Saraiva

As ações preferenciais da Saraiva (SLED4) enfrentam movimento de alta para o médio prazo após desenvolver boa altitude. O papel tem baixíssima liquidez e continua com condições de se manter bem mais lucrativo, pois atua em segmento de enorme potencial (internet), e tal processo tende a gerar maiores benefícios para os acionistas, com excelentes perspectivas.
A Saraiva continua  sendo considerada pelos analistas de excelente potencial. Os gráficos mostram bom suporte na faixa dos R$ 16,20, onde se encontram os atuais compradores e resistência bem patente a partir dos R$ 20,50, onde deve novamente encontrar fortes vendedores  na atual subida de curto prazo. Tudo indica que a consolidação continue, pois o interesse pelo papel nos níveis atuais se mantém e permite antever a ruptura e a cotação rumar para os R$ 22,00. Se, por outro lado, houver perda de força, os preços poderão cair até o nível dos R$ 15,00, onde outros grandes compradores se apresentarão no curto prazo. Nessa região, posições podem ser formadas sem a necessidade de fixação de stop.
O Indicador de Acumulação continua a sinalizar alta a partir dos  patamares de suporte. No longo prazo, tem sido sempre bem recomendada, pois representa boa alternativa de aplicação em bolsa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPoliteno
Próximo artigoAnálise Semanal

Artigos Relacionados

Mercados caem em meio à expectativa de recessão

Hoje também é dia de dados de emprego no Brasil.

Mercados operam mistos de olho em pronunciamento de Powell

Atenção também a PIB nos EUA; internamente IGP-M veio abaixo do esperado e Oi reverte prejuízo.

Mercados em alta com reabertura de Xangai e Pequim

Hoje também é dia de Caged e relatório de dívida pública.

Últimas Notícias

Presidente do Egito inaugura teste de VLT fabricado na China

O primeiro sistema de transporte Veículo Leve sobre Trilhos Eletrificados (VLT) do Egito, construído em conjunto por empresas chinesas e egípcias, começou seu teste no domingo.

‘Estados nunca respeitaram o princípio da seletividade’

Segundo tributarista, lei do ICMS 'nada mais fez do que acompanhar decisão do STF'.

Semana promete com agenda econômica importante lá fora

No Brasil, os destaques ficam com a percepção de que as rachaduras no Teto de Gastos são irrecuperáveis.

Produção mensal da Tesla bate recorde em junho

A Shanghai Gigafactory da montadora norte-americana Tesla retornou à capacidade total de produção em junho, com a produção mensal da empresa atingindo um recorde, informou no domingo o Shanghai Securities News, administrado pela Xinhua.

Feriado nos EUA deve reduzir liquidez global nesta segunda-feira

Hoje é Dia da Independência no país; na Europa, principais Bolsas operam em alta e na Ásia, fecharam sem direção única.