Roleta

Menos de 5% das transações monetárias mundiais estão relacionadas ao comércio internacional de bens e serviços ligados à economia real, ficando o restante atrelado às múltiplas operações com “inovações financeiras” cada vez mais sofisticadas, surrealistas e alheias ao mundo real, informa o boletim eletrônico Resenha Estratégica. “Em 1980, a massa de instrumentos monetários e financeiros era aproximadamente equivalente ao PIB mundial, de cerca de US$ 9 trilhões. Em 2005, a proporção ativos financeiros/PIB havia subido para cerca de 3 por 1, sem contar os derivativos financeiros, cujo montante nem mesmo o Banco de Compensações Internacionais (BIS) sabe avaliar corretamente.”

Sempre criança
Com uma semana de atraso – justificável, pelo engarrafamento de atividades realizadas no Rio no último final de semana – a ONG RioVoluntário realizará uma festa em comemoração ao Dia das Crianças, no Parque do Flamengo, dia 19. A ação conta com o apoio da multinacional francesa Essilor.

No palito
Para aproveitar a temporada de verão, que para o setor de sorvetes vai de outubro a março e concentra 65% das vendas do ano, a Nestlé lança em todo o país o picolé Nescau, achocolatado líder em vendas no Brasil. O preço é de quem parte para a batalha: R$ 1.

Espiritual
O Chile lidera o ranking de prosperidade na América Latina, revelou o Índice de Prosperidade Legatum 2008. Argentina, Uruguai, Costa Rica, Brasil e México vêm a seguir. O índice define a prosperidade como uma “combinação holística de riqueza material e satisfação com a vida, medindo como as nações estão promovendo o crescimento econômico e a qualidade de vida”. A Austrália está em primeiro lugar, seguida de muito perto pela Áustria e Finlândia. Quem acredita neste tipo de levantamento pode obter mais informações em www.prosperity.com

Coisas do coração
O Hospital Pró-Cardíaco abriu as inscrições para o V Curso Teórico-Prático de Eco Color Doppler Vascular, direcionado para médicos. Com coordenação dos médicos Antônio Carlos Nogueira, Arnaldo Rabischoffsky, Luciano Belém e Salomon do Amaral, o curso será realizado de 31 de outubro a 2 de novembro, das 8h às 19h30m. A inscrição custa R$ 2 mil. Outras informações pelos telefones (21) 2131-1444 / 2131-1470 ou pelo endereço eletrônico  [email protected]

Platitudes verdes
Especialistas em análise do discurso que costumam assistir à propaganda eleitoral gratuita não têm mais dúvidas. O candidato do PV à Prefeitura do Rio, Fernando Gabeira, é imbatível em ao menos um quesito: campeão das generalidades. Noves fora o discurso neoduenista que já levou o assessor especial de Relações Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, a compará-lo a Carlos Lacerda, o verde raramente menciona alguma proposta com princípio, meio e fim. Mais, em compensação, tem uma pose…

Vazio
Aliás, a ausência de propostas da esmagadora maioria dos candidatos que passaram ao segundo turno torna os dez minutos de cada programa um verdadeiro latifúndio do nada.

Mercado futuro
Petistas resignados a votar em Eduardo Paes (PMDB) para prefeito do Rio de Janeiro buscam contornar o constrangimento racionalizando que, com Paes e o governador Sérgio Cabral (PMDB), o candidato petista a presidente em 2010 terá uma forte base eleitoral no Rio. Como dizia o antigo quadro humorístico: “Isso é muito relativo”. É bom lembrar que, até pelo DNA tucano, ambos têm muito mais afinidades com os governadores de São Paulo, José Serra, e de Minas Gerais, Aécio Neves, do que com Lula. Ou seja, a decisão sobre quem vão apoiar vai depender dos números das pesquisas até lá.

Sem referência
Por falar em pesquisas, é impressionante como, a exemplo do que sucede com as desmoralizadas agências de classificação de risco, ainda haja quem leve aqueles institutos a sério.

Marcos de Oliveira e Sérgio Souto

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrevisões de um “futeeconomista”
Próximo artigoPré-sal

Artigos Relacionados

Deputado bolsonarista: servidor não pode ser sacrificado

‘Sociedade acha que não é o momento da reforma administrativa’.

Engie valerá R$ 2,5 bi a mais após acordo com Aneel

Prorrogação da concessão sem pagamento de outorga.

Apelo de Biden ao multilateralismo fica sem crédito

Na ONU, presidente dos EUA desmente mundo dividido em blocos rígidos.

Últimas Notícias

Pitch Night Mulheres no Comando

Grupo de mulheres investidoras anjo autofinancia startup de tecnologia lideradas por elas mesmas.

Limite de R$ 1 mil para saques entre 20 h e 6h deve dividir opiniões

Crescimento de golpes obriga BC a adotar medidas restritivas Na tentativa de evitar fraudes, o Banco Central adotou esta semana duas medidas restritivas: limite de...

Brasileiros começam a descobrir a Mesa proprietária

No Brasil o conceito ainda é desconhecido para a maioria das pessoas, mas é possível ganhar dinheiro trabalhando como trader no mercado financeiro e...

China: US$ 1,47 tri em aeronaves nos próximos 20 anos

O mercado de aviação da China criará uma demanda de novas aeronaves comerciais avaliada em US$ 1,47 trilhão nos próximos 20 anos, informou uma...

Cerca de 51% das ações ordinárias da ES Gás serão vendidas

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o governo do Estado do Espírito Santo e a Vibra Energia (antiga BR Distribuidora) assinaram,...