Segredos da gestão de pessoas: encontrar talentos e superar desafios

Segredos da gestão de pessoas: identificar talentos excepcionais e lidar com comportamentos prejudiciais. Por Cassius Leal.

161
acordo
(Foto: Alena Darmel)

Como gestor de pessoas, qualquer empreendedor precisa entender as características que definem tanto um excelente membro da equipe quanto aqueles que podem prejudicar o desempenho e a cultura organizacional. Neste contexto, é essencial que o gestor de pessoas compreenda as características que definem tanto um excelente membro da equipe quanto aqueles que podem prejudicar o desempenho e a cultura organizacional. No processo de recrutamento e seleção, é crucial identificar características nos candidatos que poderão alavancar sua empresa ou gerar muito prejuízo e dor de cabeça.

Primeiramente, ao buscar novos colaboradores, devemos priorizar aqueles que demonstram uma mentalidade de dono, ambição sadia e uma verdadeira atitude ganhadora. Esses profissionais não apenas cumprem suas obrigações, mas também se esforçam para superar expectativas, entregando resultados de forma rápida, precisa e consistente. Devemos também buscar aqueles que demonstrem proatividade, que não esperam por instruções para agir e que assumem a responsabilidade pelas tarefas e projetos que lhes são atribuídos. Não menos importante, é fundamental que o indivíduo seja ético, que siga princípios sólidos e seja íntegro em suas ações. Esses são os “resolvedores”, que não se limitam a identificar problemas, mas buscam soluções eficazes para superá-los. São pessoas confiáveis e confiantes, que contribuem positivamente para o ambiente de trabalho e inspiram seus colegas.

No entanto, é igualmente importante reconhecer os sinais que indicam que um funcionário pode não ser adequado para a equipe. O Reclamão, por exemplo, com sua atitude negativa e resistência ao feedback construtivo, pode minar a moral da equipe e prejudicar a dinâmica de trabalho. Da mesma forma, o Preguiçoso, com sua falta de iniciativa e desrespeito aos prazos, pode comprometer a eficiência operacional e a entrega de projetos. Outro perfil prejudicial é o Vitimista, que tende a culpar os outros por suas falhas e resistir às mudanças, criando um ambiente tóxico e desmotivador. Caso consiga identificar estas características no processo de contratação, aborte imediatamente. Se já fizer parte da equipe, lidar prontamente com esses comportamentos é essencial para manter um ambiente de trabalho saudável e produtivo, onde todos os colaboradores possam contribuir de forma positiva para o sucesso da empresa.

Em um ambiente competitivo e dinâmico, cada membro da equipe desempenha um papel crucial no alcance dos objetivos da empresa. Portanto, ao recrutar, desenvolver e reter talentos, é essencial focar não apenas nas habilidades técnicas, mas também nas características comportamentais que promovem uma cultura de excelência e colaboração. A maioria das empresas contrata pela parte técnica e demite pela parte comportamental. Por isso, é tão importante uma análise minuciosa destas características.

Espaço Publicitáriocnseg

Ao promover uma cultura baseada em valores sólidos e comportamentos positivos, podemos criar um ambiente de trabalho onde todos os colaboradores se sintam valorizados, motivados e capacitados a contribuir para o sucesso da empresa. Investir na gestão eficaz de pessoas não apenas melhora o desempenho e a produtividade, mas também fortalece a identidade e a reputação da empresa no mercado. Assim, podemos construir equipes de alto desempenho que impulsionam o crescimento e a inovação, garantindo um futuro sustentável e próspero para a organização.

Cassius Leal é raduado em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui