Risco Brasil

Eco da qualidade dos fundamentos macroeconômicos: os gastos com segurança lideram a planilha de investimentos corporativos das grandes e médias empresas do Brasil, segundo levantamento da empresa de segurança Graber Rastreamento no início do ano. Líder do setor, a Graber registrou aumento de 30% do volume de negócios de segurança corporativa. Segundo a Graber, esse incremento se deve ao alto índice de sequestros no último ano. Só na cidade de São Paulo, foram registradas 118 ocorrências, em 2003, além do número de ações relâmpago – a cada duas horas, uma pessoa é vítima também em São Paulo.

Fim da privacidade
Segundo os dados do Manual da Segurança, lançado em 2002, pela Câmara Brasil Alemanha, o sequestro é um crime que, para usar a linguagem do mercado, tem foco claramente definido. Os executivos são 53% das vítimas de sequestros, seguidos pelos profissionais liberais, alvos de 29% das ocorrências. Diante disso, as empresas passaram a adotar medidas que vão do controle de informações confidenciais de seus executivos ao rastreamento por satélite de familiares dos profissionais. Algumas empresas reúnem em pastas fotografias, histórico médico e dentário, conversas gravadas, registros manuscritos, perguntas que somente a vítima pode responder, além de detalhes sobre a escola e a formação profissionalizante, endereços importantes e números telefônicos dos médicos e advogados da família.

Por três
Produtores brasileiros triplicaram o volume de negócios na Biofach 2004, maior feira de produtos orgânicos do mundo, realizada em Nuremberg, Alemanha, em fevereiro. Os expositores alavancaram exportações no valor de US$ 15 milhões, contra US$ 5,5 milhões no ano anterior. Os produtos negociados foram café, açúcar, castanha de caju, mel, frutas frescas e secas, sucos, polpa de fruta, cereais e legumes. Os agricultores familiares são responsáveis pela maior parte da produção orgânica do Brasil, representando 90% da força de trabalho deste setor.

Árbitro
O advogado Pedro Batista Martins, especialista em mediação e arbitragem, fará palestra no seminário International Commercial Arbitration in Latin America, dia 12, em Nova York. Martins falará sobre reconhecimento e execução de sentença arbitral estrangeira.

Unidos
Dois ícones do desenvolvimento de tecnologia nacional da década de 80, quando “made in Brazil” não era um taxado como palavrão jurássico, a Cobra Tecnologia e o CPqD iniciaram um processo de colaboração. Um primeiro resultado foi a contratação da certificação de produtos da marca premium de computadores Cobra – a linha Auria. Em negociação está também a adoção pelo CPqD (que foi o braço de tecnologia da Telebrás) do Portal de Gerenciamento de Projetos desenvolvido pela Cobra.

Patrício
Empresários brasileiros e portugueses almoçam neste domingo com o primeiro-ministro de Portugal, José Manuel Durão Barroso, no Palácio São Clemente, da Prefeitura do Rio de Janeiro. Além do prefeito César Maia devem comparecer José de Souza Cintra, da Cervejaria Cintra, e a executiva Maria Sílvia Bastos Marques (ex-CSN).

Panorama latino
As atuais condições políticas, econômicas e sociais da América Latina em geral e as do Equador em especial serão tema de debate, no próximo dia 9, às 18h, no Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Sintrasef). Intitulado América Latina: Submissão ou Independência o evento contará com a participação do deputado Luis Maldonado, do Movimento Popular e Democrático (MPD) equatoriano e representantes do Partido Comunista Marxista-Leninista do Equador (PCMLE). Além do próprio Sintrasef, o encontro é organizado por Centro Cultural Manoel Lisboa, vereador Eliomar Coelho (PT) e Partido Comunista Revolucionário (PCR).

Passaporte
Acontecerá no próximo dia 11, no Hotel Glória (RJ), a II ExpoBelta Rio, que reunirá representantes dos EUA, Nova Zelândia, Inglaterra, Austrália, entre outros. Trata-se da maior feira de intercâmbio cultural e educacional do país.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNova matemática
Próximo artigoElas

Artigos Relacionados

Rio manda R$ 2,4 tri para União e só recebe R$ 171 milhões

Estado é um dos mais prejudicados da Federação.

Não, a Petrobras não quebrou

Na época em que os preços dos combustíveis não eram descontrolados, caixa da estatal era superior ao atual.

Hood Robin e o ICMS nos combustíveis

Reduzir impostos tira da sociedade para dar a poderosos.

Últimas Notícias

Electrolux lança desafio para arquitetos e designers de interiores

A Archademy, primeiro Market Network de Arquitetura e Design de Interiores do Brasil, abre inscrições para a edição do seu Archathon Electrolux 2022. O...

Gestão do Hopi Hari ganha na justiça e se mantém no parque

A gestão do Parque Temático Parque Hopi Hari acaba de obter decisão favorável, proferida pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, para...

Bancos chineses registram compra líquida de divisas em 2021

Os bancos chineses registraram uma compra líquida de divisas em 2021, pois a taxa de câmbio do iuan permaneceu geralmente estável e os fluxos...

RNI: Plano de negócio tem o melhor resultado dos últimos 7 anos

Prévia do 4T21 da construtora e incorporadora RNI, do grupo Empresas Rodobens, indica resultados superiores aos últimos sete anos. A empresa, que completou 30...

Chile quer renacionalizar cobre e bens públicos estratégicos

A campanha pela renacionalização do cobre e dos bens públicos estratégicos entregues às transnacionais durante o governo de Augusto Pinochet (1973-1990) tem sido impulsionada...