Reservatórios de hidrelétricas foram esvaziados para elevar lucros

Entidade denuncia que escassez foi provocada para elevar tarifas

O volume de água que entrou nos reservatórios das usinas hidrelétricas brasileiras durante o último ano é o quarto melhor ano da última década, equivalente a 51.550 MW médios. No entanto, o volume de energia produzida por hidrelétricas ficou em 47.300 MW médios, ou seja, 4.250 MW médios abaixo da quantidade de água que entrou nos reservatórios no mesmo período, o equivalente a uma usina de Belo Monte.

“O fato é que entrou mais água nos reservatórios (energia natural afluente) do que saiu pelas turbinas para gerar energia (vazão turbinada)”, denuncia a Coordenação Nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), com base em dados oficiais do Operador Nacional do Sistema (ONS).

“É falso alegar que os reservatórios estão vazios por uma suposta seca no Sudeste brasileiro”, explica o MAB em artigo. Para a entidade, o esvaziamento dos reservatórios das usinas ocorreu em plena pandemia, quando houve uma queda média de 10% no consumo nacional de eletricidade.

“Os reservatórios foram esvaziados sem que houvesse necessidade de atender a um aumento na demanda, uma vez que ela diminuiu.” Segundo o MAB, em diversas usinas, como Itaipu, a operação foi realizada “com evidente interesse de gerar escassez para explodir as tarifas. Toda essa água vertida poderia ter sido armazenada ou transformada em energia, sem aumento dos custos”.

Se algumas usinas jogaram água fora, outras foram acionadas para produzir acima da média, “principalmente as privadas, o que também levou ao esvaziamento”. “Aqui, predomina a lógica de que quanto mais vazios os lagos, mais alto é o preço”, acusa o MAB.

Sem hidreletricidade, acionam-se as termelétricas, muito mais caras. “E sabemos que, em geral, os donos das hidrelétricas também são donos das termelétricas.” Enquanto várias hidrelétricas estatais vendem energia a R$ 65/MWh, térmicas cobram acima de R$ 1 mi. A usina William Arjona (MS) foi autorizada pela Aneel a cobrar R$ 1.520,87/MWh, denuncia a entidade.

 

Chance de racionamento é de 3%

“Teremos racionamento de energia? Risco é menor do que 3%”, calculam Victor Bruke e Maira Maldonado, analistas da XP. Em relatório divulgado nesta sexta-feira, eles afirmam que, no cenário base, não veem necessidade de racionamento de energia nos próximos 12 meses.

“Embora, estimamos que os reservatórios atinjam níveis historicamente baixos (18% em novembro/2021 para o SIN consolidado), há capacidade térmica suficiente para ser utilizada e evitar medidas mais dramáticas.”

“De acordo com nossas estimativas, a probabilidade de a energia natural afluente (ENA) ficar abaixo de 50% (e portanto de termos racionamento) é de 3%”, concluem.

Matheus Albergaria, professor de Economia da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (Fecap), acredita que uma possível crise hídrica causada pela seca dos reservatórios pode vir a aumentar o preço da energia.

“Se acontecer a seca dos reservatórios, poderá ocorrer um aumento no preço da energia, devido ao choque adverso de oferta. Mas esse aumento pode não ser tão pronunciado, caso ocorra maior abertura da economia. De fato, o próprio processo de abertura ao comércio internacional dependerá dos cenários político e econômico domésticos, ainda atrelados às campanhas de vacinação contra a Covid-19 nos estados e municípios brasileiros”, finaliza Albergaria.

Leia também:

ICMS da conta de luz: devolução de R$ 50 bilhões ou novo calote?

90 COMENTÁRIOS

  1. Não procede, só o povo aqui do sul pra relatar a estiagem que estamos sofrendo a meses. As chuvas que caem são de pouca intensidade, rápidas e localizadas. Até às cataratas estavam com baixo volume na queda de água. Mas pouca água nas cataratas é culpa do Bolsonaro segundo a imprensa.

  2. O título da matéria induz a uma inverdade. Nós aqui do sul sabemos o problema que temos enfrentado com a estiagem, pois a vários meses a chuva não é suficiente para encher os reservatórios, tanto que Curitiba está em um rodízio de abastecimento a muito tempo. Até a vazão das cataratas do Iguaçu está baixa. O sul do Brasil todo tem enfrentado uma diminuição do volume das chuvas. Mas para a imprensa, a culpa é do presidente.

    • ué, e todo parque das sete quedas que foi afogado pela construção dessa barragem?? UM PARQUE INTEIRO com 21 cachoreiras submerso para ITAIPÚ TRINACIONAL- depois virou BI NACIONAL – ser construída pelos militares na ditadura. Pois pasme hoje argentina saiu do acordo ditatorial e o paraguai responde pelos lucros… BRASIL??? brasil compra energia do paraguai em Itaipú… APRENDAM!!!

  3. Deveria retornar a água em 50% após sua saída, assim não faltará água para gerar energia, portanto se a manipulação para retirada de água sem gerar energia e pra aumentar o valor da energia, isso é difícil pra nós que temos que pagar está energia cara por ganância dos donos da energia.

    Sou a favor da energia eólica e solar residêncial pra não pagar nada a estas empresas que só nos rouba.

  4. A ANEEL,se não estiver de conluio com esses empresários, deveria solicitar uma auditoria isenta, com urgência, pois não podemos simplesmente aceitar esse tipo de desvio, aqui na região Norte não vi reservatórios diminuírem, muito pelo contrário choveu bastante nós últimos meses, não podemos arcar com aumentos inescrupulosos por conta da ambição desenfreada desses empresários.

  5. Isso sempre aconteceu, onde as comportas ficam abertas para que neste período as tarifas fiquem na faixa vermelha. Se caso fosse feito o correto, abrir as comportas somente em um mês os reservatórios teriam água suficiente para passar o período da estiagem sem problemas algum, porém não precisaríamos mais das termoelétricas e com isso os empresários que controlam elas perderiam muito dinheiro.

  6. A economia está em baixa, portanto, consumo de energia diminui, assim sendo, quando a economia aquecer estaremos fritos com a falta ainda maior de energia isto posto, o governo possui políticas erradas para aumentar a produção de energia

  7. Gostaria de saber se tem outra fonte que eu possa atestar essa, pois não encontrei nenhuma outra fonte confiável para atestar isso. Tem um nome do artigo? Só fala “artigo”.

  8. A chuva que caiu no sudeste, geralmente vai pra bacia do São Francisco ou pra Bacia do Paraná, então mesmo que tenha seca no sul as águas que caíram no sudeste tinham de encher o reservatório de Itaipu. Acseca no sul pouco contribuí para o esvaziamento dos reservatórios dessa Usina.

  9. PELO VISTO AQUI É JORNALECO DE RSQUERDA QUE SÓ SERVE PARA FALAR MAL DO GOVERNO BOLSONARO. PODEM CANCELAR ESSA JOÇA E ME ESQUEÇAM, VOU COMENTAR AOS MEUS MILHARES DE AMIGOS PARA NÃO PERDERAM TEMPO COM COMUNISTAS PERDEDORES.

  10. Apesar da abundante chuva no mês de agosto no sul -hoje é dia 31-, as ameaças de apagão ou cortes de luz continuam, principalmente para Porto Alegre e outros centros urbanos. Muito esquisita essa situação, que me leva a crer que essa matéria faz sentido ao denunciar manobras para que o preço da energia elétrica seja alterado. O MP e PF precisam investigar.

  11. Excelente matéria, reporta dados reais. A culpa não é do clima! E nem tampouco do povo pois durante a pandemia houve uma redução de cerca de 10% no consumo nacional.! A seca no Sul não interfere em nada com os reservatórios do Sudeste (reservatório de Furnas) que pertencem a bacia do rio Paraná; e nem no Nordeste ( Sobradinho e Xingó) que pertencem a bacia do rio São Francisco. Sou mineira e estive no lago de Furnas fevereiro do ano p.p. Estava chovendo muito, lá, e o nível do reservatório continuava baixo.. Os moradores locais diziam que o “sistema” estava soltando , vertendo a água do lago de Furnas para o rio Paraná, ao invés de armazenar a água. Depois, vi matéria em jornais locais e estaduais que os municípios do lago de Furnas chamaram e solicitaram ao deputado Rodrigo Pacheco (hoje presidente do Senado) pra ajudá-los a resolver a situação do esvaziamento. Enfim, o esvaziamento forçado “justifica” um tarifaço na conta de luz- que já se iniciou… E “justifica” ao governo Bolsonaro autorizar o funcionamento das usinas termelétricas movidas a gás, a carvão, a petróleo e bagaço-de-cana, etc, que são muito mais caras! Esses empresários recebem o dinheiro cobrado das bandeiras tarifárias, amarela e vermelhas, nas contas de luz da população. Tudo isso é uma consequência perversa da privatização da portentosa Eletrobrás…além da gradual perda de soberania nacional, é claro.!

  12. Está parecendo aquela fábula em que os animais discutem de onde vem a chuva! Cada um fala do seu ponto de vista e não chega a lugar nenhum. A verdade é que “forças não tão ocultas” dividem o Brasil em opiniões, criando inimizades e discordâncias para esconder a causa real de nossas mazelas muito antigas. O velho jogo é esse! “Dividir para governar!” Só beneficia a quem? Enquanto vcs brigam aí, deixa nós aqui continuarmos saqueando e roubando o futuro do país! Tirem a venda dos olhos e rasguem essa cortina de fumaça! Parem de brigar num duelo de Fla X Flu que não existe enquanto o povo toma bola nas costas! Ou na cara mesmo!

  13. enquanto existirem politicos sem honra, carater, dignidade, que so pensam em encher as burras de dinheiro ficara sempre assim, aí depois vem a midia podre com big babaquice brasil, com pessoa futis e um monte de inuteis assitindo,, e tambem a fazenda segeu o mesmo esquerma, para emburrecer as pessoas.

  14. Devemos dizer que a culpa não é só de Bolsonaro e seu péssimo governo, mas do projeto neoliberal que impera no nosso país há décadas. Nesta matéria está exposta a lógica neoliberal em todas suas faces, ambas burras e visando o lucro. O problema: esvaziamento das hidrelétricas para elevar os lucros, podendo causa uma crise hídrica; e a solução: para não aumentar o preço é só haver “maior abertura da economia”, a solução perfeita aos olhos neoliberais. Parece piada.

  15. EU NÃO ENTENDO AS PESSOAS SE ATACAREM POR CAUSA DE A OU B, SENDO QUE DIREITA E ESQUERDA SÃO DOIS BRAÇOS DO MESMO CORPO QUE OBEDECEM AO MESMO CÉREBRO. TEM GENTE MUITO GRANDE POR TRÁS DISSO TUDO QUE TA ACONTECENDO, POR ISSO QUEM NÃO FOR A FAVOR DOS IDEAIS DE QUEM CONTROLA NEM ENTRA PRA POLÍTICA OU SE BATER O PÉ CONTRA ELES DÃO UM JEITO DE TIRAR A PESSOA DE LÁ NUM INSTANTE. ENQUANTO O POVO FICA SE DIVIDINDO, BATENDO BOCA EM REDES SOCIAIS E SE AGREDINDO NO MEIO DA RUA. OS POLÍTICOS TÃO TUDO RINDO DA CARA DA SOCIEDADE ESCRAVIZADA – É TUDO QUE ELES QUEREM.
    NÃO HOUVE, NÃO HÁ E NÃO HAVERÁ POLÍTICO QUE PRESTE POR QUE ELES NÃO SÃO CIDADÃOS COMO NÓS, POR ISSO ESTÃO POUCO SE LIXANDO PRA MAIORIA DESORGANIZADA QUE É FACILMENTE CONTROLADA POR UMA MINORIA ORGANIZADA, O POVO NÃO SABE A FORÇA QUE TEM QUANDO SE JUNTA POR UM PROPÓSITO MAIOR! FICA PERDENDO TEMPO COM BALELA.
    #ACORDABRASIL

  16. Moro em Aparecida d’Oeste aqui pertence à hidrelétrica de Ilha solteira o nosso reservatório tá no volume morto seco 7 metros de altura você entendeu eles deram declaração para ons z que só tá usando a água que chega mas como que tá usando só você chega o seu reservatório seco com todo dia que passa o reservatório seca 56 m de extensão caboclo reservatório caboco Rio e aí

  17. E agora, como vai ficar em 2002.
    As águas de dezembro e janeiro tem causado enchentes!
    O que vão inventar as Usinas Elétricas agora?
    Por motivos de tantas mentiras e corrupção, e falta de temor à Deus é que vem o mal sobre essa nação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Sudeste teve alta de 5% nas vendas por internet em maio ante abril

Considerando a mesma base de comparação, o faturamento do setor também cresceu: 7%.

‘Governo não apenas poderia, como deveria intervir na Petrobras’

Para especialista, Governo Federal deveria estar mais atuante para combater os preços abusivos dos combustíveis em toda a cadeia.

Ipea prevê crescimento de 1,8% para o PIB em 2022

Setores de agropecuária e industrial devem mostrar relativa estabilidade; ´para 2023, a estimativa é de variação positiva de 1,3%.

Últimas Notícias

Sudeste teve alta de 5% nas vendas por internet em maio ante abril

Considerando a mesma base de comparação, o faturamento do setor também cresceu: 7%.

Marca chinesa de automóveis de luxo Hongqi abre 1º showroom em Israel

A concessionária de carros israelense Samelet Group abriu nesta terça-feira o primeiro showroom da marca chinesa de limusines Hongqi na cidade de Tel Aviv, no centro de Israel.

AstraZeneca continuará a aumentar o investimento na China

AstraZeneca, a gigante farmacêutica britânica, está otimista sobre as perspectivas econômicas e o crescimento do setor de saúde chinês, e continuará a aumentar seu investimento na China, disse Leon Wang, vice-presidente executivo da AstraZeneca, informou o Chinanews.com nesta quarta-feira.

Setor de energia é um dos alvos preferidos de hackers

Mais de 60% de todos os ataques foram de phishing; organizações criminosas de hackers são ameaça às infraestruturas críticas do Brasil.

Países árabes planejam expansão de energia limpa

Omã, Marrocos, Argélia e Kuwait estão entre os que têm planos mais ambiciosos.