SEG NOTÍCIAS – ANS atualiza dados sobre utilização dos planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulga hoje nova edição do Boletim Covid-19 com dados sobre a utilização dos planos de saúde durante a pandemia. São apresentadas informações assistenciais e econômico-financeiras coletadas até dezembro junto a uma amostra de operadoras, além da prévia da evolução do número de beneficiários em planos de assistência médica relativa a esse mês, número de exames relacionados à Covid-19 realizados pelos planos de saúde e demandas dos consumidores recepcionadas pela ANS através de seus canais de atendimento.
O objetivo da publicação é monitorar a evolução de indicadores relevantes do setor de planos de saúde durante o período da pandemia, subsidiando análise qualificada da agência reguladora e prestando mais informações à sociedade.
Na parte relativa aos indicadores assistenciais, são informados a ocupação de leitos, os atendimentos em pronto-socorro que não geraram internação e autorizações emitidas para procedimentos eletivos fora do ambiente hospitalar, entre outros dados que apontam as principais tendências em relação à utilização de serviços de saúde durante a pandemia. Os indicadores econômico-financeiros analisam a sinistralidade observada através do fluxo de caixa das operadoras – movimento de entrada (recebimentos) e saída (pagamentos) de recursos em um dado período – e a inadimplência, ou seja, o não pagamento de obrigações no prazo estabelecido.
O número preliminar de beneficiários em planos de assistência médica registrado em dezembro segue a tendência de crescimento que vinha sendo observada nos meses anteriores e consolidada a partir de julho. O setor fechou o ano com 47,6 milhões de beneficiários em planos de assistência médica – um aumento de mais de 560 mil usuários em relação a dezembro de 2019 (1,18%) e de 178,9 mil (0,4%) em relação a novembro de 2020. De março a dezembro, o aumento ocorreu em todas as modalidades de contratação do plano, sendo que o maior percentual foi verificado nos coletivos por adesão (2% a mais em relação a março). A taxa de crescimento do número de beneficiários idosos (acima de 59 anos) se manteve positiva entre os planos coletivos. Já no caso dos beneficiários da faixa etária até 59 anos, foi observada a primeira variação positiva nos planos individuais desde julho.
Em dezembro, a taxa de ocupação geral de leitos (com e sem UTI) nos hospitais da amostra ficou em 68%, mantendo-se praticamente a mesma observada no mês anterior e, pela primeira vez em 2020, apresentou-se acima do observado para o mesmo mês em 2019 (67%). Essa informação considera a ocupação tanto para o atendimento à Covid-19 quanto para demais procedimentos não relacionados à doença, e engloba leitos comuns e de UTI. Já a taxa mensal de ocupação dos leitos (comum e UTI) para Covid-19 aumentou para 67% em dezembro, frente a 63% verificado em novembro. E a taxa de ocupação de leitos para os demais procedimentos, que foi de 71% em novembro, passou para 68% em dezembro.
A quantidade de consultas em pronto-socorro que não geraram internações segue apresentando retomada gradual. Em dezembro, houve um crescimento de 4,9% em relação ao mês anterior, mesmo assim, ainda abaixo do observado antes do início da pandemia.
A busca por atendimentos de Serviços de Apoio Diagnóstico Terapêutico (SADT) – que permite avaliar a tendência quanto à utilização de procedimentos eletivos fora do ambiente hospitalar – apresentou queda de 15% em dezembro, no comparativo com o mês anterior, redução que pode ser explicada pela baixa sazonalidade histórica no período. Contudo, quando comparado com o mesmo período de 2019, as autorizações para SADT apresentaram aumento de 9,2%.
Os dados sobre a realização de exames contemplam informações coletadas até outubro e têm como fonte os dados da troca de informação de saúde suplementar (Padrão Tiss). Nesse mês, foram contabilizados 161.811 exames para detecção de Covid-19 do tipo Pesquisa de RT-PCR e 41.337 testes do tipo sorológico. Desde o início da pandemia, foram realizados 1.756.430 exames do tipo RT-PCR e 235.216 sorológicos na saúde suplementar. Os números do mês de outubro apresentados no boletim ainda sofrerão alteração à medida que as cobranças forem encaminhadas dos prestadores de serviços às operadoras e, posteriormente, para a ANS.
Em dezembro, houve um aumento das despesas assistenciais superior ao aumento dos valores pagos pelos beneficiários relativos às contraprestações (mensalidades), quando comparado com novembro. Como consequência, nota-se um aumento do índice de sinistralidade nesse mês (80%), compatível – porém ligeiramente superior – ao nível histórico para o 4º trimestre, ao se comparar com os indicadores trimestrais dos últimos anos. No mesmo mês também foi registrada queda de 15,2% no número de reclamações envolvendo todos os temas em relação ao mês anterior, totalizando 11.329 demandas. Já as queixas relacionadas especificamente à Covid-19 apresentaram pequeno aumento (0,7%) em relação a novembro, com o registro de 1.173 demandas.
.
Dpvat – Conforme decidido em Assembleia Extraordinária no dia 24 de novembro de 2020, com o fim do Consórcio Dpvat, a Seguradora Líder foi designada a administrar o run-off dos ativos, passivos e negócios do Consórcio e Seguro Dpvat realizados até 31 de dezembro de 2020. Ou seja, isso significa que toda e qualquer vítima de acidente de trânsito ocorrido em território nacional até esta data segue amparada pela Seguradora Líder no que tange às indenizações do Seguro Dpvat. Com a documentação necessária em mãos e o formulário de pedido do seguro, a vítima, o beneficiário ou seu representante legal pode dar entrada no pedido de indenização pelo Aplicativo Seguro Dpvat, disponível para iOS e Android; pela Central de Atendimento Telefônico (nos telefones 4020-1596 para capitais e Regiões Metropolitanas e 0800 022 12 04 para outras regiões, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, exceto feriados nacionais);ou em um dos diversos pontos físicos de atendimento espalhados pelo Brasil.
Ao dar entrada, a vítima ou o beneficiário receberá um número de registro que é chamado de sinistro. Com este número em mãos, é possível acompanhar o andamento do processo diretamente pelo WhatsApp (21) 96781-3444 ou pelo chat. Nestes canais, é possível, também, tirar dúvidas sobre o seguro. Com a documentação completa e correta, a análise do pedido é realizada em até 30 dias e, quando devido, o pagamento é feito na conta – corrente ou poupança – informada pela vítima ou pelo beneficiário no momento do pedido de indenização.
Reconhecido como um relevante instrumento de proteção social dos mais de 211 milhões de brasileiros, o Seguro Dpvat oferece cobertura abrangente para todas as vítimas de acidentes de trânsito registrados em território nacional. Dados estatísticos da Líder apontam que, entre 2011 e 2020, mais de 4,7 milhões de pessoas foram beneficiadas com o seguro. Tais números contemplaram, principalmente, jovens na faixa dos 18 a 34 anos.
.

DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL


Encontro – A Kuantta Consultoria inicia o ciclo dos encontros online com o tema “Como transformar metas em resultados”, que acontece no dia 21 de janeiro, às 19 horas e conta com a participação da Janete Klepacz, da 4 Leaders e do Paulo Affonso, da Icatu Seguros. Durante o bate-papo, os convidados vão detalhar o futuro do mercado de seguros e que tipo de profissional teremos na nova era. O evento será transmitido no Facebook e no canal do YouTube da Kuantta Digital https://www.youtube.com/channel/UCA_C3Qw1MOihmfDseRvbrSg.
Para o fundador da Kuantta, Arley Boullosa, falar sobre a transformação das metas em resultados é fundamental, devido ao cenário da economia, que permanece delicado. “É um momento muito importante para os corretores de seguros no Brasil. Apesar de termos virado o ano em um cenário de pandemia e termos tido pouca alteração no cenário macro, é fundamental nós estruturarmos para 2021. E para isso, estou trazendo duas feras que irão dar muitas dicas sobre as mudanças do nosso mercado, o que é necessário para ser o profissional da nova era e a evolução do consumidor, que foi acelerada pelo isolamento social e maior utilização do e-commerce. Vamos começar nosso ano com um tema muito relevante que é “Como transformar metas em resultados”. Tenho certeza que será muito produtivo”, explicou.
A live é realizada pela Kuantta Digital e pelo novo canal de streaming que será lançado em breve, SegFlix. E tem o apoio da Resolve Sinistro, da 4 Leaders, do MeetSeg e do Portal Panorama Seguro.
.
Prêmio – A Quali, administradora de planos de saúde coletivos, entregou na sexta-feira (15), no estúdio da Rádio Qualiplay, no Centro do Rio de Janeiro, as chaves dos dois carros 0 km aos corretores sorteados no TMJ Live Fest, maior evento online do mercado de corretagem, realizado em dezembro. Os corretores contemplados foram: Jorge Machado, da Nova Gol Corretora, do Rio de Janeiro, que ganhou um Jeep Renegade, e Cléa Conceição, da JC Luz Corretora, de Niterói, que recebeu as chaves do seu Chevrolet Onix.
“No momento do sorteio estava todo mundo em casa, foi a maior festa quando
fui anunciado. Estava empolgado e ainda mais vidrado no evento da Quali na hora do sorteio”, celebra Jorge Machado. Para o corretor, que se dedicou 100% à Quali de julho a dezembro, foi emocionante ter esse reconhecimento. “O suporte que a companhia nos dá é único e incomparável. Fico muito feliz com essa parceria”, finaliza.
“Eu imaginava que era uma possibilidade distante ganhar o carro. Sabia que teriam prêmios e até que poderia ser a felizarda, mas não pensava que seria ganhando um carro. Superou muito as minhas expectativas e foi emocionante!”, afirma Cléa Conceição. Para a corretora, que atua no mercado de corretagem desde 2017, o prêmio veio em uma boa hora, pois ajudará muito com sua filha Helena, de apenas dois meses, e a voltar a fazer as visitas aos seus clientes quando a pandemia acabar.
Alessandro Courbassier, diretor comercial Brasil – Adesão e PME da Quali, foi o responsável pela entrega dos prêmios. “Trabalhamos constantemente para estreitar ainda mais nosso relacionamento com o corretor. É muito gratificante estarmos aqui nesse momento tão importante que é o reconhecimento dos nossos corretores parceiros que foram sorteados no TMJ Live Fest, nosso maior evento dedicado a eles. As entregas só poderiam acontecer em um local especial como esse: no nosso estúdio da Qualiplay aqui no Rio de Janeiro. TamoJunto, corretor” afirma.
Durante o TMJ Live Fest, que marcou o fim de 2020 e reuniu virtualmente 108 mil pessoas entre profissionais, familiares e grande público, foram anunciadas várias novidades para os corretores, entre as quais: a expansão da parceria com o Grupo Notre Dame Intermédica (GNDI) para todos os canais de venda da Quali e também a possibilidade de venda pelos corretores em qualquer região do país, a venda nacional. Além disso, a Quali apresentou o novo programa de relacionamento com os corretores, o TamoJunto Corretor, que visa beneficiar o corretor parceiro conforme a performance de suas vendas.
Foi realizado ainda o lançamento da Qualiplay, primeira rádio digital com funcionamento 24 horas por dia e 7 dias por semana com foco no corretor e que foi palco para a entrega dos prêmios. Durante a celebração em dezembro, a Quali sorteou meio milhão de Pontos Livelo, fruto da parceria com a Livelo e que transforma as vendas dos corretores em pontos, que podem ser trocados por diversos prêmios, desde crédito no celular e eletroeletrônicos até viagens.
Os corretores também conheceram um pouco mais do que vem por aí, como é o caso do Espaço do Corretor, que será inaugurado no Centro de São Paulo. Lá, os parceiros poderão trabalhar, agendar reuniões com clientes, trocar informações com parceiros, descansar, ter um momento de descontração e até mesmo levar familiares para conhecer seu dia a dia de trabalho. Para ficar por dentro das novidades e esclarecer eventuais dúvidas, basta acessar o TamoJunto Corretor, portal da Quali dedicado aos corretores: https://tamojuntocorretor.com.br.
.

