SEG NOTÍCIAS – Ativos dos fundos de pensão somam R$ 732 bilhões

Dados da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp) mostram que os ativos dos fundos de pensão somaram R$ 732,5 bilhões em novembro de 2015, alcançando assim uma rentabilidade de 216% no acumulado dos últimos 10 anos (considerando em 2015 o período até novembro), contra uma meta atuarial de 213%.
O levantamento aponta também que entre janeiro a novembro de 2015, o setor registrou déficit de R$ 64,9 bilhões. De acordo com a Abrapp, esse resultado em 2015 se deve a dois principais fatores: o crescimento do passivo atuarial e o desempenho dos investimentos em 2015. De acordo com o presidente da Abrapp, José Ribeiro, o crescimento do passivo atuarial é uma realidade à qual os fundos de pensão têm se adaptado.
“Felizmente, vemos nos últimos anos um grande aumento da longevidade, ou seja, as pessoas estão vivendo mais. Além disso, a conjuntura econômica contribuiu fortemente para os resultados, não só em 2015, como nos últimos anos”, explica. Segundo o executivo, “vivemos um momento conturbado, basta olhar o resultado da Bolsa de Valores nos últimos anos. Em 2015, O Ibovespa, principal índice da BM&F Bovespa, amargou prejuízo pelo terceiro ano consecutivo, com queda de 13,31%. De 2012 a 2015, a queda acumulada foi de 29%, pior resultado entre as grandes bolsas globais. Evidente que isso tem impacto direto na rentabilidade dos fundos de pensão”.
Contudo, o presidente da Abrapp lembra que mesmo assim, a rentabilidade dos últimos 10 anos superou a meta atuarial. “Hoje nossa situação, em comparação com outros países, ainda é confortável. O setor de fundos de pensão no Brasil hoje apresenta uma solvência em torno de 90%, semelhante a países como Canadá e Irlanda e maior que os EUA. Ou seja, temos dinheiro para honrar os compromissos”, explica o presidente. O consolidado estatístico da associação também mostra que o sistema conta com 307 entidades fechadas de previdência complementar (EFPCs) e paga aposentadoria média de R$ 4.134 por mês.
.
Preferência dos dentistas – O mercado de planos odontológicos arrecadou, de setembro de 2014 ao mesmo mês de 2015, R$ 3,1 bilhões em receita – conforme dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Entretanto, apresentou um dos menores crescimentos no número de beneficiários dos últimos dez anos: apenas 5%. Para fazer com que a receita e o número de clientes cresçam em compasso, as operadoras aspiram contar com um aliado estratégico: os dentistas. Em levantamento* realizado pelo Instituto Datafolha em dezembro de 2015, a pedido da Amil Dental, a empresa descobriu que, entre os dois principais convênios odontológicos do mercado, a marca tem a preferência de 63% dos dentistas que são ou já foram credenciados. Posição bem à frente da segunda colocada, que foi mencionada por 28% dos 400 profissionais consultados no Rio de Janeiro e em São Paulo. Diante do bom resultado, a Amil Dental investirá ainda mais em ações de relacionamento com sua rede credenciada já no início deste ano.
A pesquisa quantitativa por meio de abordagem telefônica foi realizada com dentistas entre os dias 23 de outubro e 25 de novembro de 2015. Foram realizadas 401 entrevistas, com margem de erro máxima de 4 p.p., para mais ou para menos, dentro de um nível de confiança de 95%.
.
Rede de fast food deve dar plano de saúde assim que contrata empregado
O plano de saúde para funcionários de redes de fast food no Estado de São Paulo deve ser concedido logo que o empregado é contratado e não após seis meses de trabalho. A medida está prevista em convenção coletiva de trabalho da classe, que foi utilizada como argumento pelo juiz Laercio Lopes da Silva, da 1ª Vara do Trabalho de Barueri (SP) ao conceder liminar favorável ao Sindicato dos Empregados em Hospedagem e Gastronomia de São Paulo e Região (Sinthoresp).
O sindicato alegava que a rede Arcos Dourados, empresa que controla a rede McDonald’s no Brasil, só cedia os benefícios aos funcionários que completassem um semestre na função. O titular da 1ª Vara do Trabalho de Barueri (SP) determinou que os planos de saúde e odontológico sejam disponibilizados no momento da contratação.
Outra decisão do juiz é que a Arcos Dourados não faça nenhum desconto no salário por conta dos benefícios. Ao analisar convenção coletiva de trabalho firmada entre as partes, o magistrado viu que estava acordado que se a empresa optar por pagar o piso da categoria, não pode fazer nenhum desconto. Na prática, não era isso que estava ocorrendo.
O Sinthoresp acusa a empresa de sonegação fiscal e busca conseguir condená-la por delinquência patronal e dumping social. A entidade afirma que a Arcos Dourados está recolhendo sua parcela destinada à Seguridade Social em valores inferiores aos realmente devidos. Por isso, alega, se a empresa se beneficia da dedução do Imposto de Renda ao contabilizar os valores das assistências médica e odontológica como despesas operacionais, comete crime de sonegação fiscal.
O objetivo do sindicato é que a empresa restitua todos os valores indevidamente descontados dos trabalhadores para pagamento dos benefícios sociais e que seja condenada ao pagamento das diferenças salariais com base nos pisos salariais para as empresas que não concedem gratuitamente plano de saúde aos seus empregados, conforme a norma coletiva.
.
DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL


