SEG NOTÍCIAS - ANS lança novas versões do Atlas da Saúde Suplementar

Ferramenta otimiza execução de políticas públicas e medidas regulatórias adequadas às necessidades de estímulo à concorrência.

Seguros / 18:03 - 4 de jun de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulga os seus três painéis de dados econômico-financeiros do setor de planos de saúde em nova versão, mais dinâmica, em substituição aos relatórios desenvolvidos até 2019. Foi utilizada uma ferramenta com recursos de business intelligence com interface simples e de fácil compreensão para os entes do setor e toda a sociedade: o Power BI. Os painéis são: Atlas Econômico-Financeiro da Saúde Suplementar, Anuário: Aspectos Econômico-Financeiros das Operadoras de Plano de Saúde e Prisma Econômico-Financeiro da Saúde Suplementar.
"Ao facilitar o entendimento destes painéis, a ANS exerce o seu papel de zelar pela sustentabilidade financeira do setor, promovendo um ambiente regulatório que favoreça a concorrência e o desenvolvimento da saúde suplementar" afirma o diretor de Normas e Habilitação das Operadoras da ANS, Paulo Rebello.
Os dados que constam nos três painéis incluem as competências de 2018 e 2019 e são extraídos do Sistema de Informações de Beneficiários (SIB), do Sistema de Cadastro de Operadoras (Cadop), de Documentos de Informações Periódicas das Operadoras de Planos de Assistência à Saúde (Diops) e de demonstrações contábeis.
O Atlas oferece uma visão concorrencial do setor e, nessa nova versão, passa a considerar uma nova metodologia, ampliando a apresentação dos dados para cada um dos 148 mercados relevantes de planos individuais e familiares, coletivos por adesão e coletivos empresariais.
A ferramenta permite otimizar a execução de políticas públicas e o desenho de medidas regulatórias adequadas às necessidades de estímulo à concorrência. "Para a ANS, delimitar mercados relevantes robustece o monitoramento, permitindo avaliar a concentração dos diferentes mercados e identificar as empresas que detêm poder de mercado", acrescenta o diretor.
O Atlas apresenta o mapa de mercados relevantes por região, índices de concentração, tabelas com os mercados relevantes ordenados pela quantidade de beneficiários, identificação das operadoras que possuem as maiores fatias de mercado, entre outros dados.
A publicação apresenta aspectos econômico-financeiros de cada operadora de plano de saúde, como dados do Balanço Patrimonial e da Demonstração de Resultados do Exercício, além de diversos indicadores necessários para uma análise mais detalhada das empresas do setor.
.
Febraban A Federação Nacional dos Corretores de Seguros Privados e de Resseguros, de Capitalização, de Previdência Privada, das Empresas Corretoras de Seguros e de Resseguros (Fenacor), Armando Vergilio, assegurando que, ao ingressar como amicus curiae na ADI 6.261, que versava sobre a MP 905/19, pretendia, apenas, defender a constitucionalidade da MP como um todo, mas, sem qualquer interesse "em buscar a desregulamentação da categoria econômica dos corretores de seguros, ou a retirada dos corretores de seguros do Sistema Nacional de Seguros Privados (SNSP)"
No documento, assinado pelo presidente daquela Federação, Isaac Sidney, a Febraban formaliza ainda a "retratação plena pelo que constou da petição juntada na ADI nº 6.261" e reafirma o respeito e a admiração pela categoria dos corretores de seguro - "além de sua importância para a economia e para o mercado securitário" -, pela Fenacor e pela liderança do Deputado Federal Lucas Vergílio (SD-GO) "por sua atuação, durante a tramitação legislativa da MP 905, que promoveu importante entendimento social entre as instituições interessadas a respeito da matéria"
.

DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL

Webinar - I A Associação das Mulheres do Mercado de Seguros (AMMS) promove nesta quinta-feira (dia 4), a partir das 18h, o webinar "A Importância do Equilíbrio Emocional nas Organizações". O evento é gratuito e aberto a todos a homens e mulheres. Faça a inscrição e assista em nosso canal no YouTube (e não se esqueça de ativar o "sininho" através do link: https://www.youtube.com/channel/UCaO_O5NaMO0FRSqaut5sB-w.
Nesse encontro, a psicóloga e fundadora da Parceria Humana, Fabiana Garcia, e a administradora de empresas e head de Sourcing para América Latina da Dover Fueling Solutions, Cláudia Hallais, discutirão as visões de Paul Ekman (considerado um dos maiores psicólogos do século XX e criador dos personagens do "Divertida Mente"), Alan Wallace (um dos maiores eruditos no tema da meditação no Ocidente) e Eve Ekman (expert na expressão das emoções), em abordagens que integram conhecimentos sobre a psicologia das emoções em prol de poder alcançar a vida emocional construtiva e importantes competências comportamentais profissionais.
O evento terá os seguintes patrocinadores: IRB Brasl Re, Marsh, MDS, Sompo Seguros, Tokio Marine (Black); Aon, Bethe B, Mapfre Re, Swiss Re (Platinum); Austral Re, Bradesco Seguros, CAL - Costa, Albino & Lasalvia Sociedade de Advogados, Chubb, Fairfax, Liberty, Lyberty Mutual Reinsurance, Matos Filho, Porto Seguro, Wiz Soluções (Gold); Allianz, Alper Seguros, Fator, Lloyd`s, THB, Willis WTW (Silver); e AFL, Argo Seguros, ASAS, Austral Seguradora, Crawford, MatthewsDaniel, NEWE Seguros, Santos Bevilaqua Advogados, Scor, Sedgwick, SomUS, TransRe e Trench Rossi Watanabe (Bronze).
.

