SAIC Motor planeja vender 1,35 milhão de veículos no mercado internacional em 2024

80
Foto aérea tirada em 9 de julho de 2023 mostra carros MG produzidos pela Shanghai Automotive Industry Corp. (SAIC) sendo enviados para a Austrália no Terminal Automotivo Internacional Shanghai Haitong em Waigaoqiao, em Xangai, leste da China. (Xinhua/Fang Zhe)
Foto aérea tirada em 9 de julho de 2023 mostra carros MG produzidos pela Shanghai Automotive Industry Corp. (SAIC) sendo enviados para a Austrália no Terminal Automotivo Internacional Shanghai Haitong em Waigaoqiao, em Xangai, leste da China. (Xinhua/Fang Zhe)
Xinhua - Silk Road
Xinhua – Silk Road

Beijing, 19 jan (Xinhua) — A SAIC Motor Corporation, uma das principais fabricantes de automóveis da China, está planejando vender 1.350.000 veículos no exterior em 2024, disse Zhao Aimin, vice-gerente geral da SAIC Motor International, subsidiária da SAIC Motor.

No ano passado, a SAIC Motor vendeu mais de 250.000 veículos no mercado europeu, com a região Austrália-Nova Zelândia se aproximando de 100.000 unidades e a região das Américas totalizando mais de 300.000 unidades. As suas vendas nas regiões do Oriente Médio e ASEAN também ultrapassaram 100.000 unidades cada, de acordo com Zhao.

De acordo com a SAIC Motor, a empresa vendeu 1.208.000 veículos em mercados internacionais em 2023, um aumento de 18,8% em relação ao ano anterior. Dos veículos vendidos no exterior, as vendas das suas marcas próprias representaram quase 92%, enquanto os seus veículos de nova energia (VNEs) contribuíram com quase 24% do total de vendas no exterior. O seu modelo MG4 EV, desenvolvido em uma nova plataforma tecnológica, foi introduzido em mais de 80 países em seis continentes e garantiu a posição como o veículo elétrico mais vendido no mercado europeu em 2023.

As exportações de automóveis da China dispararam 57,9% em relação ao ano anterior, atingindo um recorde de 4,91 milhões de veículos em 2023, à medida que os fabricantes de automóveis do país expandiram as suas presenças no exterior, mostraram dados da Associação de Fabricantes de Automóveis da China (CAAM). Fim

Espaço Publicitáriocnseg

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui