Rotatividade no Brasil é duas vezes maior que nos EUA

O número de trabalhadores com carteira assinada somou 38,31 milhões em abril, mês em que foram registradas 1,141 milhão admissões e 1,081 milhão demissões. A rotatividade da mão de obra no Brasil é duas vezes superior à dos Estados Unidos e quase três vezes maior que a da Europa, mostra o professor titular do Instituto de Economia e pesquisador do Centro de Estudos Sindicais da Unicamp, Marcio Pochmann. E ninguém se atreve a dizer que o que segura o trabalhador no emprego nos EUA é a engessada lei trabalhista…

A rotatividade intensa compromete a formação e a qualificação da mão de obra. Leva, normalmente, a um rebaixamento de salários. E também interfere na aposentadoria, já que é preciso completar 35 anos de contribuição, mas o trabalhador não consegue fazer as 12 contribuições no ano, ficando parte do período no seguro desemprego ou no mercado informal, sem recolher para a Previdência.

Mas, para o Brasil atual, não há bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe: a reforma trabalhista e a terceirização devem agravar a situação: “Setenta por cento dos terceirizados sofrem com a rotatividade”, diz Pochmann.

 

Risco aéreo

A Aeronáutica lançou nesta segunda-feira campanha de conscientização contra a soltura de balões, prática que ameaça a segurança do tráfego aéreo. Entre 1° de janeiro e 2 de abril, já foram registrados 134 casos de avistamentos de balões por aeronaves no país. Desse total, 78, ou 57%, apenas em São Paulo. Já no Rio de Janeiro, foram 31 casos de avistamentos no primeiro trimestre, ou seja, 23% do total registrado.

Em 2016, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) registrou mais de 500 casos de avistamentos de balões no espaço aéreo brasileiro. Durante as festas juninas, o número de balões avistados aumenta 79%.

 

Caninha

A partir desta quarta-feira, bares e restaurantes dos polos gastronômicos de Santa Teresa e do Lido vão passar por oficinas de capacitação sobre a cachaça. A iniciativa faz parte do programa Embaixadas da Cachaça realizado pela associação dos produtores da bebida no Rio de Janeiro (Apacerj), em parceria com outras entidade e o governo estadual.

O programa começou a ser implantado no segundo semestre do ano passado. Os estabelecimentos que mantêm o padrão recebem o selo de Embaixada da Cachaça. O objetivo é qualificar equipes de 55 bares e restaurantes.

 

Global

Pela primeira vez no Brasil, a Global Business Corporation premiará empresas do mundo inteiro com mais uma edição do prêmio internacional Business Management Awards 2017. O evento, que engloba integração de negócios e reconhecimento, acontecerá nestas quinta e sexta, no JW Marriot, em Copacabana.

Foram selecionadas 50 empresas, uma de cada segmento, que se destacaram ao longo do ano passado nos quesitos de responsabilidade social, qualidade, criatividade e inovação, liderança e outros. O prêmio é concedido em um país diferente a cada ano. Mais informações em http://gbc-tm.com

Entre os indicados desse ano estão a RioPress Assessoria de Imprensa (Brasil), Escuela Latinoamericana de Medicina (Cuba), Laboratório Güemes (Argentina), Universidad Laica Vicente Rocafuerte (Equador), Museo Historico Comunal y de la Colonizacion Judia Rabino Aaron Halevi Goldman (Argentina), Escuela Superior de Gastronomía y Hostelería Las Margaritas (Guatemala), entre outros.

 

Rápidas

A segunda edição do Almoço do Empresário de 2017 vai receber nesta quarta-feira o ministro da Saúde, Ricardo Barros. Ele receberá o documento “A saúde que podemos ter”, elaborado pelo Conselho Empresarial de Medicina e Saúde da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRio) *** José Alex Oliva, presidente da Companhia Docas de São Paulo, Adalberto Tokarski e Mário Povia, da Antaq, e Thiago Aragão, da ANTT, são os convidados, nesta sexta-feira, da reunião da Câmara de Logística Integrada da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) *** Furnas recebe nesta quarta-feira o prêmio internacional Milestone Award, reconhecimento ao trabalho feito pelo engenheiro civil e geotécnico Marco Antonio S. Ramidan sobre a barragem da Usina de Furnas. Ele resgatou dados importantes relacionados à memória técnica e aspectos sociais, bem como fotos da construção do empreendimento, que foi a primeira hidrelétrica do Brasil *** O Conselho Regional de Contabilidade do Rio (CRCRJ) realiza,quinta e sexta, o Fórum Sped, que será ministrado por Márcio Tonelli, ex-auditor da Receita Federal. Haverá palestras em quatro bairros. Programação em www.crc.org.br *** Já o Conselho Federal de Contabilidade (CFC) abriu inscrições para dois Exames de Qualificação Técnica (EQTs) voltados a profissionais da contabilidade que pretendam fazer parte do Cadastro Nacional de Peritos Contábeis (CNPC) e também para o Cadastro Nacional de Auditores Independentes (CNAI). Detalhes em cfc.org.br

Artigo anteriorA rota passou na janela…
Próximo artigoArmas de brinquedo
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É a saúde (além da economia), estúpido!

Vacinação e estímulos à economia andam juntos; Brasil fica para trás em ambos.

Cortes poupam petroleiras e ‘bolsa refrigerante’

Para liberar auxílio emergencial, governo prejudica setores essenciais.

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Lula livre. Até quando?

Jurista: Necessidade de proteger Moro e os procuradores da Lava Jato.

Produtividade na indústria cai com menor produção na pandemia

Para 2021, as perspectivas são melhores, em razão do início da vacinação da população.

Demanda por bens industriais cresceu 0,6% em janeiro

Ipea apontou avanço de 6,6% no trimestre móvel encerrado no primeiro mês de 2021.

Aumenta consumo de pornô por público feminino

Relatório de site de entretenimento adulto revela que 39% do acessos são de mulheres.

Abertura de empresas tem alta de 13,4% em novembro

Segundo Serasa, sociedades limitadas impulsionaram índice; comércio teve alta estimulada por Black Friday e festas de fim de ano.