Réveillon de 2021 será pago integralmente pela iniciativa privada

Só uma empresa apresentou proposta, com projeto que cumpre todos os requisitos exigidos pela Riotur.

Rio de Janeiro / 15:38 - 29 de out de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Em nota, a Prefeitura do Rio, por meio da Riotur, anunciou que a SRCOM foi empresa organizadora eleita apta a realizar o Réveillon Rio 2021, que, pela primeira vez, será pago integralmente pela iniciativa privada. Depois de três empresas terem enviado suas propostas, apenas a SRCOM compareceu na sede da Riotur na última terça-feira, dia 27, na sessão pública, apresentando seu projeto, como determinavam as regras do Caderno de Encargos e Contrapartidas.

Após análise e avaliação do projeto, a Comissão de Avaliação e Seleção de Propostas da Riotur entendeu que a proposta apresentada pela SRCOM se encaixa perfeitamente no novo modelo de réveillon que a Prefeitura do Rio planejou para esta virada do ano, que acontece em meio à pandemia da Covid-19.

Segundo a nota, "as boas-vindas ao ano de 2021 acontecerá em um formato diferente do tradicional conhecido por cariocas e turistas. Teremos seis palcos espalhados em pontos turísticos emblemáticos da cidade do Rio de Janeiro, porém, sem presença de público, com todas as áreas isoladas. O público poderá acompanhar os shows pela televisão, por um canal aberto, e pelas plataformas digitais, por meio do canal oficial da Riotur no Youtube."

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor