Saber

Das três empresas que mais detêm patentes nos Estados Unidos, duas são japonesas: Matsushita (segundo lugar) e Canon (terceiro). A empresa que mais registrou patentes é a estadunidense IBM. “De 1994 até 2005, as companhias japonesas estiveram por três vezes entre as cinco primeiras”, destaca Marcelo Miake, gerente de marketing da Canon do Brasil. A empresa investe anualmente US$ 2,3 bilhões em pesquisa e desenvolvimento e já registrou 20 mil patentes – mais de 1,8 mil nos EUA. O Brasil – todo, setores público e privado – investe em pesquisa cerca de US$ 4,6 bilhões, ou apenas duas vezes o que a empresa japonesa gasta sozinha.

Blindagem
Maior empresa de locação de carros da América Latina, presente em oito países, com uma frota de 35 mil veículos, a Localiza também acelera na direção do filão do mercado que mais cresce no país como corolário da festejada política econômica da dupla Lula/Palocci: o de segurança privada. Além do aluguel de Omegas CD 2005 com blindagem tipo 3 – nível mais alto permitido para veículos civis, com a promessa de suportar até cinco tiros consecutivo de pistola Magnum 44, numa área de 40 cm – o serviço inclui motorista treinado em manobras anti-seqüestro. O público-alvo é formado por executivos residentes e de passagem por São Paulo e Rio de Janeiro, não por acaso estados nos quais são mais visíveis os efeitos da política econômica aplaudida pelos mesmos usuários potenciais de carros blindados.

Invasão
A participação das empresas brasileiras no mercado nacional de vinhos finos caiu de 53,5% para 35,5% no ano passado. Isso ocorreu devido à “invasão de importados de baixíssima qualidade e custo”, afirma Sergio Inglez de Souza, enófilo e consultor responsável pelas vinícolas brasileiras no Expovinis Brasil 2005 (www.exponor.com.br), salão internacional de vinhos da América Latina, que será realizado no início de maio, em São Paulo. Em termos de qualidade, a última safra nacional, que deve chagar ao mercado a partir do ano que vem, é classificada pelos especialistas de “excepcional”

Lei de Falências
Avaliar a nova Lei de Recuperação de Empresas tanto em seus aspectos jurídicos quanto econômicos é o objetivo do seminário que será realizado na Associação de Bancos do Rio de Janeiro no mês que vem, dia 17. Entre os palestrantes os economistas Paulo Rabello de Castro e Rogério Ribeiro e o jurista Jorge Lobo. Será no Auditório Theophilo de Azeredo Santos (Av. Rio Branco, 81 – 19º andar – Centro – RJ). Inscrições pelo telefone (21) 2253-1538 ou [email protected]

Impostos pelo mundo
Para explicar as regras de relações comerciais entre pessoas físicas domiciliadas no Brasil e pessoas residentes em países com tributação favorecida, o especialista em Tributação Internacional David Rosenbloom faz palestra no Ibmec São Paulo no próximo dia 27. Rosenbloom responde atualmente pela direção do Programa de Tributação Internacional da New York University. Informações pelo telefone (11) 3253-0344, [email protected] ou www.ibmecsp.edu.br.

PPD
Reclamações, sugestões e denúncias sobre dificuldades de deficientes físicos podem ser feitas pelo telefone 0800 2855005 à Comissão de Defesa da Pessoa Portadora de Deficiência (PPD) da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro.

“Zero Hungriness”
Cerca de 12 milhões de famílias de norte-americanos passaram fome em algum momento de suas vidas. Entre essas, 3,9 milhões tiveram algum integrante com algum grau de desnutrição ano passado, segundo levantamento publicado pelo New York Times, no fim de 2004.

Artigo anteriorSem filas
Próximo artigoLeito fantasma
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Empresa pode dar justa causa a quem não se vacinar?

Advogado afirma que companhias são responsáveis pela saúde no ambiente de trabalho.

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

A cabeça do dragão

Por Gustavo Miotti.

Portugueses pedem extensão das moratórias bancárias

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) está pleiteando a prorrogação das moratórias bancárias até 31 de março de 2022”. O...

China libera reservas de metais não ferrosos para reduzir custos

A China disse que continuará a liberar suas reservas estatais de cobre, alumínio e zinco para garantir preços estáveis para as commodities e aliviar...