Retrato

O chinês Chan Kim Chang foi pego tentando levar para fora do país US$ 30 mil, teve seu dinheiro apreendido, foi preso, provavelmente espancado e morto. Já os barões que enviaram ilegalmente US$ 30 bilhões – 1 milhão de vezes mais – via Banestado estão bem, obrigado. No máximo, correm o risco de pegar uma boquinha no governo.

Pendura
Pesquisa da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado do Rio de Janeiro (FCDL-RJ) revela que a inadimplência no estado aumentou 20% em agosto, em relação ao mesmo mês do ano passado. Segundo o presidente da entidade, Celso Bruno Faria, a cada mil cheques compensados, 54 foram devolvidos. Bruno Faria culpa a queda do poder de compra e aumento do endividamento, causados pelas elevadas taxas de juros do cheque especial e cartão. Mas também assume a parcela que cabe ao lojista: “Parte desses problemas deve-se à falta de profissionalização do comerciante no sistema de cobrança”.

Advogados
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebe hoje, às 19h30, no Palácio do Planalto, os presidentes das 27 seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil e o presidente do Conselho Federal da entidade, Rubens Approbato Machado.

Até a última gota
Já circula pela Internet um movimento bem humorado contra projeto de lei da deputada Núbia Cozzolino (PP) que propõe o fechamento dos bares do Rio de Janeiro a partir de 23h. “Biriteiro unido, jamais será vencido” é o lema do protesto.

Portas fechadas
O sindicato dos bares, que reúne também hotéis e restaurantes, reclama do projeto da deputada Núbia Cozzolino, lembrando que haveria demissão em massa de funcionários. O projeto prevê multa de até 10 mil Ufirs para os estabelecimentos que desrespeitarem a lei. A  justificativa da deputada é reduzir o índice de criminalidade. Segundo o sindicato, Brasília e São Paulo já adotaram a restrição de horário na periferia. Para um estado turístico como o Rio, a lei, se aprovada, cairia como uma bomba.

Pára
O Sindicato dos Bancários do Rio promete parar, hoje, as agências do Itaú do Largo da Cancela, em São Cristóvão, e do Unibanco 30 horas da Rua do Livramento, no Centro. Os bancários pretendem fechar as unidades e realizar assembléias nos locais. Os funcionários dos dois bancos decidirão se as paralisações vão durar somente até o meio- dia ou se prosseguirão durante todo o dia. Os bancários reivindicam 21,58% de reajuste salarial, mas os bancos oferecem 10% de aumento. A proposta da Fenaban não cobre as perdas com inflação do período de setembro de 2002 a agosto de 2003, calculado pelo Dieese em 18,8%.

Máquina
Um coquetel marcará o lançamento do BMW Série 5 na concessionária AutoKraft, na Barra da Tijuca (RJ). Para não fazer feio diante do luxo sobre rodas, a Open House, do empresário Roberto Hirth, servirá iguarias inovadoras como sticks aromáticos de alecrim com mussarela de búfala, pastrami e tomate cereja e grissinis (stick comestível) com parma e rúcula.

Semântica
Curiosamente, o mesmo O Globo que, ontem, manchetou sua página de economia com o título “O maior calote da história do FMI”, a respeito da manutenção da moratória argentina, em janeiro deste ano, ao se referir à suspensão unilateral do pagamento das dívidas da Globopar, holding do grupo, com seus credores optou por linguagem mais palatável. A decisão, que  pessoas de má vontade com os Marinhos poderiam epitetar de calote ou default, foi apresentada na retórica global como “reescalonamento do fluxo de pagamentos de suas obrigações de caráter financeiro”.

Artigo anteriorJogada
Próximo artigoEternidade
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Argentina fechará com China parceria do Cinturão e Rota

Iniciativa pode ser pontapé inicial para desenvolvimento e integração da América Latina.

G20 analisa aumentar taxação de corporações, mas…

Proposta tem que ser vantajosa para todos, não só para as sedes das multinacionais.

Botes salva-vidas para a classe A

No mundo de negócios, é tudo uma questão de preço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Preços ao consumidor de março avançaram mais que esperado

Veículos novos registraram o segundo mês consecutivo sem variação, enquanto os usados apresentaram variação positiva.

Castello Branco diz adeus à Petrobras

Assembleia de acionistas da estatal aprovou a destituição.

Alerj pede ao STF suspensão do pagamento de dívida na pandemia

Alerj estima que desde março de 2020, quando se iniciou a pandemia, o Estado do Rio já quitou R$ 1 bilhão em juros da dívida com a União.

Governo Bolsonaro tumultua e população vive drama para receber auxílio

Consórcio do Nordeste, formado por todos os governadores da região, defende que governo descentralize pagamento do benefício.

Indústria do cimento cresce 19% no 1º tri

Mau desempenho no primeiro trimestre de 2020, em razão das fortes chuvas e do início da pandemia, frente ao mesmo período de 2021, refletiram na alta do setor.