SEGURO CIDADÃO


Janeiro Branco – Diante de tantos acontecimentos do dia a dia, principalmente em um cenário de pandemia em que estamos inseridos, nossos pensamentos são afetados, assim como o comportamento que temos com o próximo. Como a pandemia tem se estendido por muito mais tempo do que imaginávamos, este cenário está se tornando cada vez mais recorrente e duradouro na vida das pessoas e pode ser o gatilho em indivíduos com predisposição ou agravar quadros leves em formas mais severas, evoluindo para quadros depressivos.
“Um desarranjo no campo emocional pode refletir em muito mais do que um dia ruim. A depressão é considerada uma doença silenciosa, perigosa e real. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 300 milhões de pessoas ao redor do mundo sofrem com a depressão, que já é considerada o mal do século, e as estatísticas apontam para um futuro sombrio caso não olharmos com atenção para a saúde mental. De acordo com a OMS, até 2020 a depressão será a doença mais incapacitante do mundo”, explica Hyun Seung Yoon, gerente médico do ClubSaúde, um dos mais completos e acessíveis programas de acesso à saúde e bem-estar.
O Janeiro Branco é uma iniciativa popular criada e orientada por psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais e outros profissionais da saúde com um grande e nobre objetivo: criar consciência de que é necessário cuidar da mente, da saúde mental, mais precisamente.
A depressão é um transtorno mental que se caracteriza por tristeza constante em que a pessoa perde o interesse em realizar atividades que normalmente eram prazerosas. Além disso, geralmente a pessoa fica incapaz de se comprometer a realizar atividades diárias
Segundo o Ministério da Saúde, a depressão é uma doença. Há uma série de evidências que mostram alterações químicas no cérebro do indivíduo deprimido, principalmente com relação aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e, em menor proporção, dopamina), substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. Outros processos que ocorrem dentro das células nervosas também estão envolvidos. Ao contrário do que normalmente se pensa, os fatores psicológicos e sociais muitas vezes são consequência e não causa da depressão. Vale ressaltar que o estresse pode precipitar a depressão em pessoas com predisposição, que provavelmente é genética. A prevalência (número de casos numa população) da depressão é estimada em 19%, o que significa que aproximadamente uma em cada cinco pessoas no mundo apresentam o problema em algum momento da vida.
Segundo o Ministério da Saúde, o tratamento da depressão é essencialmente medicamentoso. Existem mais de 30 antidepressivos disponíveis. Ao contrário do que alguns temem, essas medicações não são como drogas, que deixam a pessoa eufórica e provocam vício. A terapia é simples e, de modo geral, não incapacita ou entorpece o paciente. Alguns pacientes precisam de tratamento de manutenção ou preventivo, que pode levar anos ou a vida inteira, para evitar o aparecimento de novos episódios. A psicoterapia ajuda o paciente, mas não previne novos episódios, nem cura a depressão. A técnica auxilia na reestruturação psicológica do indivíduo, além de aumentar sua compreensão sobre o processo de depressão e na resolução de conflitos, o que diminui o impacto provocado pelo estresse.

Leia mais:

SEG NOTÍCIAS – ANS normatiza processo administrativo eletrônico

SEG NOTÍCIAS – ANS faz retrospectiva 2020 na saúde suplementar

Artigos Relacionados

Via Direta Corretora de Seguros tem nova CGO

A Via Direta Corretora de Seguros, especializada na comercialização de seguros pela internet, anuncia Michelle Vilarinho como nova chief growth officer – CGO (diretora...

FBN apoia empresas em momento de pandemia

Um dos grandes desafios de pequenas empresas é se manter informada em relação a temas que envolvem os colaboradores. No atual cenário, muita coisa...

Vieira destaca a importância do seguro recursal

Segundo informações divulgadas pela Justiça do Trabalho, foi assegurado em 2020 o pagamento de mais de R$30 bilhões em dívidas trabalhistas. Para muitas empresas,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Campos marítimos do pós-sal estão em decadência

Os campos marítimos do pós-sal já produziram cerca de 16 bilhões de barris de óleo equivalente ao longo de sua história, ou seja, 63%...

Motoboys protestam em São Paulo

Entregadores tomaram ruas de São Paulo contra baixa remuneração e péssimas condições de trabalho

BC altera norma para segunda fase do open banking

Medida complementa regulamentação que estabelece requisitos técnicos de fase que vai permitir compartilhamento de dados e transações de clientes.

Confiança do consumidor medida por Michigan ficou abaixo do esperado

Índice registrou leitura de 86,5 na prévia de abril e o esperado era 89.

Escolha de conselheiros da ANPD preocupa por conflito de interesses

Entre os indicados há diretores e encarregados de dados pessoais de grandes empresas da internet.