Webinar - II - Buscando abordar, em termos práticos, os impactos da Covid-19 nos setores regionais de seguros, vida e previdência, saúde suplementar e capitalização, a Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg) promoveu ontem, dia 3 de junho, a quarta edição da série “CNseg Webinars”. O evento reuniu o presidente da Confederação e diretor-presidente da Fenaseg, Marcio Coriolano, com: o presidente do Sindicato das Seguradoras da Bahia, Sergipe e Tocantins, Alexandro Barbosa, também diretor regional N/NE da Allianz Seguros; o presidente do Sindicato de São Paulo, José Rivaldo Leite, também vice-presidente de Vendas e Marketing da Porto Seguro; o presidente do Sindicato de Minas-Gerais, Goiás, Mato Grosso e Distrito Federal, Marco Antonio Neves, diretor da SulAmérica Seguros; e o presidente do Sindicato do Norte e Nordeste, Ronaldo Dalcin, também superintendente comercial Nordeste da Tokio Marine.
O presidente da CNseg iniciou os debates apresentando um panorama do setor segurador brasileiro. Segundo Coriolano, o setor nacional de seguros movimenta anualmente mais de R$ 470 bilhões e possui ativos na ordem de R$ 1,2 trilhão, sendo, individualmente, "o setor da economia que mais forma poupança interna". E ressaltou: "essa solidez ajudará o setor a atravessar esse momento difícil em que vivemos; até o primeiro trimestre de 2020, o setor segurador cresceu mais que a sua média histórica registrada desde 2008".
De acordo com Ronaldo Dalcin, o setor segurador foi auxiliado pelo fato de estar "completamente inserido no processo de transformação digital", o que permitiu, por exemplo, que as seguradoras pudessem implantar os regimes de trabalho remoto rapidamente, sem comprometimento da qualidade dos serviços prestados a clientes e parceiros. Entretanto, alertou para a necessidade de adequação dos produtos para a nova realidade e para os novos consumidores que se apresentam. E sugeriu adotar maior simplificação e customização dos produtos de seguro, de acordo com o comportamento dos clientes.
Já Marco Neves afirmou que o aumento da percepção da necessidade de proteção por parte de sociedade reforça a cultura do seguro. Para Neves, o setor sairá fortalecido da crise devido às mudanças que estão sendo implementadas. Destacou, também, o papel da tecnologia que, segundo ele, "vem ditando o ritmo das mudanças e alterando hábitos dos consumidores e da indústria de seguros". Como exemplo, citou o microsseguro que, em sua análise, "será alavancado justamente por essas novas tecnologias". Marco afirmou também que "as seguradoras devem traduzir melhor para os corretores as informações que possuem" subsidiando-os para aprimorar o diálogo com os clientes.
Alexandro Barbosa reconheceu também a capacidade de reação das seguradoras à pandemia e destacou a resiliência do setor. Barbosa alertou para o potencial gigantesco a ser explorado no mercado de pequenas e médias empresas. Para tanto, defendeu maior simplificação dos produtos, permitindo que os corretores alcancem maior capilaridade. Os Corretores foram parabenizados por Alexandro pelo profissionalismo demonstrado especialmente nesse período de isolamento social.
Aproveitando a oportunidade, o presidente da CNseg esclareceu, detalhadamente, baseado nos questionamentos do público que acompanhava o webinar, que as seguradoras não precisam informar o percentual de comissão dos corretores em suas apólices ou contratos. "Não há previsão legal para tal" afirmou Coriolano. O comando da norma é claro, no sentido de atribuir aos corretores a obrigação de informar o valor aos proponentes de seguros na fase de propostas. Às seguradoras, o comando é de zelar para que os corretores saibam dessa obrigação, complementou.
Rivaldo Leite começou sua participação no evento citando a frase "por favor, não desperdicem a crise" alegando que as crises ajudam a acelerar processos de inovação, como foi o caso da telemedicina que, segundo ele, "só andou quando a crise chegou"
Para ele, o momento é de união. "A concorrência deve ser deixada um pouco de lado para todos colaborarmos com o mercado", observou. E destacou que, em sua análise, as mudanças climáticas podem vir a gerar impactos ainda mais nocivos que a pandemia do novo coronavírus.
Ao ser abordado por Marcio Coriolano com a pergunta "se o home office veio para ficar?", Rivaldo Leite afirmou que o importante é a produtividade e as entregas, independentemente do local de trabalho. Entretanto, afirmou: "esse modelo também pode desgastar mais as pessoas, sugando a energia e o poder de concentração, obrigando que as empresas adotem um processo de implantação gradual".
Na próxima quarta-feira, 10 de junho, a partir das 10 horas, será realizada a quinta edição da série "CNseg Webinars" O evento terá como participantes o presidente da CNseg e da Fenaseg e os presidentes de Sindicatos de Seguradoras do Rio de Janeiro e Espírito Santo; Paraná e Mato Grosso do Sul; Santa Catarina, e Rio Grande do Sul.
A gravação do webinar realizado no dia 3 está disponível no portal www.cnseg.org.br.
.
Live A Seguros Unimed convida para mais um projeto em ambiente virtual com a Unio Live Hour. As ações idealizadas pela empresa de tecnologia, a Unio, que pertence a cinco Unimeds, entre elas a Seguros Unimed, promove uma série de discussões com convidados de alto nível, sobre temas relevantes para a sociedade. Nesta quinta-feira, Helton Freitas, presidente da Seguros Unimed, vai participar do bate papo sobre "Superação em momentos de crise".
A transmissão, ao vivo, será por meio do canal do YouTube da Unio Live Hour, com chat aberto para participação.
Não esqueça, e já garanta sua inscrição: https://www.eventbrite.com.br/e/unio-live-hour-bernardinho-e-luiz-urquiza-i-episodio-01-temp-01-tickets-106220006900.
.