Fiança Locatícia – No próximo dia 30 de março, das 8h30 às 12h30, o San Raphael Hotel (Largo do Arouche, 150 – Centro – São Paulo) sedia o Ii Workshop Seg News – Seguro de Fiança Locatícia, a cargo de Fábio Carbonari e realizado pela Agência Seg News, o Centro de Capacitação Profissional Seg News e Setanews.
O público são corretores de seguros, funcionários de seguradoras, advogados e demais profissionais interessados em atuar no segmento.
O investimento é de R$ 180 e inclui material de apoio, certificado e coffee break. Mais informações com Ivanildo J. Moreira Sousa pelo telefone (11) 9-5794-6570 ou pelos e-mails ivanildo@agenciasegnews.com.br e ivanildoagenciasegnews10@gmail.com.
.
SEGURO CIDADÃO


Movimento pela Mulher – Com o apoio do Grupo Segurador Bando do Brasil e Mapfre, dia 20 de março, São Paulo receberá a 2ª edição da Corrida Movimento pela Mulher. Além de um estímulo à atividade física, a proposta do evento é levar mulheres e homens a refletir e discutir temas como empoderamento, igualdade e justiça. A largada da corrida ocorrerá na região do Ibirapuera, às 7h.
“Temos em nossa cultura o compromisso de apoiar projetos que promovam a educação e a mudança social. Além de conscientizar sobre o grave problema social que é a violência contra a mulher, a corrida envolvem homens e mulheres e se propõe a estimular a reflexão, a discussão do tema e a mudança de atitude. Por esses motivos, o Grupo BB e Mapfre é um apoiador e não poderia ficar de fora dessa causa”, afirma Enrique de la Torre , diretor geral de seguro de Pessoas do Grupo.
O movimento, que no ano passado reuniu cerca de dois mil participantes em uma grande festa esportiva, tem inscrições abertas até dia 17 de março, ou término das vagas disponíveis, para homens e mulheres, e não tem restrição de idade, aptidão ou nível esportivo, pois oferece as modalidades corrida (nas distâncias de 5 km e 10 km) e caminhada (5 km).
“O desafio dessa edição é reunirmos ainda mais pessoas para ampliarmos a reflexão sobre o tema. As diversas opções de modalidade são um convite à adesão de homens e mulheres de todas as idade e jovens, a partir de 14 anos”, completa de la Torre.
Idealizado pela promotora de justiça Gabriela Manssur em parceria com as atletas Deborah Aquino (Debs) e Paula Narvaez (Corre Paula), o Movimento pela Mulher complementa projetos Eles por Elas e Por um Planeta 50/50 em 2030, que visam a assegurar a igualdade de direitos entre homens e mulheres. O kit do corredor contará com camiseta dry fit laranja (cor que representa a luta da violência contra a mulher), sacola esportiva, canelito e meia personalizada.
As inscrições acontecem até 17 de março ou término das vagas disponíveis em www.movimentopelamulher.com.br.
.
ENDOSSANDO


