Rio registra maior alta do país no consumo de energia elétrica

Levantamento da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE mostra que o consumo de energia no Estado do Rio de Janeiro cresceu 26% na primeira quinzena de abril, na comparação com o mesmo período de 2020. É o estado com a maior alta do país nestas duas primeiras semanas do mês.

A quantidade de energia elétrica consumida tem sido um dos indicadores prévios para avaliar a retomada da economia. Para a CCEE, o aumento expressivo na região é reflexo de uma maior adaptação dos setores produtivos ao cenário de isolamento social, e a consequente mitigação dos impactos da pandemia. A flexibilização gradual das medidas restritivas para combate à Covid-19 também pode ter influenciado.

Entre 1º e 15 de abril, o Rio de Janeiro consumiu 6.642 megawatts médios (MW). O resultado foi puxado principalmente pelas indústrias que compram sua energia no mercado livre, com destaque para os setores de Metalurgia e Produtos de Metal, Comércio, Serviços, Minerais Não-Metálicos e Químicos.

Mesmo em março, período de restrições mais intensas em parte do estado, houve alta de 14% no indicador na comparação anual. Neste ano, a única baixa no consumo de energia na região se deu em fevereiro (-3%), mas a queda teve como um dos principais motivos o cancelamento do carnaval, que no ano passado ajudou a elevar a demanda por eletricidade.

As informações referentes a abril divulgadas no boletim InfoMercado Quinzenal ainda são preliminares e sofrerão alterações até a data final de contabilização.

Artigos Relacionados

Estado do Rio registra 68,8 mil novos MEIs

Alimentação fora do lar foi o segmento com mais abertura de empresas, com 10,4 mil novos microempreendedores.

Volume de vendas do varejo restrito regrediu em março

'Recuo foi acima do esperado por nós (-3,4%) e pelo mercado (-5,1%)', diz Felipe Sichel.

Quase 80% não trabalham totalmente remoto na pandemia

Segundo levantamento sobre adaptação ao modelo de teletrabalho, 49,7% dos entrevistados estiveram na empresa semanalmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Estado do Rio registra 68,8 mil novos MEIs

Alimentação fora do lar foi o segmento com mais abertura de empresas, com 10,4 mil novos microempreendedores.

Volume de vendas do varejo restrito regrediu em março

'Recuo foi acima do esperado por nós (-3,4%) e pelo mercado (-5,1%)', diz Felipe Sichel.

Quase 80% não trabalham totalmente remoto na pandemia

Segundo levantamento sobre adaptação ao modelo de teletrabalho, 49,7% dos entrevistados estiveram na empresa semanalmente.

Tunísia pretende exportar 80 mil toneladas de frutas

País produz pêssegos, nectarinas, damasco, ameixa e estima aumento de 7% na safra de frutas em 2021; grandes importadores são Líbia, França e Itália.

Rio acaba com toque de recolher

Novas medidas têm validade até o dia 20 de maio; medidas podem ser revistas.