimento da economia. Será nesta quinta, a partir das 10h, em frente à Fiesp, na Avenida Paulista.

OS

A vice-presidente do Sindicato dos Médicos do Rio (SinMed-RJ), Sara Padron, disse que a entidade encaminhará ao Ministério da Saúde pedido de intervenção federal no setor de saúde de Angra dos Reis. Os problemas vão de falta de pessoal a ausência de verba para manutenção e compra de remédios. Segundo o sindicato, há cerca de três meses a Prefeitura não paga a empresa de anestesistas que presta serviço para algumas unidades de saúde do município.

A prefeitura de Angra dos Reis está sob investigação do Ministério Público devido ao atraso na data dos pagamentos e à implantação de Organizações Sociais nas unidades hospitalares.

Donos da bola

A empresa chinesa de produtos eletrônicos TCL estampará sua na camisa do Fluminense nos dois jogos com o Corinthians em São Paulo, o primeiro pela Copa do Brasil e o segundo pela 27ª rodada do Brasileirão. Peter Siemsen, presidente do clube das Laranjeiras, afirma que é o primeiro passo de uma parceria que tem tudo para crescer.

A presença de companhias chinesas no esporte latino-americano cresce a cada mês. Nas Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016, voluntários usavam uniformes da 361°. A temporada da Liga Nacional de Basquete da Argentina, que começa nesta quinta, contará com produtos da Peak, outra empresa de roupas e calçados esportivos da China, que vestirá os árbitros e três times.

A Argentina mira mais do que o patrocínio. Quer vender o campeonato de basquete para transmissão no mercado chinês. O sonho é trilhar o caminho da NBA, a liga dos Estados Unidos. O contrato com a Peak prevê intercâmbios de times e jogadores entre os dois países.

A Peak é a empresa de calçados de basquete de crescimento mais rápido do mundo, segundo o site da companhia, e fornece calçados a jogadores da NBA, como Ron Artest e Sasha Vujacic, do LA Lakers, e Carl Landry, do Sacramento Kings.

Rápidas

A RG LOG transformou sua unidade de Araraquara, que atendia apenas a operações de uma grande cervejaria, em uma filial multissegmento, atuando em logística de insumos e produtos acabados *** O Shopping Jardim Guadalupe lança dia 26 o projeto “Samba no Pátio”, com uma roda de samba que será realizada toda última segunda-feira do mês. Quem abre o projeto é o grupo Nova Edição. Sempre às 19h30 *** Em 5 e 6 de outubro, das 9h às 18h, acontece o Enacon, encontro das empresas especializadas em administração de condomínios, promovido anualmente pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação). O evento será na sede do Sindicato (Rua Doutor Bacelar, 1.043, Vila Mariana, em São Paulo/SP) *** O Encontro de Autos Antigos do Antigomobilistas da Vila da Penha volta ao Carioca Shopping neste domingo *** Em comemoração aos 50 anos da lei 5.107/1966 criou o Fundo de Garantia, o Instituto Fundo Devido ao Trabalhador realizará no dia 26, no Rio de Janeiro, o seminário Fundo de Garantia – 50 anos de Ganhos, Perdas e Fraudes. O evento acontecerá das 8h30 as 17h40 no auditório do Sindicato dos Rodoviários (Rua Camerino, 66 – Centro). O consultor Mario Avelino aproveita para lançar o livro FGTS 50 anos – Estão metendo a mão no seu Fundo. Inscrições pelo site www.fundodevido.org.br/seminario50anos

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Elevação na Selic deve repercutir no mercado

EUA: divulgação de PIB do terceiro trimestre e balanços de grandes empresas são o foco das atenções no cenário internacional.

TSE forma maioria contra cassação da chapa Bolsonaro-Mourão

PT, PCdoB e PROS pedem cassação da chapa por cometimento de abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.

IGP-M acumula inflação de 21,73% em 12 meses

Alta da taxa de setembro para outubro foi puxada pelos preços no atacado.

Mirando agora na PEC dos Precatórios

Ultrapassada a decisão do Copom, investidores vão mirar na avaliação da PEC cheia de 'jabutis' que ainda não foram retirados.

Funcionalismo público: críticas e realidade da categoria

Por Relly Amaral Ribeiro.