Aplicativo de celular – A HDI Seguros anunciou o lançamento de uma nova funcionalidade em seu aplicativo para dispositivos móveis: a constatação de danos. Esta função permite que o próprio segurado, em caso de acidente com terceiro, faça o registro fotográfico dos danos causados no veículo e, em apenas alguns cliques, envie para a HDI por meio do aplicativo instalado em seu smartphone ou tablet. Isso evita que o segurado se desloque ou aguarde a visita do vistoriador, abreviando o tempo de análise do processo para encaminhamento do veículo de terceiros para o conserto.
Lançado em 2012, o aplicativo da HDI também permite ao usuário acessar de forma rápida e prática diversas informações, como a localização das unidades mais próximas de Bate-pronto para registro e vistoria de sinistro, checar a relação de oficinas credenciadas, acessar o manual do segurado, vencimento da franquia, além de telefones úteis em casos de emergência.
“Devemos ter, nos próximos meses, mais funções no aplicativo. Apostamos em serviços de qualidade que facilitem a vida do segurado, especialmente no momento em que ele mais precisa, que é quando ocorre um sinistro. O aplicativo nos ajuda muito nisso! A funcionalidade de constatação de danos, por exemplo, permite que o segurado comprove as avarias do acidente, sem que ele tenha que se deslocar ou aguardar um vistoriador. Todo o processo se torna muito mais rápido para o segurado e para o terceiro. E quem não quer ter mais tempo livre hoje?”, comenta Paulo Moraes, diretor de Marketing e Planejamento Comercial da HDI Seguros.
A nova ferramenta de constatação de danos está disponível para Android, iOS e Windows Phone.
.
Campanha de vendas Sou+Você 2016 – A Capemisa Seguradora está lançando a oitava edição da Campanha de Vendas Sou+Você. A ação tem por objetivo incentivar corretores que comercializam os produtos da seguradora por meio da conversão de pontos, com volume de vendas, em premiações. O tema desse ano será Caçadores de Tesouros e todo o conceito tem como base um roteiro de aventuras, com mapas e trilhas que são uma verdadeira viagem pelo Brasil. Amazônia, Pantanal, Mata Atlântica e Caatinga foram as regiões escolhidas para simbolizar os trimestres da campanha, cujo ranking contemplará a produção dos corretores desde o início de 2016.
De acordo com o Superintendente Comercial Nacional da Capemisa, Fabio Lessa, este ano a campanha está mais dinâmica e atrativa. “O novo hotsite conta com dicas e informações para ajudar os corretores a criar oportunidades e alavancar suas vendas”, explica.
.
Descontos de até 30% em serviços na Semana do Consumidor
A Porto Seguro Faz, empresa de serviços de conveniência e de emergência da Porto Seguro, oferece preços especiais em serviços residenciais durante a Semana do Consumidor, que acontece do dia 14 ao dia 20 de março, que contarão com até 30% de desconto.
Os serviços podem ser contratados por qualquer pessoa, inclusive por quem ainda não é cliente da Porto Seguro. Dentre as opções com desconto estão: instalação de eletrodomésticos (geladeira, cooktop, fogão, secadora de roupas, lava-louças e lavadora de roupas), desmontagem/instalação de ventilador de teto, instalação de ventilador de parede, limpeza de tecidos e estofados (carpete, sofá, colchão, chaise, pufe, poltrona e cadeiras), fixações em geral (utensílios de cozinha e banheiro, suportes e ornamentos), instalação/reparo de torneiras, instalação/reparo de chuveiro e instalações.
Para comprar os serviços, basta agendar a visita do prestador da Porto Seguro Faz, informando o melhor dia e horário de acordo com sua necessidade. O agendamento pode ser feito por meio do site www.portosegurofaz.com.br ou ligando para a Central de Relacionamento 3003-3329 (3003-3FAZ), no atendimento 24h, de domingo a domingo.
.
Produto para torcida do Remo com prêmios de até R$ 5 milhões
A Caixa Seguradora lançará o Cap Leão Campeão, um título de capitalização feito sob medida para os torcedores do Clube do Remo, de Belém do Pará. Agora, além de vibrar pelo Leão, o remista vai torcer pela própria sorte e ainda dará apoio financeiro ao time do coração.
Os torcedores concorrerão a até R$ 2 milhões todo mês. Haverá ainda um supersorteio de até R$ 5 milhões no último mês de vigência do título e 111 prêmios semanais de até R$ 200 mil. O produto custa a partir R$ 30 mensais e o Remo será beneficiado com uma remuneração paga a cada título vendido.
Os títulos serão comercializados pelo site www.capleaocampeao.com.br a partir desta quinta-feira (17). No final do plano, o cliente recebe todo o dinheiro guardado de volta, atualizado pela TR.
O lançamento oficial do produto será realizado na noite desta quarta-feira, no estádio Mangueirão, onde o Leão enfrentará o Náutico/RR pela Copa Verde.
.
INSS poderá estabelecer convênios com o SUS para realização de perícias médicas
Decreto da presidente Dilma Rousseff publicado nesta terça-feira altera regras para quem precisa prorrogar benefícios como auxílio-doença e para quem quer voltar a trabalhar antes do prazo do atestado médico. O objetivo das medidas, “é melhorar o atendimento à população”, declarou o ministro do Trabalho e Previdência, Miguel Rossetto, reforçando que além do decreto, o ministério pediu autorização para realizar ainda este ano concurso público para os quadros do INSS.
“São 7.531 servidores em todas as áreas, sendo 1.530 peritos médicos. O decreto e o concurso vão fortalecer nossa capacidade de acolhimento e atendimento às pessoas num momento de dificuldade quando estão afastadas do trabalho por questões de saúde ou por acidente”, acrescentou.
O Decreto nº 8.691 alterou o Regulamento da Previdência Social (RPS), aprovado pelo Decreto nº 3.048, de 6 de maio de 1999, e traz três principais novidades: a possibilidade do INSS realizar convênio com o SUS, a concessão do benefício com base no atestado do médico assistente, e a regulamentação para o retorno antecipado ao trabalho.
O INSS poderá celebrar convênios com órgãos e entidades públicas que integrem o Sistema Único de Saúde (SUS) para a realização de perícia médica, regulamentando a Lei 13.135/2015.
Um ato conjunto dos Ministérios do Trabalho e Previdência Social e da Saúde regulamentará a realização da cooperação entre o INSS e os órgãos do SUS, além de estabelecer quais as cidades serão atendidas, os médicos que serão designados e os tipos de benefícios abrangidos.
O decreto também prevê a possibilidade de concessão de benefício por incapacidade, como auxílio-doença, com base no atestado médico do segurado, emitido pelo médico assistente (médico público ou particular que trata do segurado). Essa medida valerá para os casos de pedido de prorrogação de benefício para segurados empregados e para os segurados que estiverem internados em unidade de saúde e, portanto impedidos de se deslocar a um posto do INSS.
A partir de agora, o empregado poderá retornar ao trabalho no dia seguinte à data indicada para a sua recuperação, independentemente de realização da perícia médica.
Quando da realização posterior da perícia, o INSS avaliará os requisitos para a concessão do benefício, e caso sejam preenchidos tais requisitos, o segurado receberá os valores retroativamente.
Se o segurado tiver indicação de alta pelo médico assistente antes data de cessação do benefício estipulada pelo INSS, este poderá solicitar a suspensão administrativa do benefício e retornar ao trabalho, sem realização de nova perícia.
“O decreto regulamenta o processo de concessão de benefício por incapacidade e cria alternativas que possibilitam valorizar o trabalho dos peritos médicos em torno de ações prioritárias, o que fortalece esse grupo de profissionais”, afirmou Sergio Carneiro, diretor de Saúde do Trabalhador do INSS.

Artigos Relacionados

ANS não tem competência para mudar entendimento sobre Rol

Maioria da justiça reconhece que procedimentos são os mínimos exigidos das operadoras de saúde.

Setor de seguros cresce 1,3% em 2020

O setor cumpriu a sua missão de desonerar o Governo de gastos para amparo à sociedade

Novo portfólio de planos de saúde coletivos por adesão

Esse benefício também será válido para quem adquirir as linhas Amil e Amil Fácil do antigo portfólio. Já o corretor terá premiação com pagamento à vista pelo Cyber Bônus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.