SAFE: Fluxos de capital transfronteiriço para China recuperam em março

Os fluxos de capital transfronteiriço para a China, em geral, se recuperaram em março, informou Xinhua Finance, citando Wang Chunying, vice-chefe e porta-voz da Administração Estatal de Divisas (SAFE, na sigla em inglês), nesta quinta-feira.

Foto tirada em 20 de junho de 2011 mostra a taxa de câmbio em uma tela de computador em Beijing, capital da China. (Xinhua/Gong Lei)

Xinhua - Silk Road

Beijing, 8 abr (Xinhua) — Os fluxos de capital transfronteiriço para a China, em geral, se recuperaram em março, informou Xinhua Finance, citando Wang Chunying, vice-chefe e porta-voz da Administração Estatal de Divisas (SAFE, na sigla em inglês), nesta quinta-feira.

Wang fez tais observações ao responder perguntas das imprensas sobre o declínio das reservas cambiais (forex) em março, dizendo que o equilíbrio básico entre a oferta e a demanda no mercado de divisas da China se manteve em março.

Até o final de março, as reservas cambiais da China, denominadas em dólares americanos, tiveram uma queda de 25,8 bilhões de dólares, ou uma queda de 0,8% em relação ao final de fevereiro, para 3,19 trilhões de dólares.

Wang atribuiu a queda da reserva cambial mensal aos efeitos abrangentes de diversos fatores. Devido aos impactos das mudanças na política monetária nas principais economias, às situações geopolíticas e à pandemia do COVID-19, somando ao aumento do índice do dólar americano em março e à queda nos preços dos títulos dos principais países. Sob tais circunstâncias, as reservas cambiais denominadas em dólares da China encolheram ligeiramente junto com a mudança nos preços dos ativos e outros fatores em março, uma vez que o valor das reservas denominadas em outras moedas diminuíram quando convertidas em dólares americanos.

No entanto, é improvável que a forte resiliência econômica da China e as brilhantes perspectivas econômicas de longo prazo serão influenciadas, apesar da pandemia de COVID-19, do cenário externo mais complicado e da volatilidade no mercado financeiro internacional. Portanto, espera-se que o volume das reservas cambiais se mantenha estável. Fim

Leia também:

Maiores empresas imobiliárias da China veem vendas estáveis em 2021

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Banco central da China injeta liquidez via recompra reversa

O Banco Central da China injetou na sexta-feira 10 bilhões de yuans (cerca de 1,48 bilhões de dólares) de recompra reversa, visando manter a liquidez do sistema bancário.

Representante chinês pede coordenação e estabilidade sobre alimentação

Um representante chinês pediu na quinta-feira para que a comunidade internacional trabalhe em conjunto, no objetivo de estabilizar o mercado global de alimentos, garantir suprimentos diversos de alimentos e facilitar globalmente o comércio agrícola.

Envios de celulares na China alcançam 69,35 milhões de unidades no Q1

As remessas de telefones celulares da China tiveram uma queda anual de 29,2%, chegando cerca de 69,35 milhões de unidades no primeiro trimestre deste ano, de acordo com um relatório da Academia Chinesa de Tecnologia da Informação e Comunicações (CAICT, sigla em inglês).

Últimas Notícias

Rio, petróleo e prosperidade

Por Ranulfo Vidigal.

Baixas temperaturas e geadas trazem prejuízos a agricultores

Balança comercial do agro, entretanto, apresentou superávit de US$ 43,7 bilhões no acumulado do ano, de janeiro a abril.

A pandemia do burnout

Por César Griebeler.

OIT: crises geraram déficit de 112 milhões de empregos no mundo

Guy Ryder: 'efeitos sobre os trabalhadores e suas famílias, particularmente nos países em desenvolvimento, serão devastadores.'

Banco central da China injeta liquidez via recompra reversa

O Banco Central da China injetou na sexta-feira 10 bilhões de yuans (cerca de 1,48 bilhões de dólares) de recompra reversa, visando manter a liquidez do sistema bancário.