ENDOSSANDO

Seguro Fiança - Imobiliárias e proprietários de imóveis agora podem oferecer aos inquilinos que realizaram a locação com a garantia do Porto Aluguel a possibilidade de pagarem os aluguéis em atraso ou a vencer e encargos da locação no cartão de crédito, em até 3x sem juros ou em até 10x com juros de 1.2% a.m. Esta é mais uma medida da Porto Seguro para facilitar a vida de seus clientes.
"Criamos essa solução para apoiar nossos clientes e parceiros nesse momento delicado que estamos passando", afirma o superintendente de Riscos Financeiros e Capitalização da Porto Seguro, Nelson Aguiar. "Nossa missão é sempre buscar alternativas para nossos clientes" lembra.
As novas possibilidades do aluguel parcelado são válidas desde que o inquilino não tenha sinistros abertos.
O Porto Aluguel é uma alternativa que facilita o processo em todos os casos de locação, seja o imóvel residencial ou comercial, ao substituir o fiador e dar mais segurança a inquilinos e proprietários. Detalhes sobre as coberturas do produto podem ser conferidos em https://www.portoseguro.com.br/conteudo/aluguel/residencial-comercial.
.
Novidades em operações Com o objetivo estratégico de manter a excelência em seus negócios e a produtividade em pleno funcionamento e com toda a segurança durante a pandemia do novo coronavírus e o isolamento social, a Prudential do Brasil anunciou ter implementado novidades em suas operações.
A empresa intensificou o desenvolvimento de soluções digitais para permitir que as contratações das propostas de seguro de vida pudessem ser feitas à distância, abordando desde os processos relacionados ao preenchimento das propostas até o aceite digital, trazendo conforto, facilidade e segurança, tanto para clientes como para os corretores franqueados, empresariais e parceiros comerciais.
Além disso, desde o início de 2020 a companhia passou a disponibilizar o uso da tele entrevista médica, o que, neste momento, foi intensificado e permitiu que o processo de subscrição de riscos para as propostas seja feito de maneira segura, respeitando o isolamento social e evitando o contato direto entre médicos e clientes.
A Prudential do Brasil também proporcionou uma variedade de plataformas para conectividade, treinamentos, materiais informativos online e videoconferências para auxiliar corretores franqueados, empresariais e parceiros comerciais no processo de vendas dos seguros de vida, permitindo que conseguissem levar adiante seus negócios nesse período com todo apoio necessário.
Com a decisão por livre iniciativa da Prudential do Brasil de desconsiderar as cláusulas de risco excluído para pandemias, a área de Benefícios da empresa também está intensificando sua atuação para reduzir o ciclo médio de pagamento dos sinistros avisados. Atualmente, a empresa tem cumprido sua missão de proteger vidas e pagar as indenizações em torno de três dias úteis, quando o prazo legal pode ser de até 30 dias.
A seguradora direcionou os mais de 800 funcionários de todas as áreas para trabalho remoto, com toda a estrutura necessária para que pudessem exercer suas atividades normalmente de casa, em segurança e protegidos.  Até mesmo a equipe de call center - serviço considerado pelo Governo Federal como atividade essencial – foi remanejada para o trabalho remoto. O processo de on-boarding (integração) para novos funcionários também está sendo feito 100% virtual, assim como os treinamentos dos colaboradores da diretoria, viabilizando que a rotina de aperfeiçoamento contínuo possa ser executada, mesmo com as medidas de distanciamento social.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor