Rússia/China: Amizade continua

Rússia e China anunciaram, nesta segunda-feira, que vão prorrogar por cinco anos um tratado de amizade em vigor desde 2001, elogiando o “papel estabilizador” de sua colaboração em face da “turbulência global”. O Kremlin emitiu declaração conjunta comemorando o 20º aniversário desse pacto, após uma videoconferência entre Vladimir Putin e Xi Jinping.

Nos últimos meses, ambas as potências multiplicaram as suas declarações de apoio, anunciando, sobretudo, o reforço da cooperação nos setores da economia, da informação e da indústria espacial. Essa reaproximação ocorre em meio a crescentes tensões e competição comercial entre a China e os Estados Unidos e um contexto de deterioração das relações russo-americanas.

Leia também:

Desenvolvimento da China tem princípio de não deixar ninguém para trás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Dez anos após morte de Kadafi, Líbia sofre a pior crise humanitária

Em 2016, Obama chegou a reconhecer que seu pior erro foi não ter acompanhado de maneira efetiva o conflito após a queda do líder líbio.

Egito vive disparada no preço da carne

Valores da carne bovina atingem níveis sem precedentes, com aumentos semanais ocasionados pela alta no custo da alimentação do gado.

Colin Powell morre de Covid aos 84 anos

Republicano foi chefe do Estado-Maior das FFAA no governo Bush na Guerra do Golfo; mais tarde, foi secretário de Estado de Bush filho.

Últimas Notícias

Para 48%, recém-formados são os mais afetados no mercado de trabalho

Pesquisa feita com mais de 9 mil pessoas descobriu que 25% fazem parte da Geração Nem Nem, que não trabalha nem estuda.

SP registra queda de 13% em mortes de trânsito ante setembro de 2020

Número de óbitos caiu de 455 em setembro do ano passado para 396 no mesmo período de 2021.

Supermercados tiveram queda de 7,15% em vendas

Período avaliado em São Paulo foi de 12 meses, já Rio registra expansão de 41,5% de novas unidades no primeiro semestre.

Dez anos após morte de Kadafi, Líbia sofre a pior crise humanitária

Em 2016, Obama chegou a reconhecer que seu pior erro foi não ter acompanhado de maneira efetiva o conflito após a queda do líder líbio.

Procedimentos contraceptivos têm queda na saúde suplementar

Pandemia impactou a realização de laqueaduras tubárias e o implante de dispositivos intrauterinos.