28.7 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 18, 2021

Rir de quê?

Mantega comentou, com um certo ar de superioridade, que o Brasil caminha “para atingir o superávit nominal (receitas maiores que despesas, incluindo juros)”. Este ano, o déficit deve cair para 1,9% e até 2010, para 0,2%. Compreende-se a alegria pela redução no pagamento de juros, por causa da queda – ainda que a conta-gotas – da taxa básica. Mas é bom lembrar ao ministro que até o restritivo e ortodoxo Tratado de Maastricht, que regulou a unificação européia, prevê um déficit nominal máximo de 3%. Essa amarra impede que a economia da Europa cresça a níveis razoáveis e, por isso mesmo, vem sendo sistematicamente desrespeitada pelos países mais fortes. Foi assim que a Alemanha conseguiu crescer 2,7% ano passado, o que deve superar a taxa de crescimento do Brasil em 2006.

Luxo do lixo
Nos últimos 25 anos, mais de 300 milhões de computadores foram parar no lixo em todo o mundo – no Brasil, estima-se que 850 mil foram descartados. Para reaproveitar parte desse lixo nada virtual, a Fundação Banco do Brasil vai investir R$ 1,9 milhão no primeiro ano de funcionamento do Centro de Recondicionamento e Reciclagem de Computadores do Distrito Federal (CRC/DF), com inauguração prevista para o próximo mês, no Gama. Serão reaproveitados 12 mil microcomputadores por ano e capacitados mais de 1,4 mil pessoas da comunidade em microinformática.

Merenda
O Conselho de Alimentação Escolar (CAE) do Município do Rio de Janeiro reúne-se nesta quinta, às 8h30, para analisar a prestação de contas da Secretaria Municipal de Educação na execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar, no ano de 2006. Relatório da CPI da Merenda, da Câmara dos Vereadores, aponta prejuízos de R$ 11 milhões aos cofres públicos por conta da licitação para fornecimento dos alimentos. A empresa vencedora teria cobrado preços com diferença de 30%, dependendo da localização da escola.
Se as contas forem rejeitadas e o parecer for confirmado pelo Ministério da Educação, a prefeitura carioca pode perder os recursos, estimados em quase R$ 34 milhões este ano.

Nova vida
O primeiro show de uma banda latino-americana no site Second Life será dia 1 de março. Quem subirá no palco virtual será o grupo cearense de electropunk Montage. A promoção é da DNMCA, empresa de consultoria e desenvolvimento de negócios, que aposta no site de relacionamentos, espécie de BBB virtual, que já conta com mais de 2 milhões de participantes. A primeira banda a se apresentar no Second Life foi a irlandesa U2.

Notícia
As rádios precisam ter 5% de programação jornalística executada por jornalistas. A luta dos Sindicatos dos Jornalistas e da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) foi reconhecida pelo Ministério Público do Trabalho da 12ª Região (MPT/SC), que firmou um Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta com a Rádio Aliança, de Concórdia (SC), para cumprimento da legislação.

Em BH
No dia 1 de março, Belo Horizonte ganhará seu Centro de Tratamento Anti-Reflexo da multinacional francesa Essilor do Brasil, fabricante das lentes Varilux. A companhia tem cerca de mil funcionários no Brasil. Em BH, serão gerados 150 empregos, entre diretos e indiretos.

Obra
Aproveitando o aumento de fiscalização, para impedir tragédias como o desabamento na obra do Metrô de São Paulo, poderia ser passado um pente fino nos estádios e instalações que estão sendo construídos para o Pan 2007, na vizinhança do Autódromo do Rio de Janeiro. Uma das obras, denunciam engenheiros, estaria com problema estrutural.

Condenado
Aliás, experiente engenheiro afirma que o sistema de licitação de obras públicas está condenando o Estado a só contratar problemas, ao invés de construções seguras e bem realizadas. Segundo o especialista, as licitações só são aprovadas quando os prazos estão para lá de estourados, gerando obras mais caras e feitas às pressas – elevando a probabilidade de erros. Os atrasos para o Pan 2007 comprovam a tese. E o engenheiro preferiu não entrar no assunto corrupção.

Artigo anteriorVirando o jogo
Próximo artigoGanhos e perdas
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.