Sabedoria

Conforme ironizou John M. Keynes (1936), “a sabedoria universal indica ser melhor para a reputação fracassar junto com o mercado do que vencer contra ele”. “Será esse o caminho escolhido pelo Estado brasileiro e seus governantes mesmo após a crise de 2008?”, questiona o economista e professor Rodrigo L. Medeiros.

Caldo de galinha
Os dados de julho Associação Comercial de São Paulo (ACSP), além de registrar uma desaceleração nas vendas, mostram a continuidade de alta gradual da inadimplência, sugerindo cautela do mercado nas vendas a prazo. Mas o presidente da entidade, Rogério Amato, alerta que a influíram na desaceleração o efeito da ausência do frio, especialmente na segunda quinzena, e “o efeito calendário, que retirou um dia útil no final do mês”.
O SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), que mede as vendas a prazo, cresceu 3% em julho de 2011, contra igual período em 2010; e o SCPC/Cheque, que mede as vendas à vista, registrou estabilidade (0,1%). Com o ajuste pela média diária, o SCPC teve alta de 6,9% e o SCPC/Cheque, elevação de 3,9% – média de 5,4%.
Os registros de inadimplência recebidos cresceram 13,1%. Já os cancelados/renegociações subiram 10,3%.

Voaram
Há um ano não operam os pardais e lombadas eletrônicas instalados nas estradas estaduais do Rio Grande do Sul, informa o blog do jornalista Políbio Braga, que acrescenta: “Não parecem fazer falta.”

Petróleo da celulose
Responsável pela autogeração de mais de 33% do total de eletricidade que consome, a indústria de celulose e papel está ampliando o uso de biomassa para produção de biocombustível, o que já permitiu a alguns fabricantes do setor conquistar a auto-suficiência em energia. Um dos principais avanços nesse sentido, segundo a Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel (ABTCP) está nos estudos para maior aproveitamento da lignina (componente da madeira), que pode ser considerada o petróleo do setor de celulose. A queima da lignina gera vapor para mover as turbinas elétricas.

Manda a lei
A Prefeitura de Guarulhos lança nesta terça-feira o Plano Diretor de Resíduos. O projeto prevê a redução da geração de lixo na cidade e a implantação da coleta seletiva dos resíduos secos e úmidos, além da recepção de pequenos volumes de resíduo da construção e da demolição nos Pontos de Entrega Voluntária (PEVs).

Sem chororô
Formar profissionais, no lugar de ficar lamentando o “apagão” de mão-de-obra é o objetivo do Projeto Forsoft (Formação em Software), iniciativa que reúne a Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação (Assespro – RJ), entre outras, com apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia. Empresas “madrinhas” do projeto garantem o emprego dos jovens ao final do curso, assinando um termo de adesão em que se comprometem a contratar pelo menos 1/3 dos alunos formados.
Sérgio Pinna, diretor da Acol, “não adianta ficar reclamando e esperando soluções vindas somente do governo. As empresas precisam de mão-de-obra, então, vamos procurar parcerias e maneiras de qualificar”.

Meio cheio ou meio vazio?
Líderes empresariais se reúnem nesta quarta-feira, no Rio, para um encontro sobre “Otimismo x Pessimismo nos Negócios”. Coordenado pelo economista Claudio da Rocha Miranda, especialista em gestão estratégica do país, o evento será realizado no Restaurante Giuseppe Grill, no Leblon. Serão debatidos os riscos e as oportunidades empresariais em evidência no atual cenário econômico brasileiro. A realização é do grupo Vistage, organização criada em 1957 que junta mais de 14 mil CEOs de todo o mundo.

Seleto
Apenas 70 convidados, entre líderes empresariais e políticos, foram convidados para assistir à cerimônia de lançamento da nova política industrial.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorChinês nas pranchetas
Próximo artigoCausa e efeito

Artigos Relacionados

Ainda é a economia

Redução dos preços coloca algum combustível na campanha de Bolsonaro.

Suíça é ponte para exportações à Rússia

Vendas do País que lava mais branco aos russos cresceram mais de 80% desde fevereiro.

Homens pintam melhor que mulheres?

Não, mas recebem 10 vezes mais por obra.

Últimas Notícias

Armazém Cultural: Câmara debate veto do prefeito do Rio

.Comissão de Justiça e Redação recomenda rejeição ao veto

Plataformas da Bacia de Campos tem hotéis flutuantes

Petrobras estuda investir US$ 220 milhões até 2023

Ações do setor de saúde puxam Ibovespa

Destaque também para Petrobras, que celebrou novo aditivo ao contrato de compra de gás natural com a YPFB

Governo de MG conclui leilão de 627,4 km de rodovias

Investimentos de R$ 3,2 bi, sendo R$ 1,4 bi nos oito primeiros anos da concessão

Bancos chineses: mais empréstimos para empresas privadas

No final de junho aumento de 11,4% em relação ao ano anterior