Rio de Janeiro é o estado mais endividado do país

250
Ponte Rio-Niterói
Ponte Rio-Niterói (foto de Claudia Martini, Xinhua)

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e o Procon-RJ (Procon Carioca) estão juntos para promover a educação e a orientação financeira a consumidores de produtos e serviços financeiros e o uso consciente do crédito, prevenindo o superendividamento das famílias. Na semana passada, assinaram acordo de cooperação que permite o uso e a disseminação de conteúdo da Plataforma Meu Bolso em Dia Febraban à população local.

O Rio de Janeiro é o estado com maior número de endividados. Em torno de 7,3 milhões de pessoas estão nessa situação, o que corresponde a 53% da população fluminense, de acordo com dados da Serasa. Na capital, são quase 2,9 milhões de inadimplentes.

Segundo o levantamento da Serasa, computado em março, são 72 milhões de brasileiros inadimplentes e outros 271 milhões com dívidas ativas. O estudo revelou também que os dois principais motivos para a inadimplência, nos anos de 2022 e 2023, foram o desemprego e a redução na renda. O desemprego foi apontado por 29% dos endividados, em 2022, e por 22%, em 2023. Já a redução de renda foi citada por 12% e 20% dos inadimplentes, em 2022 e 2023, respectivamente.

“Os bancos têm papel fundamental no avanço da inclusão financeira do brasileiro e na prevenção do superendividamento. Os órgãos de defesa do consumidor são nossos parceiros estratégicos na disseminação de conteúdo e na ampliação do acesso da população à nossa plataforma de educação financeira”, afirma Amaury Oliva, diretor executivo de Cidadania Financeira e Relações com o Consumidor da Febraban.

Espaço Publicitáriocnseg

Desenvolvida em cooperação técnica com o Banco Central do Brasil e apoio dos bancos e integrantes do Sistema Financeiro Nacional, a Plataforma Meu Bolso em Dia Febraban traz de forma digital e gratuita conteúdo e orientações para uma vida financeira mais saudável. Há dicas sobre planejamento financeiro, criação de poupança, investimentos e relação com o dinheiro, além de informações que ajudam a entender e usar produtos e serviços bancários, em linguagem acessível a diferentes perfis da população e faixas etárias.

Para quem busca renegociar suas dívidas, a plataforma pode ajudar a mapear a vida financeira e a desenvolver um plano sustentável e duradouro de pagamento. O Índice de Saúde Financeira do Brasileiro (I-SFB), exclusivo da plataforma, é uma ferramenta por meio da qual é possível fazer um diagnóstico individual para identificar vulnerabilidades e personalizar estratégias de solução para reequilíbrio das finanças.

Todo o conteúdo e as trilhas de aprendizado da plataforma foram criados por educadores financeiros e abordam temas como planejamento financeiro, solução de dívidas, criação de poupança, investimentos e relação com o dinheiro, em linguagem acessível a diferentes perfis da população e faixas etárias. A plataforma também é a primeira do gênero a fazer uso de inteligência artificial para oferecer ao usuário recomendações personalizadas a seu perfil ou necessidade financeira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui