28.1 C
Rio de Janeiro
domingo, janeiro 24, 2021

Retrato

A maioria dos brasileiros não usufruem dos direitos sociais previstos em lei: não têm direito a 13º (54%), férias remuneradas (55%) ou plano de saúde (81%); 46% nunca trabalharam com registro em carteira profissional; 82% não falam nem escrevem em outra língua além do português. Os dados são de pesquisa que a DataFolha divulga neste final de semana. Os trabalhadores também consideram que ganham um salário injusto, acham que não são valorizados, já pensaram em mudar de emprego e gostariam de abrir um negócio próprio. Apesar de tudo, 61% se dizem felizes ou muito felizes no emprego.

Marca tucana
O confisco causado pela não correção da tabela do Imposto de Renda já alcançou R4 14,5 bilhões, apenas entre 1997 e 2001, segundo cálculos do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Unafisco Sindical). A correção da tabela em apenas 17,5% não impedirá que os assalariados continuem transferindo cerca de R$ 3 bilhões por ano para o governo, projetando perda de R$ 16 bilhões em seis anos.
Para o presidente da Unafisco, Paulo Gil Introíni, a política tributária brasileira transformou o país “num paraíso para grandes empresas e num inferno fiscal para os assalariados” e precisa de uma reforma profunda.

Homenagem
Provável candidato tucano ao Governo do Rio de Janeiro, José Camilo Zito, prefeito de Duque de Caxias (Baixada Fluminense), já tem 58 títulos de cidadania em todo estado. Quinta-feira foi a vez de Waldir Zito, prefeito de Belford Roxo, também na Baixada, oferecer a Medalha Engenheiro Belford – a maior comenda do município – ao irmão. O prefeito de Caxias retribuiu: “Waldir é tão bom ou melhor que eu”. A cerimônia foi em local apropriado: o restaurante Le Famille.

Professores
No encontro com a coordenação do Sindicato dos Profissionais de Ensino do Estado do RJ (Sepe), para discutir o plano de cargos e salários autorizado pela Justiça, a vice-governadora Benedita da Silva evitou se comprometer com os professores. A provável governadora do estado – quando Garotinho sair para disputar a Presidência da República – afirmou não ter conhecimento das referências orçamentárias nem do formato do plano. Benedita disse ainda que sua maior preocupação, quando assumir o governo, será com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), já que o plano de carreira dos professores não está previsto no orçamento do Executivo para 2002.
“Estamos criando uma comissão de negociação coletiva para ajudar o governo a cumprir o que ficou estabelecido e acordado com a categoria. Mas a decisão judicial correu à revelia. Por isso, estamos conversando com os técnicos para que possamos retomar as negociações”, ressaltou a vice-governadora, que reconheceu a legitimidade do movimento.

Plano de vôo
Ninguém sabe explicar como uma empresa do porte da Varig pode apresentar resultados financeiros negativos nos últimos cinco anos. O questionamento é do presidente da Associação dos Pilotos da Varig (Apvar), Flávio Souza. Ele garante que os vôos da empresa quase sempre estão cheios. Foram 7.613.336 de passageiros no mercado doméstico, com média mensal de 634 mil, e 18.395.472 no internacional em 2001. Nem mesmo o terrorismo nos EUA resultou em menor freqüência de passageiros: em dezembro a empresa registrou uma média mensal de 648.752 no doméstico, acima dos meses anteriores aos atentados, e 1,53 milhão nos internacionais, diferença pequena em relação à média mensal do ano. Para Souza, só existe uma explicação para a crise na Varig: “Má administração”.

JK
O Banco Central colocará em circulação 50 milhões de moedas de R$ 1 comemorativas ao centenário de Juscelino Kubitschek. A Casa da Moeda irá também cunhar 5 mil moedas de ouro e 30 mil de prata relativas a JK, destinadas a colecionadores. As moedas de ouro e prata serão lançadas no dia 12 de setembro, por ocasião do 2º Congresso Luso-Brasileiro de Numismática. Quanto às moedas de R$ 1, o projeto será oficialmente aprovado durante reunião do Conselho Monetário Nacional, devendo o lançamento acontecer em julho ou agosto.

Artigo anteriorFauna
Próximo artigoCéu & inferno
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Incerteza da população ou dos mercados?

EUA e Reino Unido espalham suas expectativas para os demais países.

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Copom está alinhado com maioria da expectativa do mercado

Considerando foco na inflação de 2022, estamos considerando agora que BC começará a aumentar Selic em maio e não em agosto.

Primeira prévia dos PMI’s e avanço da Covid-19

Bolsa brasileira sucumbe ao terceiro dia de queda, mediante aos temores fiscais.

Exterior em baixa

Queda acontece em meio às preocupações com problemas para obtenções de vacinas.

Más notícias persistem

Petróleo negociado em NY mostrava queda de 2,60% (afetando a Petrobras), com o barril cotado a US$ 51,75.

Mercado reagirá ao Copom e problemas internos

Na Europa, Londres teve alta de 0,41%. Frankfurt teve elevação de 0,77%. Paris teve ganhos de 0,53%.