Ressentidos&deslumbrados

O mal-estar de que foi acometido e o levou a abortar a viagem a Davos já no avião que o levaria à reunião ao Fórum Econômico Mundial (FEM), na qual receberia o Prêmio Estadista Global, livrou o presidente Lula de emprestar prestígio ao decadente fórum da banca. Mas, nem por isso, a concessão do prêmio deixou de produzir dois sentimentos, aparentemente antagônicos, porém, complementares, entre a oposição conservadora brasileira e o PT no governo, de ressentimento furibundo e deslumbramento.

Banda
A mágoa da oposição conservadora, particularmente do PSDB, sem dúvida é a parte mais divertida do episódio. Assim como a moça da música de Chico Buarque gostava de pensar que a banda só tocava para ela, os tucanos julgavam que os salamaleques protocolares concedidos ao país durante o interminável governo FH deviam-se às supostas, e às insuperáveis, qualidades do presidente de plantão. Como confirma a continuação do show com Lula à frente do governo, os confetes guardam relação com a importância do Brasil, independentemente do ocupante do cargo, e, claro, dos bons negócios que este propicia aos que distribuem as auréolas aos chefes do Executivo tupiniquim.

O cara&O meu garoto
Já a sensação exibida pelo PT e pelo governo de que o prêmio concedido pelo FEM legitimaria o acerto da política econômica esquece de antigo ditado popular, o qual alerta que certos elogios devem nos fazer pensar o que andamos fazendo de errado. Se não por isso, ao menos lembrarem-se que, se hoje Lula é “o cara” de Barack Obama, poucos anos antes, Collor era “o meu garoto do Bushão.

Haiti já é aqui
Como era quase inevitável, já surgiram mensagens com vírus aproveitando-se da comoção causada pela situação do Haiti. Um dos e-mails, com o tema “Até onde resiste um ser humano”, convida os incautos para verem um suposto vídeo sobre “a tragédia do Haiti”. Quem clica no ícone, depara-se, se não com uma tragédia, mas como a desgraça de ter seu computador infectado.

Derreteu
O setor de cobre encolheu entre 15% e 17% ano passado, devido aos impactos da crise internacional, segundo a Associação Brasileira do Cobre (ABC). Para 2010, no entanto, a ABC prevê crescimento de 10% e voltar ao patamar dos níveis anteriores. O setor, que produziu aproximadamente 411 mil de toneladas ano passado, considera que os segmentos automobilísticos e petrolífero serão os mais beneficiados pelo crescimento. “O país precisa de 250 embarcações nos próximos cinco anos só para atender os investimentos do pré-sal. Isso dá pelo menos três unidades por mês”, destaca Sérgio Aredes, presidente da ABC.

Antes da crise
O número de shopping centers no Brasil passou de 310 para 337, entre 2006 e 2008, segundo pesquisa do Ibope Inteligência. Em 2008, as vendas nos shoppings atingiram aproximadamente R$ 70,1 bilhões, que representa 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. Inaugurado em 2002, o Parque D. Pedro Shopping, em Campinas, no interior de São Paulo, é o maior shopping do país, com 119.123 m². O levantamento, no entanto, não captou os efeitos da crise sobre o setor ano passado.

Reeleição
Em chapa única, Aldo Gonçalves foi reeleito presidente do Sindilojas-Rio.

Realista
As filmagens de Tropa de Elite 2 assustaram moradores das proximidades da favela Santa Marta, em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro. Tiroteio e vôos rasantes de helicópteros, nesta segunda, levaram muitos a acreditar que era o fim da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) no morro. Um posto de gasolina em frente à favela praticamente nada vendeu pela manhã.

3D
A Essilor investiu R$ 300 mil para exibir um comercial em 3D das lentes multifocais para óculos Varilux. A propaganda será exibida antes das sessões do filme Avatar. No cinema as imagens em 3D são captadas por câmeras com duas lentes colocadas a pequena distância entre elas, como nos olhos humanos.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFanáticos
Próximo artigoWall Street x Haiti

Artigos Relacionados

Plano B dos bilionários dos EUA

Fuga dos impostos, de Trump e dos bloqueios levam a dupla cidadania.

É a inflação, estúpido

Preços não dão trégua a Bolsonaro em ano de eleição.

Brasil: 3% da população, 6% dos desempregados do mundo

Pode colocar na conta de Bolsonaro–Guedes.

Últimas Notícias

Correspondentes bancários são punidos por irregularidade em consignado

Sidney: 'assédio comercial leva ao superendividamento do consumidor; isso não interessa a ninguém, nem ao consumidor nem aos bancos'.

Inadimplência cresce e atinge 61,94 milhões de brasileiros

Número de inadimplentes no país teve crescimento de 5,59% em comparação a abril de 2021; média das dívidas é de R$ 3.518,84.

Inflação permaneceu elevada em todas as faixas de renda em abril

Variação foi entre 1% para famílias de renda mais alta e 1,06% para mais baixas; dinheiro é maior preocupação de três em quatro brasileiros.

Mercados globais operam no negativo com dados decepcionantes de China

Notícias de Xangai e IBC-Br também ficam no radar.

Tome cuidado com a moda das criptomoedas

Por Florêncio Ponte Cabral Jr.