Rio tem a gasolina mais cara do Sudeste

Combustível registrou alta de quase 3% e valor chegou a R$ 4,461 na região; no estado, a média foi de R$ 4,811.

Conjuntura / 16:12 - 11 de set de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

De acordo com o Índice de Preços Ticket Log (IPTL), a Região Sudeste manteve o ritmo de alta nos preços dos combustíveis no mês de agosto. O Rio de Janeiro registrou nas bombas a gasolina mais cara de toda a região, com média de R$ 4,811 e aumento de 2,2% frente ao mês de julho.

O Estado de São Paulo registrou o valor médio mais baixo para o combustível, ficando em R$ 4,105. Mesmo assim, quando comparado ao preço médio do Rio de Janeiro, os postos paulistas apresentaram um aumento ainda maior na comparação com julho - fechando em 2,3%. Minas Gerais e Espírito Santo também registram alta no combustível, apresentando 2,9% e 2,8% de crescimento, respectivamente.

O Rio de Janeiro também foi o estado com o preço do etanol mais caro, posição que se mantém desde o mês de julho. Apesar de ter registrado a média mais cara, de R$ 3,757, o combustível apresentou queda de preço de 0,3% nas bombas frente ao mês anterior.

Quanto aos preços do diesel e do diesel S-10, Minas Gerais lidera com os valores mais altos para a região - R$ 3,542 e R$ 3,614, respectivamente, e na comparação com o mês de julho, houve aumento de 3,3% para ambos. Já o Espírito Santo registrou o Gás Natural Veicular (GNV) mais caro (R$ 3,329) e aumento de 0,3% frente ao mês anterior.

 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor