Saudosistas

Os Emirados Árabes Unidos é o país cujas elites são mais influenciados pelas “dinossáuricas” idéias de Milton Friedman, com 84% de adesão. A conclusão é de levantamento da consultoria estadunidense Edelman, publicada na revista The Economist, bíblia do neoliberalismo, que considerou natural a colocação dos EAU, em se tratando de um país voltado para os negócios. Em segundo lugar entre os adoradores de Friedman, vem o Japão, o que ajuda a explicar por que o país não consegue superar a estagnação em que se encontra há duas décadas.

Graduados
Ainda de acordo com o levantamento, entre os emergentes, Índia, Indonésia, México e Polônia têm as elites mais influenciadas pelo pai do monetarismo. Já Cingapura e Coréia do Sul são considerados países “já graduados” no receituário de Friedman, cuja vertente mais explícita foi exibida pela ditadura de Pinochet, no Chile.

Cartão vermelho
Designado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para acompanhar as obras da Olimpíada de 2016, o procurador Marinus Marsico é um estraga-prazer alheio. Após reunião com técnicos do TCU, no Rio de Janeiro, para analisar o andamento da reforma do Maracanã para a Copa de 2014, brincadeira orçada em R$ 1 bilhão, Marsico avisou, para desgosto de empreiteiros e amigos influente$, que deseja saber se as modificações feitas para a Copa poderão ser aproveitadas para as Olimpíadas. Em outras palavras, se, apenas dois anos depois, o Maracanã, não terá de passar por sua quarta reforma desde 1992.

Falsa euforia
Para o sociólogo Francisco de Oliveira, o Brasil “vive uma “falsa euforia”: “Sobraram para o país os produtos baratos. É a euforia de quem chegou atrasado ao baile, a celebração da derrota da vitória. Todos estão contentes, mas sobre cultura e cidadania não temos nada. Chegou-se aos bens de consumo, mas não à civilidade”, afirma Oliveira, que planeja publicar ano que vem A Formação do Avesso: Predação de Classe e Trabalhos de Sísifo (Boitempo). Um dos principais intelectuais fundadores do PV, ele deixou o partido no início do governo Lula.

Nunca antes…
Serão inauguradas nesta segunda-feira as obras de ampliação em 50% da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Maricá, cidade da Região dos Lagos fluminense. Com mais água, a Cedae, companhia estatal de saneamento do Rio, assinará também contrato para abastecer os distritos de Inoã e Itaipuaçu, no município. Trata-se de um investimento de R$ 70 milhões, “o maior, em qualquer área, da história de Maricá”, salienta o presidente da Cedae, Wagner Victer. A obra ficará pronta em 24 meses.

“No pasarán”
Demorou, mas a lei antifumo em lugares fechados também chegou à Espanha. Um dos países europeus em que mais se fumam, o país juntou-se a dezenas de outros, ao colocar em vigor da Lei aprovada em 21 de dezembro, regulamentando a matéria. A partir de agora, é proibido fumar em bares e restaurantes, hospitais, colégios, exceto em lugares abertos. Quem desrespeitar a lei estará sujeita a multas que variam de 30 euros (R$ 69) a 600 mil euros (1,38 milhão).

Petróleo
A Petrobras, junto com o Governo do Rio de Janeiro e a Prefeitura de São Gonçalo assinam nesta segunda protocolo para desenvolvimento do Projeto Porto Praia da Beira. O projeto visa a aproveitar a infra-estrutura a ser construída no local – para atender ao Complexo Petroquímico (Comperj) – com o objetivo de atrair novos investimentos para a indústria naval na região de São Gonçalo, com a construção de pequenas embarcações e módulos de plataformas
O diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, assina também com a prefeitura convênio de cooperação para a implantação de infra-estrutura (dragagem, píer e seu retroporto e via de acesso) necessária para o transporte de equipamentos especiais para o Comperj.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAval
Próximo artigoBanquete&miséria

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Receita: brasileiros movimentaram R$ 127 bi em criptomoedas em 2020

O subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Jonathan de Oliveira, disse, nesta quarta-feira em audiência na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara...

Elevar Selic para 7,75% será eficaz no combate à inflação?

Analistas prevêem taxa de 11% em maio de 2022.

Carteira da massa falida do Banco Cruzeiro do Sul

Por Antonio Pietrobelli.

Vencimento de título corrigido pela Selic puxa queda da Dívida Pública

O vencimento de mais de R$ 200 bilhões em títulos públicos vinculados à taxa Selic (juros básicos da economia) fez a Dívida Pública Federal...

Quase 80% pretendem fazer compras no período da Black Friday

Varejo eletrônico gasta mais com publicidade para a data do que para o Natal.